Rodolfo de Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rodolfo
Informações pessoais
Nome completo Rodolfo Alves de Melo
Data de nasc. 19 de março de 1991 (28 anos)
Local de nasc. Santos (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,89 m
Canhoto
Apelido Thanos Tricolor
Informações profissionais
Clube atual Fluminense
Número 39
Posição Goleiro
Clubes de juventude
2009–2010
2010
2011
Paraná
Internacional
Atlético Paranaense
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009
2011–2017
2015–2016
2017–2018
2018
2019–
Paraná
Atlético Paranaense
Ferroviária (emp.)
Oeste
Fluminense (emp.)
Fluminense
0001 0000(0)
0017 0000(0)
0019 0000(0)
0054 0000(0)
0005 0000(0)
0029 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 2 de junho de 2019.

Rodolfo Alves de Melo (Santos, 19 de março de 1991), conhecido por Rodolfo, é um futebolista brasileiro que joga como goleiro. Atualmente, tem seu contrato suspenso pelo Fluminense, devido a suspensão de doping.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Paraná[editar | editar código-fonte]

Revelado nas categoria de base do Paraná, Rodolfo foi promovido ao time principal do clube em 2009. Ficou 1 ano atuando pela equipe. Rodolfo moveu uma ação judicial contra o clube e se transferiu para o Internacional.

Internacional[editar | editar código-fonte]

No clube gaúcho, o goleiro atuou na categoria de base e não conseguiu ser promovido ao time principal. Sem oportunidades de atuar também no Internacional, Rodolfo foi vendido ao Atlético Paranaense.

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Rodolfo assinou contrato com o Furacão até 2014.[1] Estreou profissionalmente em 2012. Também em 2012, viveu um drama. Rodolfo foi pego no exame antidoping e suspenso por 30 dias.[2][3] Segundo o clube paranaense, tinha sido encontrada 'substância não permitida'. Depois, foi revelado que Rodolfo tinha sido pego no antidoping por uso de cocaína. Logo após, Rodolfo admitiu ser dependente químico, pediu ajuda ao Furacão e foi internado em uma clínica de reabilitação.[4]

Pego em 2º exame antidoping, Rodolfo corria o risco de ser banido do futebol.[6] Julgado, por decisão unânime, o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) decidiu suspender Rodolfo por dois anos.[7][8] O STJD estipulou que se o clube provasse mensalmente, através de exames, que o goleiro tinha parado de usar a droga, a punição cairia para um ano - o que foi feito. Após sair da clínica de reabilitação, passou a fazer algumas atividades com o grupo rubro-negro em 2013, para manter a forma física. Em 5 de setembro de 2013, Rodolfo foi liberado para jogar após cumprir suspensão por doping.

No período em que esteve afastado dos gramados, o clube pagou os salários do jogador, mas era um tutor que administrava as finanças dele. Já em 2014, tentando recuperar espaço, foi integrado ao Sub-23 do Atlético Paranaense.[10] Longe das drogas, Rodolfo virou capitão do Sub-23[11]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Fluminense no dia 2 de fevereiro de 2018, por empréstimo do Oeste. No dia 31 de dezembro foi anunciado sua aquisição em definitivo.

No ano de 2019, com a transferência do Júlio César (goleiro titular do Fluminense) para o Grêmio, o goleiro Rodolfo assumiu como titular do clube carioca.

Atualmente encontra-se suspenso das partidas por suspeita do uso de cocaína.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Ferroviária
Fluminense

Referências

  1. «Goleiro Rodolfo é registrado pelo Atlético-PR». futebolparanaense.net. 17 de fevereiro de 2011. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  2. «Goleiro Rodolfo é pego no exame antidoping e suspenso por 30 dias». GloboEsporte.com. 24 de julho de 2012. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  3. «Goleiro do Atlético-PR é pego em exame antidoping». lancenet.com.br. 24 de julho de 2012. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  4. «Pego no doping, goleiro do Atlético-PR admite que é dependente químico e fará tratamento». esporte.uol.com.br. 2 de agosto de 2012. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  5. «Rodolfo admite vício em cocaína e será internado para reabilitação». GloboEsporte.com. 2 de agosto de 2012. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  6. «Rodolfo, do Atlético-PR, é pego em 2º exame antidoping e pode ser banido do futebol». esporte.uol.com.br. 8 de agosto de 2012. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  7. «Rodolfo, do Atlético-PR, é suspenso por dois anos por uso de cocaína». esporte.uol.com.br. 13 de agosto de 2012. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  8. «Por cocaína, goleiro Rodolfo é suspenso por dois anos». lancenet.com.br. 13 de agosto de 2012. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  9. «Goleiro Rodolfo é liberado para jogar após cumprir suspensão por doping». GloboEsporte.com. 5 de setembro de 2013. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  10. «Goleiro Rodolfo integra o sub-23 e tenta recuperar espaço no Atlético-PR». GloboEsporte.com. 4 de janeiro de 2014. Consultado em 16 de setembro de 2014 
  11. «Rodolfo se afasta das drogas e vira capitão do Sub-23 do Atlético-PR». esportes.terra.com.br. 18 de janeiro de 2014. Consultado em 16 de setembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.