Rodriguinho (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rodriguinho
Rodriguinho no programa Vai, Fernandinha em 2019
Nascimento Rodrigo Fernando do Amaral Silva
27 de fevereiro de 1978 (43 anos)
Bauru, SP
Nacionalidade brasileiro
Filho(a)(s) Gabriel Fernando Gaab,

Rodrigo Júnior, Aretha Damasceno, Vitória Gattolin, Jaden Fernando Damasceno.

Ocupação
Carreira musical
Período musical 1992 - presente
Gênero(s) pagode
Instrumento(s)
Afiliações
Página oficial
https://www.rodriguinhoonline.com.br

Rodrigo Fernando do Amaral Silva (Bauru, 27 de fevereiro de 1978), mais conhecido pelo seu nome artístico Rodriguinho, é um cantor, compositor e produtor musical brasileiro. Ex-integrante do grupo Os Travessos, no grupo ele tinha a função de vocalista. Compôs várias músicas com o cantor Thiaguinho

História [editar | editar código-fonte]

Carreira no Muleke Travesso e no Os Travessos[editar | editar código-fonte]

Em 1992 surgiu o grupo Muleke Travesso e um dos integrantes era o Rodriguinho. No ano de 1996, cinco dos integrantes do Muleke Travesso incluindo o Rodriguinho, saíram da banda para formar o grupo Os Travessos, o único que ficou no Muleke Travesso foi Eric, Eric chamou outras pessoas para integrar a banda e continuou a história do Muleke Travesso.

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Em 2004, o Rodriguinho saiu do grupo Os Travessos por conta de um desentendimento com o empresário e decidiu seguir carreira solo. Em 2005, lançou seu primeiro álbum solo, auto-intitulado Rodriguinho. Em 2008, foi lançado o dvd Uma História Assim. Em 2009, lançou o dvd ao vivo uma historia assim 2.[1] Em 2010, foi lançado o álbum é assim que funciona. Em 2011, foi lançado o dvd ao vivo uma historia assim 3.

Novamente no Os Travessos[editar | editar código-fonte]

Em 2014, após dez anos, Rodriguinho integrou o grupo Os Travessos novamente, e em 2015 lançaram o álbum #OTVS 20 Anos para comemorar os vinte anos de carreira do grupo.[2][3] Em 2016, decidiu sair do grupo novamente após dois anos.[4]

Novamente em carreira solo[editar | editar código-fonte]

Ainda em 2016 foram lançados os álbuns de estúdio Xinga Aí, Meu Deus Não Falha e Uma História Assim.[5] Em 2017, lançou seu quinto álbum, intitulado O Mundo Dá Voltas.[6] No mesmo ano, foi lançado o álbum Pagode Flashback Ao Vivo e o EP Samba. Em 2018, lançou em parceria com seu filho e também cantor Gaab o EP Legado: Música Pra Brisar.

Em janeiro de 2019, lançou em parceria com Gaab e Ah! Mr. Dan o álbum Legado: O Show, cantando os maiores sucessos dos três.[7] Em abril e maio, foram lançados os EPs 30 Anos, 30 Sucessos: Começo, 30 Anos, 30 Sucessos: Meio e 30 Anos, 30 Sucessos: Não Tem Fim.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Namorou Sabryna Brisola, com quem teve um filho chamado Gabriel, que também é cantor, conhecido pelo nome artístico Gaab. Entre 2003 e 2009, foi casado com Thaís Gattolin, com quem possuí dois filhos, Rodrigo Júnior e Vitória. Foi casado com Natália Damasceno, de 2010 a 2019, com quem tem dois filhos Aretha (filha de criação) e Jaden Fernando .[8]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • Rodriguinho (2005)
  • Uma Historia Assim (2008)
  • Meu Deus Não Falha (2008) Gospel
  • É Assim Que Funciona (2010)
  • O Mundo Dá Voltas (2013)
  • Xinga AÍ (2016)
  • Cheio de Maldade (2019)

Álbuns ao Vivo[editar | editar código-fonte]

  • Uma História Assim - Ao Vivo (2009)
  • Uma História Assim, Vol. 3 - Ao Vivo em Porto Alegre (2011)
  • Pagode Flashback - Ao Vivo (2017)
  • Legado: O Show (2019)

Extended plays (EPS)[editar | editar código-fonte]

  • Rodriguinho em Família (2005)
  • Samba (2017)
  • Legado: Música Pra Brisar (2018)
  • Samba Vol 02 (2018)
  • 30 Anos, 30 Sucessos: Começo (2019)
  • 30 Anos, 30 Sucessos: Meio (2019)
  • 30 Anos, 30 Sucessos: Não Tem Fim (2019)
  • Blá Blá Blá (2020)

Participações[editar | editar código-fonte]

Rodriguinho fez uma pequena participação nos álbuns:

Composições[editar | editar código-fonte]

Rodriguinho junto com Thiaguinho (ex-integrante do Exaltasamba), compôs as músicas:[9]

  • 'Amizade É Tudo:
  • "Fugidinha"
  • "Graça"
  • "Leite Condensado"
  • "Livre Pra Voar"
  • "Não Tem Hora E Nem Lugar"
  • "Palavras de Amigo"
  • "Puxando"
  • "Resenha"
  • "Valeu"
  • "Virei A Mesa"

Referências

  1. «Apostando em parcerias com o amigo Thiaguinho, Rodriguinho lança CD - Música - R7». entretenimento.r7.com. Consultado em 21 de maio de 2019 
  2. EGO, Jonathan Pereira Do; Paulo, em São. «Rodriguinho volta a cantar com Os Travessos após dez anos». Ego. Consultado em 21 de maio de 2019 
  3. «Agora São Paulo - Show - Os Travessos lança DVD da turnê de 20 anos - 19/06/2015». Agora. Agora São Paulo. 2015. Consultado em 21 de maio de 2019 
  4. EGO, Laís Gomes do; Rio, no. «Cantor Rodriguinho deixa 'Os Travessos' dois anos após o retorno». Ego. Consultado em 21 de maio de 2019 
  5. tempo, Em (3 de outubro de 2016). «Em exclusiva ao EM TEMPO, Rodriguinho fala da carreira e sonhos; cantor promete show eletrizante em Manaus». Em tempo. Consultado em 9 de junho de 2019 
  6. «Rodriguinho lança novo CD "O Mundo Dá Voltas"». MT Notícias MT, Política, Polícia, Mato Grosso | AGORA MT. 20 de abril de 2013. Consultado em 21 de maio de 2019 
  7. «Gaab lança "Legado: O Show" ao lado de Ah! Mr. Dan e Rodriguinho». SURTO. 5 de janeiro de 2019. Consultado em 21 de maio de 2019 
  8. «Rodriguinho, de Os Travessos, mostra seu lado paizão». contigo. 22 de fevereiro de 2016. Consultado em 21 de maio de 2019 
  9. «Thiaguinho - Obra». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 27 de fevereiro de 2021