Rodrigo Amarante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rodrigo Amarante
Rodrigo Amarante em 2008, pela Orquestra Imperial.
Informação geral
Nome completo Rodrigo Amarante de Castro Neves
Também conhecido(a) como Ruivo
Nascimento 6 de setembro de 1976 (46 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro, RJ
 Brasil
Gênero(s) Rock Alternativo, MPB, Samba
Instrumento(s) Guitarra, violão, baixo, flauta, piano
Período em atividade 1997 - presente
Afiliação(ões) Los Hermanos,
Orquestra Imperial
Little Joy
Devendra Banhart,
Marcelo Camelo.
Página oficial rodrigoamarante.com.br

Rodrigo Amarante de Castro Neves ou simplesmente Rodrigo Amarante (Rio de Janeiro, 6 de setembro de 1976) é um músico, cantor e compositor brasileiro.

É integrante da banda carioca Los Hermanos.[1] Após o recesso da banda, passou a dedicar-se também à Orquestra Imperial e, posteriormente, à banda Little Joy.

Atualmente, se apresenta em carreira solo, depois de lançar seu primeiro álbum solo, Cavalo, em setembro de 2013.[2]

Desde 2008, está vivendo em Los Angeles.[3][4][5]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Foi casado com a atriz Karine Carvalho.[6]

Atualmente, namora a cantora americana Cornelia Murr.[7]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Los Hermanos[editar | editar código-fonte]

Estudou Jornalismo na PUC-RJ[8], onde conheceu Marcelo Camelo e Rodrigo Barba. Após alguns ensaios dos Los Hermanos, foi chamado para integrar a banda.

Primeiro Álbum[editar | editar código-fonte]

No primeiro álbum, autointitulado de Los Hermanos, Amarante aparece tocando flauta transversal e fazendo vocais em algumas músicas. Há duas delas de sua autoria: "Quem Sabe" e "Onze Dias". Porém, o papel de compositor e líder da banda ainda era direcionado a Marcelo Camelo.

Segundo Álbum[editar | editar código-fonte]

No segundo álbum, Bloco do Eu Sozinho, o "ruivo" pôde mostrar toda sua qualidade musical, tocando guitarra junto a Marcelo, e com mais músicas de sua autoria. Gravou "Sentimental" (considerada por Dado Villa-Lobos a melhor música lançada em 2001), "Retrato pra Iaiá" e "Cher Antoine" (cantada em francês). Fez ainda, junto a Marcelo, a parte melódica da música "Mais uma canção". Também junto a Marcelo, fez "A Flor", um dos hits do segundo disco.

Terceiro Álbum[editar | editar código-fonte]

No terceiro álbum, Ventura, contribuiu com cinco músicas: "Último romance", "O velho e o moço", "Um par", "Do sétimo andar" e "Deixa o verão".

O papel, de até então, coadjuvante da banda, acabou. Passou a ser reconhecido como um dos líderes da banda, ao lado de Marcelo.

Quarto Álbum[editar | editar código-fonte]

No quarto álbum, intitulado 4, compôs cinco das doze músicas do álbum, tendo duas delas ("O vento" e "Condicional") tornado-se singles do disco. Além destas, fez também "Primeiro Andar", "Os Pássaros" e "Paquetá".

Já consagrado e conhecido como um dos líderes dos Los Hermanos, ganhou em 2006 o prêmio de "Melhor Instrumentista" no Prêmio Multishow.

Orquestra Imperial[editar | editar código-fonte]

Após o recesso dos Los Hermanos em 2007, passou a se dedicar inteiramente à Orquestra Imperial, banda em que toca junto a Moreno Veloso (filho de Caetano Veloso), Nina Becker e também à atriz Thalma de Freitas.

Participou, junto à banda portuguesa Os Azeitonas, da composição de uma canção de título "Rubi (Terça-Feira)", que seria lançada em novembro de 2007, no álbum "Rádio Alegria", a ser lançado pela banda lusitana.

