Rosalía

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rosalía
Em 2019, na cerimônia de entrega dos
Prémios Goya (Sevilha)
Nascimento Rosalia Vila Tobella
25 de setembro de 1992 (30 anos)
Sant Esteve Sesrovires, Barcelona, Espanha
Nacionalidade espanhola
Cidadania Espanha
Alma mater Escuela Superior de Música de Cataluña
Ocupação cantoracompositoraatrizprodutora musicalvoz, palmas
Período de atividade 2016—presente
Prêmios
Obras destacadas El Mal Querer, Fucking Money Man, Malamente, Motomami
Carreira musical
Gravadora(s) Universal Music SpainSony Music
Página oficial
www.rosalia.com
Assinatura
Rosalía Logo.png

Rosalía Vila Tobella (Sant Esteve Sesrovires, 25 de setembro de 1992), conhecida mononimamente como Rosalía, é uma cantora, compositora e produtora musical espanhola.[1][2] Depois de descobrir a música folclórica espanhola ainda jovem, Rosalía frequentou o Taller de Músics e formou-se na Catalonia College of Music com honras em virtude de seu álbum de covers colaborativo com Raül Refree , Los Ángeles (2017) e o projeto de bacharelado El Mal Querer (2018), que é coproduzido por El Guincho e mistura interpretações modernas do flamenco com música pop e urbana.[3] Gerando singles como "Malamente ", o álbum chamou a atenção do público espanhol em geral, e foi lançado com aclamação da crítica universal. Vencedora do Grammy Latino de Álbum do Ano e listado nos 500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos da Rolling Stone, El Mal Querer iniciou a ascensão de Rosalía no cenário musical internacional.[4]

O seu primeiro single de sucesso internacional foi sua colaboração em 2019 com J Balvin, “Con Altura”, uma faixa de reggaeton que marcou a jornada de Rosalía para a música urbana. Vendendo mais de sete milhões de cópias, foi nomeada uma das melhores músicas do ano pela Billboard e Pitchfork, Melhor Canção Urbana pela Academia Latina da Gravação,[5][5] e gerou a sua letra de assinatura e apelido "La Rosalía".[6] Mais tarde, colaborou com outros músicos como Bad Bunny, Ozuna, Arca e Travis Scott, alcançando vários elogios e quebrando vários recordes.[7][8] O seu terceiro álbum de estúdio, Motomami, com os singles "La Fama" e "Saoko", foi lançado em março de 2022 e tornou-se o álbum mais bem avaliado e discutido do ano no Metacritic.[9][10]

Ao longo da sua carreira, Rosalía acumulou nove singles número um em seu país de origem. Também ganhou um Grammy Award, oito Latin Grammy Awards, três MTV Video Music Awards, um MTV Europe Music Award, dois UK Music Video Awards e dois prêmios Ruido, entre outros. Em 2019, a Billboard deu-lhe o Rising Star Award por "mudar o som da música mainstream de hoje com seu novo pop influenciado pelo flamenco",[11] e tornou-se a primeira cantora espanhola da história a ser indicada como Melhor Artista Revelação nos Grammys.[12]

Vida e carreira[editar | editar código-fonte]

1992–2016: Início da vida e início da carreira[editar | editar código-fonte]

Rosalía nasceu a 25 de setembro de 1992 no Hospital Geral da Catalunha, e foi criada em Sant Esteve Sesrovires, uma pequena cidade na Catalunha.[13] É a filha mais nova de Pilar Tobella, uma empresária que administra a empresa da família há décadas. O seu pai, José Manuel Vila, nasceu em Cudillero, Astúrias. Os seus pais separaram-se em 2019.[14] Tem uma irmã mais velha, Pilar "Pili" Vila, que trabalha com Rosalía como estilista. Rosalía manifestou interesse pelas artes cênicas ainda muito nova, especialmente depois de descobrir a discografia de Camarón de la Isla. Iniciou a sua formação musical profissional aos 16 anos no Taller de Músics.[15] Ela fez um curso de seis anos na academia. Começou a frequentar as aulas na escola Raval, mas devido às suas notas altas e múltiplas recomendações, transferiu-se para a Escola Superior de Música da Catalunha para terminar os seus estudos.[16] Também trabalhou autonomamente como cantora independente em casamentos e bares musicais, pelos quais recebia "pouco mais de 80 euros ou trocando o trabalho por jantar".[17] Durante esse tempo, Rosalía conheceu muitos artistas espanhóis underground que mais tarde teriam sucesso, como La Zowi, Yung Beef, Kaydy Cain, Hinds e María Escarmiento.[18]

