Rogério Fonseca da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esquerdinha
Informações pessoais
Nome completo Rogério Fonseca da Silva
Data de nasc. 24 de março de 1970 (47 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,76 m
Canhoto
Apelido Pulmão do São Caetano[1]
Informações profissionais
Clube atual Brasil Barretos
Posição Meia
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1991–1992
1993–1994
1994
1995
1996
1997
1997
1997
1998
1998
1999
1999
1999
2000–2001
2002
2002
2003
2004
2005
2006
2006
2006
2007
2007
2008
2008
2008
2009
2009
2011
2011–2012
2015-
Brasil Barretos
Brasil Inter de Bebedouro
Brasil Rio Preto
Brasil Novorizontino
Brasil Matonense
Brasil São Caetano
Brasil Juventus-SP
Brasil Sampaio Corrêa
Brasil São Caetano
Brasil Juventus-SP
Brasil São Caetano
Brasil Sampaio Corrêa
Rússia Spartak Moscou
Brasil São Caetano
Brasil Santos (emp.)[2]
Brasil Botafogo (emp.)[3]
Brasil Guarani
Brasil Atlético Sorocaba
Brasil Bandeirante-SP
Brasil América-SP
Brasil Ceilândia
Brasil Bahia[4]
Brasil Toledo
Brasil Nacional-AM
Brasil CRAC
Brasil Nacional-AM
Brasil Fast Clube
Brasil Mesquita[5]
Brasil CSA
Brasil Mamoré
Brasil Luziânia
Brasil Barretos
Seleção nacional3
2002 Brasil Brasil 1 0000(0)[6]



3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 31 de janeiro de 2002.

Rogério Fonseca da Silva,[7] mais conhecido como Esquerdinha (Rio de Janeiro, 24 de março de 1970[8]), é um futebolista brasileiro que atua como meia. Atualmente defende o Barretos.

O jogador ficou nacionalmente conhecido quando defendeu o São Caetano,[1] sendo um dos principais responsáveis por levar o clube do ABC Paulista aos vice-campeonatos dos Brasileirões de 2000[9] e 2001.[10]

Suas boas atuações pelo São Caetano também lhe renderam uma oportunidade na Seleção Brasileira.[2] Em 31 de janeiro de 2002, num amistoso contra a Bolívia, o Brasil, que era comandado por Luiz Felipe Scolari, venceu o jogo por 6 a 0, disputado no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Esquerdinha substituiu Kléberson aos 28 minutos do segundo tempo.[11]

Após passagem marcante pelo Azulão, ele chegou a defender Santos,[2] Botafogo[3] e Guarani[12] na Série A do Campeonato Brasileiro, mas não repetiu o bom futebol apresentado no São Caetano.

Títulos[editar | editar código-fonte]

São Caetano

Referências

  1. a b folha.uol.com.br: Esquerdinha, 31, pensa em 40 (13 de dezembro de 2001)
  2. a b c folha.uol.com.br: Esquerdinha tem motivação dupla (26 de janeiro de 2002)
  3. a b folha.uol.com.br: Botafogo acerta contratação do meia Esquerdinha (1 de junho de 2002)
  4. ceilandiaec.com.br: Esquerdinha também vai para o Bahia (4 de maio de 2006)
  5. globoesporte.globo.com: Com ‘vovôs’ e muitas caras conhecidas, pequenos querem surpreender em 2009 (24 de janeiro de 2009)
  6. national-football-teams.com: Ficha técnica do jogador
  7. ogol.com.br: Dados pessoais de Esquerdinha
  8. sambafoot.com: Detalhes do atleta
  9. folha.uol.com.br: São Caetano deve enfrentar novo desmanche (25 de dezembro de 2001)
  10. folha.uol.com.br: Com Esquerdinha apagado, São Caetano falha na jogada principal (23 de dezembro de 2001)
  11. sambafoot.com: Brasil – Bolívia 31/01/2002: 6 – 0
  12. esportes.terra.com.br: Esquerdinha será titular no Guarani (20 de novembro de 2003)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.