Romildo Bolzan Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Romildo Bolzan Júnior
52º Presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense
Período 1 de janeiro de 2015
até atualidade
Antecessor Fábio Koff
Prefeito de Osório, RS
Período 1 de janeiro de 1993

a 1 de janeiro de 1997

Período 1 de janeiro de 2005

a 1 de janeiro de 2013

Dados pessoais
Nascimento 13 de março de 1960 (61 anos)
Osório, RS
Prêmio(s) Medalha do Pacificador[1]

Romildo Bolzan Júnior (Osório, 13 de março de 1960) é um advogado, político e dirigente esportivo brasileiro, sendo o 52° Presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

Trajetória política[editar | editar código-fonte]

Graduado em Direito pela PUCRS, Romildo Bolzan Júnior herdou do pai, Romildo Bolzan, não só o nome, mas também o gosto pela política. Foi eleito vereador em 1982, em 1989 se tornou vice-prefeito, e em 1993, prefeito do município gaúcho de Osório, sua terra natal. Em 2004, foi eleito prefeito pela segunda vez, sendo reeleito em 2008, completando assim três mandatos a frente do município. Antes de se candidatar a presidente do Grêmio precisou renunciar à presidência estadual de seu partido,o PDT, cargo que ocupava há sete anos.

Em 2019 o PDT começou a ventilar o nome de Romildo como candidato a governador do Rio Grande do Sul, recebendo elogios públicos de figuras como o vice-presidente da legenda, Ciro Gomes.

Romildo e o Grêmio[editar | editar código-fonte]

A ligação entre Romildo e o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense data dos primórdios da vida do dirigente, já que seu pai o associou ao clube em 1963, quando tinha apenas 3 anos. Frequentando, assim, desde muito cedo as dependências do Estádio Olímpico Monumental. Em 1990, deixaria de ser apenas sócio para integrar o Conselho Deliberativo e também do Conselho Consultivo do Grêmio.

No biênio 2013/2014, Romildo Bolzan Júnior foi vice-presidente da gestão de Fábio Koff.

Em outubro de 2014, como candidato da situação, apoiado por Fábio Koff que era o atual presidente, Romildo Bolzan Júnior foi eleito como 52° Presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense para o biênio 2015/2016, com 6.398 votos (71,4%). Em setembro de 2016, Romildo fechou a contratação do técnico Renato Portaluppi, ídolo da torcida gremista.[2][3] Sua primeira gestão ficou marcada pela busca do equilíbrio nas contas do clube e pela conquista da Copa do Brasil de 2016, que tirou o clube de uma fila que já durava quinze anos sem títulos nacionais expressivos.

Em novembro de 2016, Romildo foi reeleito Presidente do Grêmio para o triênio 2017/2018/2019, tendo conquistado 5.605 votos (85,3%). Neste segundo mandato, logo no primeiro ano, o Grêmio conquistou o Tri Campeonato da América.

Resultado das eleições de 2014[editar | editar código-fonte]

  • Romildo Bolzan Júnior (Chapa 4): 6.398 (71,4%)
  • Homero Bellini Júnior (Chapa 5): 2.557 (28,6%
  • Brancos e nulos: 58
  • Votos validos: 8.955
  • Total de votos: 9.013

Resultado das eleições de 2016[editar | editar código-fonte]

  • Romildo Bolzan Júnior (Chapa 1): 5.605 (85,3%)
  • Raul Mendes da Rocha (Chapa 2): 963 (14,7%)
  • Brancos e nulos: 34
  • Votos validos: 6.568
  • Total de votos: 6.602

Títulos no futebol profissional durante sua gestão[editar | editar código-fonte]

Masculino
Feminino

Referências

  1. «Boletim do Exército do Brasil de julho de 2019». Secretaria Geral do Exército do Brasil (pdf). Consultado em 10 de setembro de 2020 
  2. Alegre, Por Diego GuichardPorto. «Grêmio fecha contratação de Renato e Espinosa, campeões do mundo em 83». globoesporte.com. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  3. Alegre, Por Eduardo Cecconi Porto. «FOTO: Renato Gaúcho, o rei da 'pescaria' no rachão». globoesporte.com. Consultado em 8 de setembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]