Aos 15, competiu no programa de televisão Tú Sí Que Vales, embora não tenha sido selecionada. Em 2012 ela tornou-se a vocalista do Kejaleo, um grupo de música flamenca com Jordi Franco, Roger Blavia, Cristo Fontecilla, Diego Cortés e Xavi Turull.[19] Eles lançaram um álbum, Alaire, em 2013. Nesse mesmo ano, Rosalía trabalhou profissionalmente em dupla com Juan "Chicuelo" Gómez para promover a trilha sonora de Blancanieves no Festival Internacional de Cinema do Panamá de 2013 em substituição de Sílvia Pérez Cruz e no Festival Grec de Barcelona para a obra de dança contemporânea De Carmen.[20] Em 2013, participou na Association of Performing Arts Professionals (APAP) uma Conferência em Nova York, e foi a voz principal na culminação do Any Espriu 2014 no Palau de la Música. Em 2015 colaborou com La Fura dels Baus num show que estreou em Singapura.[21] Foi o ato de abertura do artista flamenco Miguel Poveda, acompanhado por Alfredo Lagos, no Festival Internacional de Música de Cadaqués, e também no Jerez Jazz Festival 2016. Trabalhou com Rocío Márquez na apresentação de seu álbum El Niño, produzido por Raül Refree, na Primavera Sound 2015. Em 2015, trabalhou também com marca de roupas Desigual e cantou o single do jingle da campanha "Last Night Was Eternal". Nesse mesmo ano, lançou "Un Millón de Veces". A música fazia parte do álbum beneficente Tres Guitarras Para el Autismo.[22] Todos os rendimentos beneficiaram estudos sobre o autismo.[22] Aos 20 anos, trabalhou como professora de flamenco e treinadora vocal.

Em 2016, colaborou com o rapper espanhol e ex-namorado C. Tangana em "Antes de Morirme".[23] A música foi um sucesso e entrou na parada de singles espanhola em 2018, após o sucesso de outro trabalho de Rosalía. A colaboração recebeu atenção internacional quando foi destaque na trilha sonora da primeira temporada do programa espanhol da Netflix Elite (2018).[24]

2016–2017: Los Angeles[editar | editar código-fonte]

Em 2016, Rosalía apresentou-se para uma multidão de cem pessoas no Tablao del Carmen, um local especializado em flamenco no Poble Espanyol, em Barcelona. Na platéia estava Raül Refree, a quem ela havia convidado para o show.[25] Eles começaram a trabalhar em dois álbuns juntos.[25] Rosalía assinou com a Universal Music no final de 2016, e mudou-se para a Califórnia.[26] Ela, então, lançou Los Angeles.[27] O álbum fala sobre a morte de uma forma sombria com acordes de guitarra agressivos de Refree.[28] Apresenta releituras de clássicos do flamenco recebendo diversos elogios.[29] Foi nomeada para Melhor Artista Revelação no 18º Grammy Latino. O álbum foi lançado em 10 de fevereiro de 2017 pela Universal Music e gerou dois singles, "Catalina", lançado em outubro de 2016, e "De Plata", lançado em agosto de 2017. O álbum foi muito bem recebido pela crítica. Jordi Bardají escreveu em 1 de novembro de 2018 que o disco era "um dos maiores' hits inesperados' que as listas de vendas espanholas conheceram nos últimos tempos". Los Ángeles alcançou a sua posição máxima de número nove em 11 de novembro de 2018 e permaneceu na parada de álbuns desde a sua entrada, acumulando um total de 89 semanas. Los Ángeles ganhou o prêmio de "Álbum do Ano" no Time Out Awards e o Prêmio Ruido de la Prensa de Melhor Disco Nacional, entre outros. Em 2017, a RTVE entrou em contato com Rosalía para participar da pré-seleção para representar a Espanha no Eurovision Song Contest 2017, mas ela recusou educadamente devido a conflitos de agenda com a promoção de seu disco de estreia.[30][31]

Rosalía e Raül Refree embarcaram numa turnê de concertos, a Los Angeles Tour, divulgando o seu primeiro álbum de estúdio juntos. A digressão começou em 11 de fevereiro de 2017, em Granada, e terminou em 1 de março de 2018 no Palau de la Música, em Barcelona.[32] Durante a turnê, em 2018, a cantora espanhola Bebe prestigiou um dos seus shows ao lado de Juanes, que ficou imediatamente obcecado por Rosalía e pediu a sua empresária Rebeca León para trabalhar com ela.[33] Rebeca concordou em gerenciá-la, pois sentiu que Rosalía era o tipo de artista que só aparece "uma vez a cada cinquenta anos".[34]

2018–2020: The Bad Wisher e reconhecimento internacional[editar | editar código-fonte]