Little Joy[editar | editar código-fonte]

Aproveitando a pausa por tempo indefinido de sua banda principal, passou a se dedicar à sua nova banda, Little Joy, junto com o baterista da banda norte-americana The Strokes, Fabrizio Moretti.[8]

A nova empreitada, que contou ainda com a cantora Binki Shapiro, ex-namorada de Moretti, iniciou-se no ano de 2007, e teve seu primeiro CD, autointitulado Little Joy, produzido pelo mais que cultuado selo britânico Rough Trade, no ano de 2008. Lançado no Brasil em fevereiro de 2009, foi produzido por Noah Georgeson, parceiro de Devendra Banhart. Um dos últimos shows da banda foi realizado no mesmo mês, no Circo Voador.[9]

Carreira Solo[editar | editar código-fonte]

Após se dedicar à Orquestra Imperial e ao Little Joy, Amarante passou a trabalhar em um disco solo e lançou, em 2013, seu disco de estreia, intitulado Cavalo. Gravado em Los Angeles e no Rio de Janeiro, o disco do músico possui faixas em português, inglês e francês, além de participações de seus antigos companheiros em suas bandas anteriores, como o baterista Rodrigo Barba, dos Los Hermanos, e Fabrizio Moretti, baterista do grupo Little Joy. O disco foi muito bem recebido pela crítica, ficando entre os melhores do ano de 2014, fazendo com que Amarante se tornasse um artista conhecido no cenário alternativo estrangeiro.

Rodrigo Amarante também escreveu, performou e cantou "Tuyo", o tema introdutório da série Narcos (2015) e Narcos: Mexico (2018), ambas produções originais da Netflix.[10][11]

Em 16 de julho de 2021, lança "Drama" após o hiato de 8 anos depois de seu antecessor "Cavalo".[12][3][13][14][15][16] Contou que o livro “The Will to Change: men, masculinity and love” (A Vontade de Mudar: homens, masculinidade e amor, em português) o auxiliou no processo de construção deste disco.[5] O primeiro single foi "Maré".[17] A revista inglesa Mojo elegeu o álbum como o melhor disco de world music de 2021.[18]

Em 2022, é anunciado no line-up do Coala Festival.[19][20][21][22]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Solo[editar | editar código-fonte]

Los Hermanos[editar | editar código-fonte]

Little Joy[editar | editar código-fonte]

Parcerias e Colaborações[editar | editar código-fonte]

Rodrigo Amarante, ao longo de sua carreira, fez várias parcerias e participações, algumas como:

  • Fernanda Takai - Cantando a música No Ritmo da Chuva
  • Devendra Banhart - Escrevendo a música Rosa, e a cantando no álbum Smokey Rolls Down Thunder Canyon
  • Lanny Gordin - Partipando do disco "Duos" do guitarrista, cantando "Evaporar"
  • Adriana Calcanhotto - Tocando teclado em "Mulher sem razão", música que também fez os arranjos de metais, e em "Para lá", onde toca piano
  • 3 na massa - Compôs "Tatuí", cantada pela sua ex-mulher Karine Carvalho, quarta faixa do disco "Na confraria das sedutoras"
  • Nervoso e os Calmantes - Cantou na música "Mais justo"
  • Gilberto Gil - Participou na elaboração do arranjo da canção "Você e eu", Amarante também gravou o vibrafone da mesma.
  • Marisa Monte - Compôs e cantou com ela a música "O que se quer", incluída no álbum "O Que Você Quer Saber de Verdade"
  • Natalia Lafourcade - Cantou a música "Azul", composição de Agustín Lara incluída no álbum "Mujer Divina" da cantora mexicana.
  • Tom Zé - Cantou a música "NYC Subway Poetry Department", composição de Tom Zé com seu professor de inglês incluída no álbum "Tropicália Lixo Lógico" do cantor.

Trilhas Sonoras[editar | editar código-fonte]

  • Tema de abertura da série Narcos "Tuyo" - 2015 [23]
  • Toda a trilha sonora do filme 7 Dias em Entebbe - 2018 [24]
  • 1 – “Looking Back”
  • 2 – “Boarding”
  • 3 – “Strategy”
  • 4 – “Ms. Martel Escapes”
  • 5 – “A Purpose”
  • 6 – “Innocence Lost”
  • 7 – “Passports”
  • 8 – “Arriving in Entebbe”
  • 9 – “Reasons”
  • 10 – “Cabinet”
  • 11 – “A Light”
  • 12 – “Prime Minister and The News”
  • 13 – “Silence”
  • 14 – “Close Enemies”
  • 15 – “The Last Hour”
  • 16 – “Operation Begins”
  • 17 – “Low Altitude”
  • 18 – “Aftermath”
  • 19 – “0515 Beginning 2 SKL (Last Work)” (Grischa Lichtenberger)
  • 20 – “Chair Dance (Echad mi Yodeah)” (The Tractor’s Revenge and Ohad Naharin)


Bandas anteriores[editar | editar código-fonte]

