94 FM (Rio de Janeiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Roquette-Pinto FM)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2017). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
94 FM
Rádio Roquete Pinto
País  Brasil
Frequência(s) 630 kHz AM e 94.1 MHz FM
Sede Rio de Janeiro
Slogan A Rádio do Rio
Fundação 6 de janeiro de 1934 (85 anos)
Proprietário(s) Governo do Estado do Rio de Janeiro
Idioma (português brasileiro)
Prefixo ZYD 476 (FM)
ZYJ 466 (AM)
Nome(s) anterior(es) Rádio Escola Municipal do Rio de Janeiro (1934-1946)
Rádio Roquette-Pinto (1946-2017)
Dados técnicos Potência: 5 kW
Classe: E3
RDS: Sim
Página oficial www.fm94.rj.gov.br

94 FM (antigamente Rádio Roquette-Pinto) é uma emissora que pertence ao governo do estado do Rio de Janeiro que opera na frequência AM 630 e FM 94,1.

Edgard Roquette-Pinto, em 1934, fundou a Rádio Escola Municipal do Rio de Janeiro, emissora de caráter estritamente educacional atuando nos vários níveis de ensino. Em 1946 a Rádio Escola passou a se denominar Rádio Roquette-Pinto, homenageando seu fundador e idealizador, que idoso e enfermo, não concordava com a homenagem. Mesmo assim o Prefeito Henrique Dodsworth, à revelia, deu o nome de Roquette-Pinto, ainda em vida, à emissora.

Moção apresentada em protesto pelo fechamento da Rádio Roquete Pinto, na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro.

Em 1960, com a transferência da capital federal para Brasília e a transformação da prefeitura do então Distrito Federal em estado, a emissora passa a ser de administrada pelo Governo do Estado da Guanabara. Em 1975, com a fusão do Estado da Guanabara com o Estado do Rio de Janeiro passa a se de propriedade do governo fluminense.

Outrora a rádio possuía sua própria equipe de profissionais, tendo uma programação não-comercial. No ano de 1995, ladrões roubaram os transmissores da rádio, instalados próximo ao complexo de favelas da Maré, no Rio de Janeiro. Em consequência, a rádio ficou fora do ar de 1995 ao início de julho de 2002.

Em 2002 a Roquete AM adquiriu novos transmissores e voltou ao ar no dia 8 de julho de 2002, com uma programação apenas musical, com samba autêntico, acrescida com vinhetas de artistas agradecendo a volta da rádio sem programas falados.

Em meados de 2003 a programação da Rádio Roquette-Pinto AM 630 foi unificada à Roquette-Pinto FM 94. Ora a rádio AM repete integralmente a programação da FM, transmitiu em apenas um vitrolão de samba e MPB, sem locução. Carmem Lucia Roquette Pinto, filha de Roquette Pinto, lutou para reabrir rádio que o pai criou.

O ideal de Roquette Pinto foi retomado pela atual orientação da emissora, que se iniciou em 2007 com o radialista Artur da Távola e continua a partir de 2008 com a jornalista Eliana Caruso trazendo para a 94,1 FM uma comunicação moderna, com programação própria de música, jornalismo, cultura abrangente e democrática, sem perder o enfoque educativo e de prestação de serviço.

Em 25 de julho de 2017, foi anunciada a troca da presidência da rádio: Eliana Caruso foi substítuida pelo radialista Cabeção, ex-FM O Dia. que fez mudanças na programação da emissora, como o Vai Dar Samba, que era aos sábados e agora e semanal, de segunda a sexta. Em 31 de agosto, a emissora passa a se chamar 94 FM Rio e no dia 3 de setembro, João Estevam reestreia na emissora, comandando o Cidade do Samba.

Em 12 de abril de 2019, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, assinou o Decreto nº 46.636, pelo qual retira a estrutura da Rádio Roquete Pinto - RRP (o Decreto redige o nome da rádio com um "t" apenas) da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa - SECEC e transfere para a Subsecretaria de Comunicação Social, da Secretaria de Estado da Casa Civil e Governança - SECCG. O Decreto foi publicado na página 1 da Parte I do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro em 15 de abril de 2019

Em Maio de 2019, agora sobre a gestão de Mauro Vasconcelos, conhecido por apresentar o Fala Baixada, mudou sua grade de programação: como o Vai Dar Samba, voltando aos sábados e integrando a programa especial de 24 horas de samba, onde também integra nesse formato, o retorno do Mesa de Bar e além do Charme 94, voltado aos charmeiros.

Comunicadores[editar | editar código-fonte]

  • André Ricardo
  • Ana Lucia Bizinover
  • Braga Jr.
  • João Estevam
  • Miro Ribeiro
  • Paulo Júnior
  • Rafael Ponzi

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.