O ciclo de gravação do segundo álbum de estúdio de Rosalía, El Mal Querer, começou no início de 2017 como o seu projeto de bacharelado de graduação na Catalonia College of Music.[35] Ela escolheu trabalhar ao lado do músico espanhol El Guincho e gerou o seu conceito ao lado do amigo Ferran Echegaray, que apostou no Romance of Flamenca para seguir o enredo do álbum. Assim, cada música do álbum seria um capítulo da história narrada no romance occitano anônimo. Apesar de não ter orçamento para produzir o disco por ser uma artista independente trabalhando num projeto universitário, Rosalía investiu muito dinheiro próprio, a ponto de quase falir. No entanto, continuou trabalhando nele, afirmando que "o meu objetivo era encontrar uma maneira de explicar essa tradição pela qual sou obcecada da maneira mais pessoal, sem medo e com risco. Antes de lançar o álbum, eu estava endividada e não tinha garantia que isso funcionaria, mas eu tinha a esperança de que, como estava fazendo de coração, fossem poucos ou muitos, que as pessoas que gostassem, gostassem de verdade".[13] O álbum foi quase todo gravado no apartamento de El Guincho em Barcelona com um computador, um microfone e uma mesa de som. Misturaria o flamenco tradicional com a música pop e urbana.[13]

Em maio de 2018, a cantora anunciou o título de seu próximo álbum numa pequena série caseira no YouTube.[36] ​​J Balvin lançou paralelamente o seu quinto álbum de estúdio, Vibras, que contou com a Rosalía na faixa "Brillo". Mais tarde naquele mês, Rosalía lançou o primeiro single do álbum "Malamente". O single chamou a atenção de personalidades internacionais como Kourtney Kardashian, Dua Lipa e inúmeros críticos de música.[37] Em agosto, Rosalía foi contratada para apresentar-se na festa de aniversário de 60 anos de Madonna, mas cancelou o show após vários conflitos logísticos.[38] "Malamente" foi promovido em várias premiações como o MTV Europe Music Awards de 2018, bem como o Grammy Latino. O seu videoclipe, dirigido pelo Canadá , viralizou na Internet e foi nomeado Vídeo do Ano pela Pitchfork.[39] A música foi indicada a cinco Grammys Latinos, dos quais ganhou dois, de Melhor Canção Alternativa e de Melhor Fusão/Performance Urbana. "Malamente" é foi cinco vezes disco platina em Espanha por vender mais de 200.000 cópias e também é platina nos Estados Unidos da América. O single seguinte, "Pienso en tu Mirá", foi lançado em julho pela Sony Music. O seu videoclipe também tornou-se viral nas redes sociais, com elogios à sua estética e simbolismo poético.[40] Muitos portais espanhóis já falavam sobre isso como o "fenómeno Rosalía" ou "furacão Rosalía". A música foi nomeada para Melhor Canção Pop no Grammy Latino de 2019. O terceiro single, "Di Mi Nombre", lançado três dias antes do álbum, rendeu a Rosalía o seu primeiro single número um em Espanha.[41]

El Mal Querer foi lançado a 2 de novembro de 2018 e estreou no número dois na parada PROMUSICAE. É apresentado como experimental e conceitual, girando em torno de um relacionamento heterossexual tóxico, inspirado no romance occitano anônimo do século XIII Flamenca.[42] Ele entrou nas paradas da Bélgica, Suíça, Portugal, Holanda e Estados Unidos, onde o álbum estreou no topo da parada de álbuns pop latinos dos EUA. El Mal Querer foi universalmente aclamado pelos críticos de música. Escrevendo para o The Guardian, o crítico principal Alexis Petridis elogiou muito o álbum, dando-lhe a classificação mais alta e descrevendo-o como "o cartão de visita de um novo talento único".[3] El Mal Querer foi listado em mais de vinte listas de final de ano e final de década de álbuns por publicações como Pitchfork, Billboard e The Guardian.[43][44] A Rolling Stone listou-o em 315º na sua lista dos 500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos de 2020, tornando-o o álbum em espanhol mais alto da lista.[45][4] El Mal Querer foi mais tarde indicado a vários prémios, incluindo quatro Grammys Latinos, um prémio de Música Billboard Latina, um Prémio de Música Latino-Americana e um prémio de Música LOS40. Ganhou os prêmios Grammy Latino de Álbum do Ano, Melhor Álbum Vocal Pop Contemporâneo, Melhor Álbum de Engenharia e Melhor Pacote de Gravação. Portanto, Rosalía tornou-se a primeira mulher a receber o Grammy Latino de Álbum do Ano desde Shakira em 2006.[46] Ela também ganhou um Grammy de Melhor Álbum de Rock Latino, Urbano ou Alternativo.

