Rodrigo Aguirre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rodrigo Aguirre
Informações pessoais
Nome completo Rodrigo Sebastián Aguirre Soto
Data de nasc. 1 de outubro de 1994 (25 anos)
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Nacionalidade uruguaio
Altura 1,86 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual LDU Quito
Número 27
Posição Atacante
Clubes de juventude
2009–2011 Liverpool-URU
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2011–2014
2014–
2014–2015
2016
2016
2017
2018–2019
2019–
Liverpool-URU
Udinese
Empoli (emp.)
Perugia (emp.)
Lugano (emp.)
Nacional (emp.)
Botafogo (emp.)
LDU Quito (emp.)
00063 000(17)
00020 0000(1)
00002 0000(0)
00017 0000(3)
00010 0000(1)
00033 000(14)
00025 0000(1)
00026 000(10)
Seleção nacional3
2010–2011
2013
Uruguai Sub-17
Uruguai Sub-20
00013 0000(2)
00008 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 1 de setembro de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 3 de fevereiro de 2013.

Rodrigo Aguirre (Montevidéu, 1 de outubro 1994) é um futebolista uruguaio que atua como atacante. Atualmente joga pela LDU Quito.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Nascido e criado em Montevidéu, Rodrigo Aguirre começou a jogar futebol ainda muito pequeno. Aos oito anos, transferiu-se do Club Social y Deportivo Iriarte rumo à Asociación Cultural y Deportiva 3 de Abril, clube por onde passaram jogadores renomados do futebol uruguaio, como Gustavo Varela, Leonel Pilipauskas e, especialmente, Maxi Rodríguez.[1] Aos doze anos, foi convidado para defender o Liverpool Fútbol Club, onde assinou seu primeiro contrato e começou sua carreira entre os profissionais alguns anos mais tarde.[2]

Início no Liverpool[editar | editar código-fonte]

Aguirre estreou no Liverpool de Montevidéu em 2011, quando disputou três partidas do Torneio Apertura. A partir do ano seguinte, começou a ganhar espaço entre os titulares, especialmente no segundo semestre. O primeiro gol pelo time negriazul aconteceu na Copa Sul-Americana de 2012, no empate por 1–1 contra o Envigado, fora de casa.[3] A partir de 2013, começaram as especulações sobre uma possível transferência para o futebol europeu,[4] mas ela só se concretizou na temporada seguinte.

Udinese[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2014, a Udinese desembolsou cerca de 4 milhões de euros para contratar o atacante, superando a concorrência de clubes como Monaco e Braga. À época com 19 anos, Aguirre assinou com a equipe italiana por cinco temporadas.[5] Antes mesmo de estrear pelo time de Udine, foi repassado ao Empoli para disputar a Serie A de 2014–15.[6] Na equipe toscana, conviveu com lesões e ficou muitas vezes no banco de reservas, deixando o clube na metade da temporada com apenas duas partidas disputadas.

De volta à Udinese, recebeu poucas oportunidades para jogar, raramente começando entre os titulares. Seu único gol pelo clube foi na derrota por 3–1 diante da Roma, no dia 28 de outubro de 2015.[7] Sem nunca explodir, foi novamente emprestado.[8]

Perugia e Lugano[editar | editar código-fonte]

Em 2016, o atleta foi repassado ao Perugia, time da Serie B italiana, e, no segundo semestre, foi emprestado ao Lugano, da primeira divisão suíça.[9][10]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2017, Aguirre fechou contrato por empréstimo com o Nacional por seis meses.[11] De volta ao futebol uruguaio, o atacante recuperou o bom futebol, se destacando tanto no Campeonato Uruguaio quanto na Copa Libertadores. Em julho, o clube despendeu aproximadamente 150 mil dólares para prolongar seu empréstimo por mais um semestre.[12] No mesmo mês, o jogador fez o gol do título do Torneio Intermedio, na vitória por 1–0 sobre o Defensor Sporting.[13] No final do ano, sofreu uma lesão no menisco e retornou à Itália para operar o joelho. Como seu contrato com o Nacional acabava no dia 31 de dezembro, o atacante deixou o clube.[14][15]

Botafogo[editar | editar código-fonte]

A partir de 2018, o jogador passou a ser especulado em diversos clubes como River Plate e Emelec, ambos na Libertadores, e Los Angeles Galaxy e Montréal Impact, da MLS.[16][17][18] Apesar disso, o jogador demonstrou interesse em defender o Botafogo, clube que enfrentara no ano anterior pela Libertadores.[19][20] Após uma longa negociação, que envolveu inclusive uma proposta do rival Fluminense,[21] Aguirre foi anunciado oficialmente pelo alvinegro em março, emprestado pela Udinese até julho de 2019.[22] Fez sua estreia pelo clube no dia 14 de maio, na vitória por 2–1 justamente sobre o Fluminense, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro[23]

Após 15 jogos de jejum, marcou seu primeiro e único gol com a camisa do clube na vitória por 2–0 sobre o Sport, no Nilton Santos, em partida do Campeonato Brasileiro.[24] Ao final do ano, foi escalado para a seleção "Bola de Lata" do Prêmio Bola de Prata da ESPN Brasil, que reuniu os jogadores que tiveram as piores pontuações durante todo o Brasileirão.[25] Em janeiro de 2019, pediu para deixar o Botafogo e teve o contrato rescindido.[26]

