Ronald dos Santos Cabral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ronald
Informações pessoais
Nome completo Ronald dos Santos Cabral
Data de nasc. 26 de outubro de 1966 (52 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,80 m
Destro
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Lateral-direito
Função Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1987–1988
1989
1990–1991
1992
1993
1994
1995–1997
1997
1998
1999
2000
2001
Central de Barra do Piraí
América de Natal
Madureira
Americano
São Mateus
Americano
Fluminense
Botafogo
América de Natal
Bahia
Fortaleza
Madureira
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00094 0000(5)
00007 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
Times/Equipas que treinou
2006
2006
2008–2009
2015
Olaria (Auxiliar-técnico)
Olaria Sub-20
Bonsucesso
Duquecaxiense
0000(0)
0000(0)
0000(0)
0000(8)

Ronald dos Santos Cabral, mais conhecido como Ronald (Rio de Janeiro, 26 de outubro de 1966), é um ex-futebolista e treinador brasileiro de futebol que atuava como lateral-direito. Atualmente, está sem clube.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Central de Barra do Piraí, Ronald ganhou destaque ao jogar pelo Fluminense, onde atuou entre 1995 e 1997 (94 partidas e 7 gols), vencendo o Campeonato Carioca em 1995 sobre o Flamengo, em jogo lembrado pelo gol de barriga de Renato Gaúcho.

Jogou também por América de Natal (foi campeão potiguar em 1989), Madureira, Americano, São Mateus, Botafogo, Bahia e Fortaleza. Aposentou-se em 2001, aos 35 anos.

Carreira de técnico[editar | editar código-fonte]

Em 2006, acumulou as funções de técnico do sub-20 e auxiliar-técnico da equipe profissional do Olaria. Sua estreia como treinador profissional foi em 2008, comandando o Bonsucesso na Segunda Divisão estadual.

Após 5 anos sem treinar clubes, Ronald exerceu a função no Duquecaxiense, onde permaneceu durante apenas 8 jogos.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Durante o período em que ficou longe do futebol, Ronald chegou a integrar o bloco Turbilhão Carioca,[1] e é torcedor da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis. Em 2016, passou a trabalhar como taxista.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Americano
América-RN
Bahia
Fluminense
Fortaleza

Referências

  1. «Lembra Dele? Ao som do repinique, Ronald relembra emoções tricolores». GloboEsporte.com. 11 de julho de 2013. Consultado em 11 de julho de 2013 
  2. «Campeão pelo Flu, ex-lateral Ronald vira taxista: "Tricolores ficam loucos"». UOL Esporte. 9 de outubro de 2016. Consultado em 9 de outubro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.