Em 2019 Rosalía participou no filme de Pedro Almodóvar Dor e Glória.[47][48] Essa, porém, não foi a primeira vez que Rosalía participou numa produção audiovisual. Em 2018, cantou a música tema da segunda temporada da série espanhola de sucesso da Netflix Paquita Salas e contribuiu com os vocais para a trilha sonora de Arde Madrid.[49][50] Em fevereiro de 2019, Rosalía apresentou um cover renovado de "Me Quedo Contigo" de Los Chunguitos ao lado do Orfeó Català no 33º Prêmio Goya , que recebeu aclamação universal da crítica e do público.[51] Embarcou na sua primeira turnê mundial, a El Mal Querer Tour, em apoio ao seu segundo álbum de estúdio um mês depois. A turnê visitou vários festivais como Lollapalooza, Glastonbury e Coachella.[52] Mais de 63.000 pessoas viram Rosalía ao vivo no Primavera Sound, em Barcelona, ​​tornando-se o concerto mais assistido da turnê.[53] A turnê terminou em dezembro de 2019 no WiZink Center em Madrid após 43 shows (12 datas solo – três delas em arenas – e 31 em festivais).[54]

Rosalía apresentando-se para uma multidão de 63.000 pessoas no Primavera Sound em junho de 2019

Durante a turnê, Rosalía lançou várias músicas. A 28 de março de 2019, lançou uma segunda colaboração com Balvin, "Con Altura". Apesar de inicialmente receber críticas mistas dos críticos, "Con Altura" liderou as paradas na Argentina, Colômbia, República Dominicana, México, Venezuela e Espanha. O seu videoclipe, dirigido pelo diretor X, tornou-se o videoclipe mais assistido por uma artista feminina de 2019.[55][56] Também gerou o seu apelido "La Rosalía" e sua coreografia acabou tornando-se viral e um momento no pop latino cultura.[57] "Con Altura" ganhou dois MTV Video Music Awards de Melhor Vídeo Latino e Melhor Coreografia, fazendo dela o primeiro ato espanhol a ganhar um.[58] Também ganhou Melhor Colaboração no MTV Europe Music Awards de 2019 e Melhor Canção Urbana no Grammy Latino de 2019. A música já vendeu mais de sete milhões de cópias em todo o mundo até agora.[59] Em maio, Rosalía lançou a música "Aute Cuture".[60] Tornou-se o seu terceiro número um em Espanha e ganhou uma indicação ao Grammy Latino de Gravação do Ano.[61] Em julho ela lançou o single Fucking Money Man, que inclui duas faixas: "Millionària" (cantado em catalão) e "Dios Nos Libre del Dinero".[62] "Milionària" foi um sucesso, tornando-se a sua quarta música número um no seu país de origem. A 15 de agosto lançou a sua colaboração com Ozuna "Yo x Ti, Tu x Mi".[63] Tornando-se o seu quinto single número um em Espanha.[64] Obteve duas vitórias: Melhor Canção Urbana e Melhor Fusão/Performance Urbana no 21º Grammy Latino.[65] Em novembro, Rosalía lançou "A Palé", que apresenta backing vocals de James Blake, com quem ela havia trabalhado anteriormente em "Barefoot in the Park".[66][67] Em dezembro, Rosalía foi apresentada ao lado de Lil Baby no remix de "Hight in the Room" de Travis Scott. Com um pico de quatro, isso marcou a primeira vez que uma música dela entrou no gráfico global do Spotify.[68] Foi premiada com o prémio Rising Star da Billboard 's Women in Music pelo reconhecimento internacional que alcançou durante o ano e por "mudar o som da música mainstream de hoje com seu novo pop influenciado pelo flamenco".[11]

Rosalía apresentando-se no Palau Sant Jordi em dezembro de 2019

A performance de Rosalía de "Juro Que" no 62º Grammy Awards marcou a primeira vez que uma artista espanhola apresentou-se na gala. Também tornou-se a primeira cantora espanhola da história a ser indicada para Melhor Artista Revelação.[69] Durante a quarentena, Rosalía lançou "Dolerme"[70] e, em maio, "TKN", a sua segunda colaboração com Travis Scott, acabou tornando-se a sua primeira entrada na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos, estreando no número 66. Também como o sexto single número um delano seu país de origem. Tornou-se muito popular no TikTok globalmente.[71][72][73] O videoclipe de "TKN", dirigido por Nicolás Méndez, ganhou o Grammy Latino de Melhor Videoclipe Curta.[74] Ele também gerou uma indicação para Melhor Direção no Berlin Music Video Awards. Em 22 de junho, Arca e Rosalía lançaram sua colaboração altamente antecipada "KLK", incluída no álbum do músico KiCk i.[75]

