Rorion Gracie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rorion Gracie
Informações
Nascimento 10 de janeiro de 1952 (70 anos)
Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Modalidade Jiu-jitsu brasileiro
Graduação      Faixa Vermelha 9º grau em BJJ
Ligações externas
Página oficial:
Gracie Academy.
editar

Rorion Gracie (Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 1952) é um praticante de artes marciais brasileiro e também o criador do UFC. É o filho mais velho de Hélio Gracie. Rorion é uma das poucas pessoas do mundo a deter o grau 9, ou seja, a faixa vermelha do Jiu-jitsu brasileiro.[1] Rorion recebeu essa promoção de seu pai em 27 de outubro de 2003.

Junto com o empresário Art Davie é um dos fundadores do Ultimate Fighting Championship (UFC).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Rorion Gracie é bacharel em direito e reside nos Estados Unidos desde a década de 1970, onde, inicialmente, ensinava jiu-jitsu na garagem de sua casa.[2] Ele é o fundador e proprietário da Academia Gracie em Torrance, na Califórnia. Na época Rorion começou varias tentativas de popularizar o Jiu-Jitsu Brasileiro nos Estados Unidos.

Durante suas tentativas de popularizar o Jiu-Jitsu no Estados Unidos, Rorion começou a se relacionar com figuras de Hollywood e fez a coreografia do filme Lethal Weapon (no Brasil: Maquina Mortífera) de 1987, no final do filme o protagonista interpretado por Mel Gibson aplica um triângulo em um vilão.[3] No filme Lethal Weapon 3 (no Brasil: Maquina Mortífera 3) Rorion aparece como um capanga em um papel sem falas.[4]

Entre 1989 e 1992, produziu um documentário falando sobre a arte Gracie de lutar jiu-jitsu, o Gracie in Action. Muitos das filmagens foram os Gracies e seus alunos derrotando lutadores de outras artes marciais.

Em 1992 o empresário estadunidense Art Davie após assistir o Gracie in Action ficou inspirado em começar um torneio semelhante aos de Vale-tudo onde os Gracies lutavam com o objetivo de identificar a melhor arte marcial, ele entrou em contato com Rorion para organizar tal torneio. Rorion por outro lado, estava interessado em realizar um evento que promovesse o Jiu-Jitsu Gracie, e poderia provar sua efetividade ao derrotar oponentes maiores e de outras artes marciais mais famosas. Art e Rorion fundaram o torneio "War of the Worlds" (Guerra dos Mundos) e entrarão em contato com a empresa de Pay-per-view Semaphore Entertainment Group (SEG) e o "War of the Worlds" logo se tornou o evento The Ultimate Fighting Championship (depois renomeado para UFC 1). O irmão mais novo de Rorion, Royce Gracie, foi escolhido para representar o Jiu-Jitsu da família. Royce acabou ganhando o torneio, o evento foi um sucesso e o Jiu-Jitsu Gracie explodiu em popularidade e eventualmente deu origem às Artes Marciais Mistas (MMA). Rorion saiu da organização após o UFC 5.[5]

Rorion escreveu o livro A dieta Gracie.[6]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em 1999-2000, entrou em uma disputa judicial com seu primo Carley Gracie por violação da marca do triângulo sendo indenizado em US$ 108.000 por danos (mais US$ 620.000 pelos honorários do advogado), mas o júri não foi a favor de Rorion, concluindo que a marca "Gracie Jiu-Jitsu" simbolizava um estilo de luta e, portanto, não poderia ser registrada. Rorion, no entanto, detém os direitos da marca "Gracie Jiu-Jitsu" e do logo do triângulo para demais aplicações.[carece de fontes?]

Referências

  1. Agência Indusnet Fiesp (5 de novembro de 2013). «Criador do UFC, Rorion Gracie fala sobre sucesso do MMA em evento na Fiesp». Fiesp.com.br. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  2. Awi, Fellipe (2012). Filho teu não foge à luta. Rio de Janeiro: Intrínseca. pp. Capítulo 5, páginas 81 a 89 
  3. Lethal Weapon (1987) - IMDb, consultado em 15 de dezembro de 2021 
  4. Lethal Weapon 3 (1992) - IMDb, consultado em 15 de dezembro de 2021 
  5. Gentry III, Clyde; No Holds Barred: Evolution (1st edition), Archon Publishing 2001 ISBN 0-9711479-0-6.
  6. GRACIE, Rorion. A Dieta Gracie: o segredo dos campeões. São Paulo: Benvirá, 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]