LDU Quito[editar | editar código-fonte]

Logo após deixar o Botafogo, foi anunciado como reforço da LDU.[27]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacional

Torneio Intermedio: 2017

Referências

  1. «Dos alumnos de la escuela del 3 de Abril» (em espanhol). El Observador Mas. Consultado em 8 de março de 2018 
  2. «La marca en el orillo» (em espanhol). Ovación. 7 de abril de 2017. Consultado em 8 de março de 2018 
  3. «Liverpool empató con Envigado de visitante» (em espanhol). La Prensa. 29 de agosto de 2012. Consultado em 8 de março de 2018 
  4. «Rodrigo Aguirre, delantero juvenil de Liverpool, fue vendido a un club europeo» (em espanhol). Aguanten Che. 12 de fevereiro de 2013. Consultado em 8 de março de 2018 
  5. «Mercato, Udinese: preso Aguirre per 4 milioni. Soffiato al Monaco» (em italiano). La Gazzetta dello Sport. 8 de abril de 2014. Consultado em 8 de março de 2018 
  6. «Nuovi, giovani e stranieri: da Brillante a Uçan, sognando un gol in A» (em italiano). La Gazzetta dello Sport. 12 de setembro de 2014. Consultado em 8 de março de 2018 
  7. «Roma-Udinese 3-1, pratica chiusa in 9': i giallorossi restano primi» (em italiano). La Gazzetta dello Sport. 28 de outubro de 2015. Consultado em 9 de março de 2018 
  8. «De Suárez a Adriano, jornalistas uruguaios apresentam Aguirre: "Pode desequilibrar"». GloboEsporte.com. 8 de março de 2018. Consultado em 8 de março de 2018 
  9. «Calciomercato Udinese, ceduti Aguirre e Iturra» (em italiano). Tuttosport. 31 de janeiro de 2016. Consultado em 9 de março de 2018 
  10. «Udinese, Aguirre ha scelto il Lugano: trattativa in via di definizione» (em italiano). Gianluca Di Marzio. 11 de agosto de 2016. Consultado em 9 de março de 2018 
  11. «Rodrigo Aguirre es nuevo futbolista de Nacional» (em espanhol). Site Oficial do Club Nacional de Football. 23 de janeiro de 2017. Consultado em 9 de março de 2018 
  12. «Nacional consegue prolongar empréstimo do atacante Rodrigo Aguirre». Lance!. 1 de julho de 2017. Consultado em 9 de março de 2018 
  13. «Rival do Botafogo na Libertadores, Nacional é campeão do Torneio Intermediário no Uruguai». ESPN. 16 de julho de 2017. Consultado em 9 de março de 2018 
  14. «Udinese bajó a Aguirre» (em espanhol). Ovación. 2 de dezembro de 2017. Consultado em 9 de março de 2018 
  15. «Aguirre fue operado con éxito» (em espanhol). Referi. 15 de dezembro de 2017. Consultado em 9 de março de 2018 
  16. «River Plate se adelanta a Emelec en busca de Rodrigo Aguirre» (em espanhol). Diario Extra. 24 de janeiro de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 
  17. «Rodrigo Aguirre, opción de Emelec en análisis» (em espanhol). El Universo. 23 de janeiro de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 
  18. «Transfer Rumors: Udinese Striker Rodrigo Aguirre to Galaxy or Impact?» (em inglês). MLS Multiplex. 11 de janeiro de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 
  19. «Empresário afirma que desejo de Aguirre é defender o Botafogo: 'A bola está com o clube'». Rádio Globo. 26 de janeiro de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 
  20. «Aguirre explica vontade de ir ao Botafogo: "Mexeu comigo mais que qualquer outro"». GloboEsporte.com. 30 de janeiro de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 
  21. «Sondado pelo Botafogo, Rodrigo Aguirre entra na mira do Fluminense». Terra. 23 de fevereiro de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 
  22. «Com vídeo, Botafogo anuncia contratação de Rodrigo Aguirre». GloboEsporte.com. 15 de março de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 
  23. «Grito "à la Loco", sorriso e 18 minutos em campo: o retorno de Aguirre ao Niltão». GloboEsporte.com. 15 de maio de 2018. Consultado em 15 de maio de 2018 
  24. «Aguirre comemora fim de jejum e Carli destaca 'necessidade' de vitória». Terra Esportes. 25 de agosto de 2018. Consultado em 26 de agosto de 2018 
  25. «Bola de Lata: 'seleção' dos piores do Brasileirão 2018 tem Flu, Bota, Cruzeiro e é dominada por rebaixados». ESPN. 4 de dezembro de 2018. Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  26. «Após reunião, Aguirre rescinde com o Botafogo e finda passagem frustrante». Lance!. 29 de janeiro de 2019. Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  27. «Liga de Quito comprará el 50% de los derechos deportivos de Aguirre» (em espanhol). El Telégrafo. 1 de fevereiro de 2019. Consultado em 11 de fevereiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de UruguaiSoccer icon Este artigo sobre futebolistas uruguaios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.