2020–presente: Colaborações e Motomami[editar | editar código-fonte]

Rosalía começou a provocar o seu terceiro álbum de estúdio em 2020, afirmando que seria lançado "espero que em 2020, mas sempre que fizer sentido". Ela também revelou que não incluirá os sete singles lançados desde o lançamento de El Mal Querer.[76] Também descartou a ideia de lançar um box set ou um álbum de compilação onde essas músicas seriam incluídas.[77] As sessões de gravação para este novo álbum conceitual começaram em 2019. No início de 2020, Rosalía mudou-se para Miami devido a circunstâncias imprevistas da pandemia do COVID-19.[78] Quando as restrições de viagem dos Estados Unidos começaram a diminuir, a cantora viajou para Porto Rico pela primeira vez, onde gravou sessões com Lunay, Rauw Alejandro e Tego Calderón.[79][80] Durante o seu tempo na ilha, também gravou um remix de "Relación" de Sech, que também conta com Daddy Yankee, Farruko e J Balvin. O remix foi lançado a 4 de setembro e rendeu a Rosalía a sua segunda entrada na Billboard Hot 100, chegando a 64.[81]

Participou no terceiro álbum solo de Bad Bunny, El Último Tour del Mundo, na faixa "La Noche De Anoche", que mais tarde foi lançada como single no Dia dos Namorados.[7][82] A colaboração, realizada no Saturday Night Live, tornou-se um grande sucesso comercial, estreando em segundo lugar na parada global do Spotify com 6,63 milhões de streams num único dia, marcando a maior estreia de uma música totalmente cantada em espanhol na história.[83] Também marcou a nona melhor estreia na plataforma em 2020 e a segunda maior estreia no Spotify Espanha na história da música. Uma semana depois, ela colaborou ao lado de The Weeknd no remix de "Blinding Lights".[84] Em 21 de janeiro de 2021, a cantora lançou "Lo Vas a Olvidar", a tão esperada colaboração com Billie Eilish após dois anos de trabalho para promover um episódio especial do programa Euphoria.[85] Em maio, Rosalía surpreendentemente lançou uma colaboração com o músico experimental Oneohtrix Point Never intitulada "Nothing's Special".[86] Em setembro, Rosalía colaborou com a rapper dominicana Tokischa na sua canção "Linda".[87]

Em 2 de novembro de 2021, Rosalía anunciou o título de seu novo álbum, Motomami, que foi lançado em 18 de março de 2022 pela Columbia Records. O seu primeiro single, "La Fama", com The Weeknd, foi lançado em 11 de novembro de 2021. Em dezembro de 2021, a Rockstar Games lançou uma nova estação de rádio Grand Theft Auto Online, Motomami Los Santos, com curadoria de Rosalía e Arca.[88] Em fevereiro de 2022, Rosalía revelou a capa do álbum Motomami e lançou "Saoko" como o segundo single do álbum.[89] Em 24 de fevereiro de 2022, Rosalía lançou "Chicken Teriyaki " como terceiro single do álbum.[90]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Grammy Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Nomeação Categoria Resultado
2020[91] Ela mesma Best New Artist Indicado
2020[91] El Mal Querer Best Latin Rock, Urban or Alternative Album Venceu

Grammy Latino[editar | editar código-fonte]

Ano Nomeação Categoria Resultado Ref.
2017 Ela mesma Best New Artist Indicado
2018 Malamente Record of the Year Indicado [92]
2018 Malamente Song of the Year Indicado [92]
2018 Malamente Best Alternative Song Venceu [92]
2018 Malamente Best Urban Fusion/Performance Venceu [92]
2018 Malamente Best Short Form Music Video Indicado [92]
2019 El Mal Querer Album of the Year Venceu [93]
2019 El Mal Querer Best Contemporary Pop Vocal Album Venceu [93]
2019 Aute Cuture Record of the Year Indicado [93]
2019 Pienso en tu mirá Best Pop Song Indicado [93]
2019 Con Altura Best Urban Song Venceu [93]

Turnês[editar | editar código-fonte]

Promocional[editar | editar código-fonte]

  • El Mal Querer Live (2018)

