Rodrigo Lacerda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rodrigo Lacerda
Nascimento 1969 (52 anos)
Rio de Janeiro,  Brasil
Prémios Fundação Biblioteca Nacional , Jabuti, Associação Paulista de Críticos de Arte, Academia Brasileira de Letras, Fundação Nacional do Livro Infanto Juvenil, Portugal Telecom
Género literário Romance, conto, não-ficção
Movimento literário pós-modernismo

Rodrigo Lacerda (Rio de Janeiro, 1969) é um escritor, editor e tradutor.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Rodrigo Lacerda nasceu em 1969, no Rio de Janeiro. Escritor, tradutor e editor. Trabalhou em algumas das mais importantes editoras do Brasil, como a Nova Fronteira, a Editora da Universidade de São Paulo, a Cosac Naify e a Zahar. Atualmente é editor-executivo na Record. É doutorado pela Universidade de São Paulo em Teoria Literária e Literatura Comparada, com a tese João Antônio: uma biografia literária. Mora em São Paulo.

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

Ficções Literárias[editar | editar código-fonte]

Não-ficção (seleção)[editar | editar código-fonte]

  • 110 anos da Academia Brasileira de Letras (RJ, ABL, 2007)
  • João Antônio: uma biografia literária (Tese de doutorado, USP, 2005)
  • “Enfrento. Logo, existo: uma leitura de Sargento Getúlio” (In Obra Seleta de João Ubaldo Ribeiro. RJ, Nova Aguilar, 2005)
  • “673 páginas, seis quilos e duzentas gramas” (In Viva o povo brasileiro – Edição Comemorativa. RJ, Alfaguara, 2014)
  • “Sobrevoando Canudos” (In Canudos: palavra de Deus, sonho da terra. SP, Boitempo/Senac, 1997)
  • “Alguma coisa lá no fundo” (In 68 contos de Raymond Carver. SP, Cia. das Letras, 2010)
  • “Ele está de volta” (In João Antônio: Contos Reunidos. SP, CosacNaify, 2012)
  • “5 temas shakespearianos” (In O que se precisa saber sobre Shakespeare antes que o mundo acabe. RJ, Nova Fronteira, 2021)

No exterior[editar | editar código-fonte]

  • Otra Vida (Tradução de Outra Vida). Madrid, 2014
  • Participou da antologia de contos: Rio de Janeiro - Eine literarische Einladung. Berlim, 2013
  • Otra Vida (Tradução de Outra Vida). Montevideo, 2012
  • L'Homme qui faisait viellir (Tradução de O Fazedor de Velhos). Genebra, 2012
  • El Fabricante de Edades. (Tradução de O Fazedor de Velhos). Cidade do México, 2012
  • Outra Vida (Tradução de Outra Vida). Lisboa, 2011
  • Participou da antologia de contos: Di algo para romper este silencio. Cidade do México, 2005
  • William & Mary (Tradução de O Mistério do Leão Rampante). Itália, 1999

Traduções (seleção)[editar | editar código-fonte]

  • O conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas. RJ, Zahar, 2008. Parceria com André Telles. Prêmio Jabuti de Melhor Tradução de Língua Francesa
  • Os três mosqueteiros, de Alexandre Dumas. RJ, Zahar, 2010. Parceria com André Telles. Prêmio Jabuti de Melhor Tradução 
  • Os desencantados, de Bud Schulberg (com Alípio Correia de Franca Neto e Alexandre Barbosa). SP, Cosac Naify, 2006
  • Palmeiras selvagens, de William Faulkner. SP, Cosac Naify, 2009. Parceria com Newton Goldman
  • Canção de Natal, de Charles Dickens. SP, Penguin, 2019
  • A nuvem da morte, de Arthur Conan Doyle. SP, Nova Alexandria, 1994
  • O médico e o monstro, de Robert Louis Stevenson. RJ, Editora Nova Fronteira, 1992
  • Mundo perdido, de Arthur Conan Doyle. SP, Nova Alexandria, 1994

Projetos editoriais[editar | editar código-fonte]

  • Ecos do mundo, de Eça de Queiroz. SP, Carambaia, 2019.
  • Obra Completa de Machado de Assis (quatro vols.) RJ, Nova Aguilar, 2015. Função: supervisor editorial
  • Como as democracias morrem, de Steven Levitsky e Daniel Ziblatt. RJ, Zahar, 2018. Função: prospecção, seleção e indicação editorial
  • Autobiografia de Martin Luther King, com Clayborne Carson. RJ, Zahar, 2014. Função: prospecção, seleção e indicação editorial
  • Nelson Mandella: os anos da presidência, de Mandla Langa. RJ, Zahar, 2018. Função: prospecção, seleção e indicacão editorial
  • Fortier Photographe: de Conakry à Tombouctou, de Daniela Moreau. Milão, Éditions Cinq Continents, 2017. Função: concepção editorial e editor
  • Imagens do Daomé: Edmond Fortier e o colonialismo francês na terra dos vodus, de Daniela Moreau e Luis Nicolau Parés. SP, Martins Fontes, 2018. Função: concepção editorial e editor
  • Revista Serrote. SP, Instituto Moreira Salles, 2009-10. Função: editor-executivo
  • Obra Completa de José Bonifácio (site). 2006. Função: editor
  • Coleção Clássicos Zahar. Desde 2009, mais de 30 títulos publicados e mais de um milhão de exemplares vendidos Função: diretor de coleção.
  • O Conhecimento Secreto - Redescobrindo as técnicas perdidas dos grandes mestres, de David Hockney. SP, Cosac Naify, 2001.
  • The Beatles: Antologia. SP, Cosac Naify, 2001.


  1. Amigos de infância Arquivado em 17 de fevereiro de 2014, no Wayback Machine.. Revista Emília, setembro de 2011