Rodrigues Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre alguém que morreu recentemente. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (data da marcação: 24 de maio de 2019; editado pela última vez em 30 de abril de 2019) Twemoji 1f464.svg
Rodrigues Neto
Rodrigues Neto.jpg
Informações pessoais
Nome completo José Rodrigues Neto
Data de nasc. 6 de dezembro de 1949
Local de nasc. Galileia (MG), Brasil
Falecido em 29 de abril de 2019 (69 anos)
Local da morte Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Informações profissionais
Posição Lateral esquerdo
Clubes de juventude
1965–1966 Vitória-ES
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1967–1975
1976
1977–1978
1978–1981
1981–1982
1982–1983
1983
1984
1984–1985
1990
Flamengo
Fluminense
Botafogo
Ferro Carril Oeste
Internacional
Boca Juniors
São Cristóvão
South China
Eastern SC
Flamengo
00 438 0(30)
000 17 00(1)
000 22 00(0)
000 62 00(2)
000 23 00(1)
000 11 00(0)



0000 1 00(0)
Seleção nacional
1972–1978 Brasil 000 19 00(0)
Times/Equipas que treinou
2002
2003
Moto Club
São Bento

José Rodrigues Neto, ou simplesmente Rodrigues Neto (Galileia, 6 de dezembro de 1949Rio de Janeiro, 29 de abril de 2019) foi um futebolista brasileiro que atuava como lateral-esquerdo.[1]

Fez fama atuando pelo Flamengo, clube que defendeu em 439 jogos, sendo o 13º jogador que mais vestiu a camisa deste time.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Vitória do Espírito Santo, Rodrigues Neto destacou-se no futebol carioca. Pelo Flamengo, clube onde atuou entre 1967 e 1975, o lateral fez 435 partidas,[2] com 211 vitórias, 122 empates e mais 102 derrotas. Fez também 29 gols com a camisa do rubro-negro. Rodrigues Neto foi campeão carioca de 1972 e 1974.

Embora baixo, Rodrigues Neto era um jogador extremamente viril, muito respeitado por seus adversários e com um chute muito potente.

Após deixar o Flamengo, Rodrigues Neto foi para o Fluminense, onde participou do elenco que ficou conhecido como máquina tricolor, que venceu o Campeonato Carioca e o Torneio de Paris em 1976. No carioca daquele ano, atuou em 65 partidas, com 38 vitórias, 16 empates e 11 derrotas, marcando um gol.[3]

Rodrigues Neto ao deixar o tricolor carioca, defendeu o Botafogo. Suas boas atuações pelo alvinegro renderam-lhe uma convocação para a Copa do Mundo de 1978, aonde fez 4 jogos com a camisa do Brasil.[4]

O lateral-esquerdo jogou ainda por Boca Juniors e Ferro Carril Oeste da Argentina. Voltando ao Brasil, atuou pelo Internacional e São Cristóvão. Antes de se aposentar, ele ainda atuou no futebol de Hong Kong.

Em 1990, 5 anos após ter se aposentado, voltou aos gramados para fazer sua última partida como profissional, defendendo as cores do Flamengo, em uma partida amistosa.[5]

Morte[editar | editar código-fonte]

Rodrigues Neto faleceu em 29 de abril de 2019 aos 69 anos de idade. Ele sofria de diabetes e teve a morte relacionada a uma trombose.[1]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória-ES
Flamengo
Fluminense
Botafogo
Internacional
Seleção Brasileira

Referências

  1. a b c globoesporte.globo.com/ Rodrigues Neto, 13º jogador que mais vestiu a camisa do Flamengo, morre aos 69 anos
  2. «Site do Milton Neves». Universo Online. Miltonneves.uol.com.br 
  3. [Site Estatísticas do Fluminense www.fluzao.info, em jogadores, letra R]
  4. «Brasil na Copa do Mundo de 1978». Netvasco.com.br 
  5. otempo.com.br/ O lateral de respeito