Referências

  1. «Rosalía, una veu per al passat i el futur del flamenc» [Rosalía, a Voice for the Past and the Future of Flamenco] (em Catalan) 
  2. «Rosalía, la estrella catalana del flamenco, preguntada tres veces por el procés». En Blau (em espanhol). 30 de outubro de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  3. a b «Rosalía: El Mal Querer review – flamenco-pop star is a formidable new talent». the Guardian (em inglês). 1 de novembro de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  4. a b «Rosalía: La revista Rolling Stone la ha incluido en su nuevo ránking». La Vanguardia (em espanhol). 24 de setembro de 2020. Consultado em 9 de julho de 2022 
  5. a b «Rosalía, one of the big winners at the Latin Grammys». In English (em inglês). 15 de novembro de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  6. «Los 10 hitos de Rosalía». La Voz de Galicia (em espanhol). 25 de janeiro de 2020. Consultado em 9 de julho de 2022 
  7. a b Cobo, Leila; Cobo, Leila (27 de novembro de 2020). «Bad Bunny Talks Surprise New Album 'El Ultimo Tour del Mundo' & Rosalia Collab». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  8. Cantor-Navas, Judy; Cantor-Navas, Judy (12 de dezembro de 2019). «Rosalia's 10 Star-Making Songs». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  9. Nast, Condé (2 de novembro de 2021). «Rosalía Announces New Album Motomami». Pitchfork (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  10. Nast, Condé. «Rosalía: Motomami». Pitchfork (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  11. a b Aniftos, Rania; Aniftos, Rania (3 de dezembro de 2019). «Alicia Keys, Megan Thee Stallion & Rosalia to Be Honored at Billboard's 2019 Women in Music». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  12. «Rosalía is the first Grammy best new artist nominee recognized for music in Spanish». Chicago Tribune. Consultado em 9 de julho de 2022 
  13. a b c Barrionuevo, Alexei; Barrionuevo, Alexei (24 de fevereiro de 2020). «La Rosalía: El Sonido de la Energía, la Libertad y el Amor». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  14. «Telecinco, miserable, asedia a Rosalía: "Enseñamos a su madre recién separada"». En Blau (em espanhol). 8 de julho de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  15. El paso de Rosalía por 'Taller de músics', consultado em 9 de julho de 2022 
  16. Lluís Cabrera: "Rosalía ha ocupat un buit", consultado em 9 de julho de 2022 
  17. «Rosalía Is the Future of Pop Music». W Magazine (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  18. «Maria com Rosalía la zowi e as perucas». Twitter (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  19. «Rosalía y su ayer en el grupo Kejaleo». Más vale ser punky que currar en una multi... (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  20. «Rosalía, flamenca, que no charnega». ELMUNDO (em espanhol). 10 de fevereiro de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  21. «25 cosas que no sabías de Rosalía, la artista más amada y odiada del momento». El Español (em espanhol). 12 de novembro de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  22. a b «26 cosas que no sabías de Rosalía en su cumpleaños 26». Paco Zea (em espanhol). 25 de setembro de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  23. «C. Tangana estrena "Antes de morirme" (2016)». MondoSonoro (em espanhol). 1 de julho de 2016. Consultado em 9 de julho de 2022 
  24. LOS40 (1 de julho de 2019). «Hace 3 años del día que lo cambió todo para Rosalía y C. Tangana». LOS40 (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  25. a b batalla (20 de setembro de 2020). «Refree: "Los discos con Sílvia Pérez Cruz, Rosalía y Lina son como una trilogía personal"». paris-barcelona.com (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  26. «Rosalía Biography, Songs, & Albums». AllMusic (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  27. BARCELONA, ESTER TORRAS / (11 de fevereiro de 2017). «Rosalía, flamenc sense 'tablaos'». elperiodico (em catalão). Consultado em 9 de julho de 2022 
  28. «Rosalía, la joven cantaora catalana que ha revolucionado el flamenco». La Vanguardia (em espanhol). 8 de fevereiro de 2017. Consultado em 9 de julho de 2022 
  29. «Los diez mejores discos nacionales de 2017, según ABC». abc (em espanhol). 30 de dezembro de 2017. Consultado em 9 de julho de 2022 
  30. YOTELE, REDACCIÓN (20 de novembro de 2018). «RTVE intentó que Rosalía participara en la preselección a Eurovisión de 2017». elperiodico (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  31. «RTVE intentó seducir a Rosalía para la preselección de Eurovisión 2017». El Televisero (em espanhol). 20 de novembro de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  32. Bianciotto, Jordi (2 de março de 2018). «CRÓNICA | Rosalía y Raül Fernández, mucha vida». elperiodico (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  33. «Juanes: «En lo alto de la música están Carlos Gardel, Edith Piaf... y Rosalía»». abc (em espanhol). 22 de novembro de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  34. Nast, Condé (31 de outubro de 2018). «Detrás del 'Fenómeno Rosalía' está la misma mujer que convirtió en fenómeno a J. Balvin». Vanity Fair (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  35. Cantor-Navas, Judy; Cantor-Navas, Judy (29 de outubro de 2018). «All About Rosalía and Her Anticipated Album 'El Mal Querer'». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  36. ROSALÍA'18 #003 - EL MAL QUERER (Parte 3), consultado em 9 de julho de 2022 
