Roraima Energia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Roraima Energia
Razão social Boa Vista Energia S/A
sociedade anônima
Slogan Ligada em Você
Atividade Energia Elétrica
Sede Brasil, Boa Vista, RR
Proprietário(s) Oliveira Energia/Atem
Presidente Orsine Rufino de Oliveira
Website oficial www.roraimaenergia.com.br

A Roraima Energia é uma empresa de distribuição de energia do estado de Roraima, conhecida também como BOVESA ou BVEnergia.

História[editar | editar código-fonte]

A história da Boa Vista Energia S.A. teve início com a encampação de parte da Companhia Energética de Roraima – CER, pela Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. – Eletronorte, em 1989, onde esta assumiu as atividades desenvolvidas pela CER no município de Boa Vista, criando assim a Regional de Boa Vista, responsável pela distribuição, comercialização e geração de energia elétrica.[1]

Eletrobrás Distribuição Roraima[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2008 foi implantado novo modelo de gestão para as empresas Distribuidoras da Eletrobras, que estabeleceu direção única e integrada. Em 2009, a Boa Vista Energia S/A passou a integrar o Sistema Eletrobras, participando efetivamente na construção desse novo modelo de gestão, assim, a empresa passou a denominar-se Eletrobras Distribuição Roraima.

Privatização[editar | editar código-fonte]

Em 10 de dezembro de 2018, a empresa passa de ser a controlada pelo Consórcio Oliveira Energia/Atem, após ser adquirida em um leilão realizada pela Eletrobras[2]. Com a mudança de controle, a empresa passou a adotar o nome Roraima Energia. [3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Histórico – Roraima Energia». www.roraimaenergia.com.br. Consultado em 19 de abril de 2019 
  2. «Governo vende distribuidoras da Eletrobras no Acre, Rondônia e Roraima». EXAME. 30 de agosto de 2018. Consultado em 10 de janeiro de 2019 
  3. «Empresa assume fornecimento de energia em RR e se mantém ligada ao sistema da Venezuela». G1. Consultado em 10 de janeiro de 2019