Romania submersa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Romania submersa, em cor preta.

Romania submersa é um termo latino que, simplificando, inclui todos os territórios do Império Romano onde o processo de romanização não foi suficientemente forte para originar ou conservar uma língua românica.[1]

O termo abrange também os territórios em que se evoluiu uma língua românica que foi substituída por outro idioma não românico durante a Idade Média. Em regiões anteriormente pertencentes ao império, como norte da África e áreas da Europa central e oriental,[2] o latim foi substituído pelo árabe, línguas germânicas e línguas eslavas.[3]

Como exemplos de territórios da Romania submersa, pode-se mencionar as seguintes províncias romanas:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Introdução à história do português: geografia da língua. Autor: Ivo Castro. Edições Colibri, 2004, pág. 55, ISBN 9789727725205 Adicionado em 10/04/2016.
  2. Manuel des langues romanes. Autores: Andre Klump, Johannes Kramer & Aline Willems. Walter de Gruyter GmbH & Co KG, 2014, cáp. 9: "La Romania submersa", pág. 224, (em francês) ISBN 9783110302585 Adicionado em 10/04/2016.
  3. Language Mapping: Part I. Part II: Maps. Autor: Jürgen Erich Schmidt. Walter de Gruyter, 2011, pág. 270, (em inglês) ISBN 9783110219166 Adicionado em 10/04/2016.
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.