  37. Nast, Condé (9 de agosto de 2018). «La señal de que 'Malamente' de Rosalía ha cruzado fronteras de forma definitiva». GQ España (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  38. LOS40 (13 de junho de 2019). «Madonna nos desvela por qué Rosalía no cantó en su cumpleaños». LOS40 (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  39. «The Best Music Videos of 2018». Pitchfork (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  40. «Rosalía, número 1 en Youtube España con 'Malamente' y en los virales de Spotify con 'Brillo'». jenesaispop.com (em espanhol). 31 de maio de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  41. «Rosalía, número 1 de singles en España... pero no con 'Malamente'». jenesaispop.com (em espanhol). 13 de novembro de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  42. «Rosalía: "Ni yo ni mi música hemos cambiado"». La Vanguardia (em espanhol). 29 de outubro de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  43. «PAPER's Top 20 Albums of 2018». PAPER (em inglês). 17 de dezembro de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  44. «The 50 Best Albums Of 2018». Stereogum (em inglês). 4 de dezembro de 2018. Consultado em 9 de julho de 2022 
  45. Nast, Condé (8 de outubro de 2019). «The 200 Best Albums of the 2010s». Pitchfork (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  46. Facebook; Twitter; options, Show more sharing; Facebook; Twitter; LinkedIn; Email; URLCopied!, Copy Link; Print (15 de novembro de 2019). «Latin Grammys 2019: Rosalía makes history, Bad Bunny addresses reggaeton snubs». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  47. «Así es la sorprendente participación de Rosalía en 'Dolor y Gloria', lo nuevo de Pedro Almodóvar». El Español (em espanhol). 19 de março de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  48. Jones, Benjamin; Jones, Benjamin (5 de setembro de 2019). «Oscars: Spain Picks Pedro Almodovar's 'Pain and Glory' for International Feature Category». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  49. FormulaTV. «Rosalía estará presente en 'Arde Madrid', la serie de Paco León para Movistar+». FormulaTV (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  50. Nast, Condé (18 de junho de 2018). «Por qué Rosalía acaba de convertirse en el mejor fichaje hasta la fecha de Paquita Salas». Vanity Fair (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  51. Cordero, Por Gonzalo (2 de fevereiro de 2019). «Y así es como Rosalía te levanta unos Goyas». Esquire (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  52. Sebastián, Víctor (28 de novembro de 2018). «La conquista mundial de Rosalía sigue su curso y actuará en México y en las ediciones latinoamericanas del Lollapalooza». WATmag (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  53. Rosalía congrega a 63.000 personas durante su actuación en el Primavera Sound (em espanhol), 2 de junho de 2019, consultado em 9 de julho de 2022 
  54. Maltas, Mar Rocabert (20 de setembro de 2019). «Rosalía anuncia un segundo concierto en Barcelona tras agotar las entradas». Madrid. El País (em espanhol). ISSN 1134-6582. Consultado em 9 de julho de 2022 
  55. Brandle, Lars; Brandle, Lars (16 de outubro de 2019). «Rosalía and J Balvin's 'Con Altura' Hits One Billion Views on YouTube». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  56. «Rosalía's 'Con Altura' the highest viewed video by a female artist this year». Tone Deaf (em inglês). 8 de julho de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  57. Marder, Hannah. «30 Things That Basically Everyone Was Talking About This Week». BuzzFeed (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  58. «Rosalía, primera artista española que gana un MTV Video Music Award». abc (em espanhol). 27 de agosto de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  59. Cantor, Brian (10 de outubro de 2019). «ROSALÍA, J Balvin & El Guincho's "Con Altura" Earns Gold Certification In United States». Headline Planet (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  60. País, El (30 de maio de 2019). «Rosalía presenta 'Aute Cuture', su nuevo 'single'». Madrid. El País (em espanhol). ISSN 1134-6582. Consultado em 9 de julho de 2022 