  • Los Birras
  • Barnabé

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Rodrigo Amarante». Dicionario mpb. Consultado em 12 de Janeiro de 2016 
  2. «Entrevista RS: Rodrigo Amarante». ROLLING STONE BRASIL. Consultado em 12 de Janeiro de 2016 
  3. a b «Rodrigo Amarante faz 'Drama' com apatias e belezas de álbum solo que enfatiza o universo particular do artista». G1. Consultado em 25 de junho de 2022 
  4. «Vivendo nos EUA, Rodrigo Amarante diz que gastou todo dinheiro ganho com os Los Hermanos: 'Pude ajudar minha família'». Extra Online. 10 de agosto de 2021. Consultado em 25 de junho de 2022 
  5. a b «Atrasado pela pandemia, Rodrigo Amarante lança novo álbum; ouça 'Drama'». CNN Brasil. Consultado em 25 de junho de 2022 
  6. Brasil, Jornal do (19 de abril de 2021). «Karine Carvalho, sobre o marido, Rodrigo Amarante: "Ele é o melhor!"». Acervo. Consultado em 25 de junho de 2022 
  7. «'Estou há duas semanas aqui e ainda não vi o mar', diz Amarante sobre ensaios do Los Hermanos». O Globo. 7 de abril de 2019. Consultado em 25 de junho de 2022 
  8. a b «Rodrigo Amarante». Trip. Consultado em 25 de junho de 2022 
  9. Ernani, Felipe (19 de março de 2022). «O dia em que um membro do The Strokes fez todo mundo cantar Los Hermanos». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 25 de junho de 2022 
  10. «Tema de "Narcos" escrito por Rodrigo Amarante é indicado ao Emmy». Vagalume. Consultado em 25 de junho de 2022 
  11. «Rodrigo Amarante musica coração de Escobar em tema de 'Narcos' - 02/09/2016 - TV - Folha de S.Paulo». m.folha.uol.com.br. Consultado em 25 de junho de 2022 
  12. «Rodrigo Amarante sobre 'Drama', seu novo disco: 'Não pude evitar a pulsão de escrever meu desespero'». Gshow. Consultado em 25 de junho de 2022 
  13. Ibarra*', '» Pedro (10 de agosto de 306). «Cantor Rodrigo Amarante detalha mais recente álbum, 'Drama'». Diversão e Arte. Consultado em 25 de junho de 2022  Verifique data em: |data= (ajuda)
  14. Henrique, Guilherme (17 de julho de 2021). «Rodrigo Amarante: "Já não sou tão desconhecido fora do Brasil, mas ainda deliciosamente incógnito"». El País Brasil (em espanhol). Consultado em 25 de junho de 2022 
  15. Ibarra*', '» Pedro (10 de agosto de 306). «Cantor Rodrigo Amarante detalha mais recente álbum, Drama». Diversão e Arte. Consultado em 25 de junho de 2022  Verifique data em: |data= (ajuda)
  16. Moia, Marina (9 de setembro de 2021). «Entrevistamos Rodrigo Amarante sobre disco "Drama"». Nação da Música. Consultado em 25 de junho de 2022 
  17. Braziliense', 'Correio (5 de maio de 314). «Rodrigo Amarante lança o single 'Maré', primeiro de novo disco». Diversão e Arte. Consultado em 25 de junho de 2022  Verifique data em: |data= (ajuda)
  18. «Revista inglesa elege álbum de Rodrigo Amarante o melhor disco de world music de 2021». Vagalume. Consultado em 25 de junho de 2022 
  19. «Coala Festival anuncia Djavan, Alcione com Céu, Liniker em dia extra». G1. Consultado em 25 de junho de 2022 
  20. «Coala Festival anuncia Rodrigo Amarante, Bala Desejo e Ana Frango Elétrico». G1. Consultado em 25 de junho de 2022 
  21. «Rodrigo Amarante é confirmado no line-up do festival Coala |». POPline. 23 de fevereiro de 2022. Consultado em 25 de junho de 2022 
  22. Pacheco, Paulo (23 de fevereiro de 2022). «Coala Festival anuncia Rodrigo Amarante, Bala Desejo e Ana Frango Elétrico». Omelete. Consultado em 25 de junho de 2022 
  23. https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2016/08/1808602-rodrigo-amarante-musica-coracao-de-escobar-e-disputa-emmy-por-narcos.shtml
  24. https://teleguiado.com/musica/2018/04/trilha-sonora-7-dias-em-entebbe.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.