  61. Exposito, Suzy; Exposito, Suzy (24 de setembro de 2019). «Spanish Artists Lead 20th Annual Latin Grammy Nominations». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  62. García, Anna Abella / Julián (5 de julho de 2019). «Olé por el catalán 'tra tra' de Rosalía». elperiodico (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  63. Fernandez, Suzette; Fernandez, Suzette (27 de agosto de 2019). «Rosalia and Ozuna Heat Up the MTV VMAs Stage With 'Yo X Ti, Tu X Mi' Performance: Watch». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  64. «Rosalía consigue su 5º número 1 de singles en España con 'Yo x Ti, Tu x Mi' con Ozuna». jenesaispop.com (em espanhol). 3 de setembro de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  65. Shaffer, Claire; Shaffer, Claire (29 de setembro de 2020). «J Balvin, Bad Bunny, Ozuna Lead 2020 Latin Grammys Nominations». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  66. Krol, Charlotte (7 de novembro de 2019). «Rosalía shares bass-heavy new single 'A Palé' – listen». NME (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  67. Dazed (5 de abril de 2019). «Rosalía stars alongside James Blake in the 'Barefoot in the Park' video». Dazed (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  68. «The theme for Pirelli 2020 calendar is Looking for Juliet». Prestige Online - Singapore (em inglês). 5 de setembro de 2019. Consultado em 9 de julho de 2022 
  69. Twitter; Instagram; Email; Facebook (20 de novembro de 2019). «Rosalía is the first Grammy best new artist nominee recognized for music in Spanish». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  70. Nast, Condé (24 de março de 2020). «Rosalía Shares New Song "Dolerme"». Pitchfork (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  71. «Rosalía logra su primera entrada en el Billboard Hot 100». jenesaispop.com (em espanhol). 8 de junho de 2020. Consultado em 9 de julho de 2022 
  72. «¿Cómo ha llegado 'TKN' de Rosalía a ser un pequeño hit en Europa?». jenesaispop.com (em espanhol). 19 de agosto de 2020. Consultado em 9 de julho de 2022 
  73. «Rosalía Announces New Track "TKN" Alongside Travis Scott». HYPEBEAST. 26 de maio de 2020. Consultado em 9 de julho de 2022 
  74. «Travis Scott Wins Latin GRAMMY for 'TKN' With Rosalia | Entertainment Tonight». www.etonline.com (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  75. Nast, Condé (22 de junho de 2020). «Arca and Rosalía Link Up for New Song "KLK"». Pitchfork (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  76. «Rosalía pide visibilizar a las mujeres». El Universal (em espanhol). 2 de julho de 2020. Consultado em 9 de julho de 2022 
  77. «Rosalía denkt niet in singles maar in projecten». 3voor12 (em neerlandês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  78. Taulés, Silvia (19 de dezembro de 2020). «Rosalía, sin empresas ni propiedades en España, se instala en Miami de alquiler». vanitatis.elconfidencial.com (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  79. «Rosalía: ¿Vacaciones o trabajo? Entérate qué esconde la cantante española en su viaje a Puerto Rico». Mui (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  80. «Rosalía y Tego Calderón sorprenden con posible colaboración». TELEMUNDO.com (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  81. Aragón, Heraldo de. «Rosalía, Daddy Yankee, Balvin y Farruko juntos en el remix de 'Relación' de Sech». heraldo.es (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  82. Sport (14 de fevereiro de 2021). «Rosalía y Bad Bunny estrenan hoy el videoclip de La noche de anoche». sport (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  83. «Bad Bunny rompe el récord de escuchas de un álbum en Spotify con 'El Último Tour del Mundo'». Diario Sur (em espanhol). 28 de novembro de 2020. Consultado em 9 de julho de 2022 
  84. «Rosalía y The Weeknd lanzan juntos el remix de 'Blinding Lights'». La Vanguardia (em espanhol). 4 de dezembro de 2020. Consultado em 9 de julho de 2022 
  85. Flores, Griselda; Flores, Griselda (19 de janeiro de 2021). «Billie Eilish and Rosalía's Highly Anticipated Collab 'Lo Vas a Olvidar' Is Dropping This Week». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  86. Nast, Condé (19 de maio de 2021). «Oneohtrix Point Never and Rosalía Share New Song "Nothing's Special"». Pitchfork (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  87. Periódico, El (1 de setembro de 2021). «Así suena 'Linda', la colaboración de Rosalía con Tokischa». elperiodico (em espanhol). Consultado em 9 de julho de 2022 
  88. «Rosalía joins GTA Online radio station alongside Arca». HOLA (em inglês). 15 de dezembro de 2021. Consultado em 9 de julho de 2022 
  89. Roiz, Jessica; Roiz, Jessica (31 de janeiro de 2022). «Rosalia Bares All on 'MOTOMAMI' Album Cover & Announces New Single: See Photo». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  90. Bowenbank, Starr; Bowenbank, Starr (24 de fevereiro de 2022). «Rosalia Hits the Dance Studio in Choreography-Filled 'Chicken Teriyaki' Video: Watch». Billboard (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  91. a b Por Redação Portal T5 (20 de novembro de 2019). «Veja a lista completa de indicados ao Grammy Awards 2020». Portal T5. Consultado em 28 de setembro de 2017 
  92. a b c d e «19th Latin Grammy Awards Nominations» (PDF). latingrammy.com. 21 de setembro de 2018 
  93. a b c d e Exposito, Suzy; Exposito, Suzy (24 de setembro de 2019). «Spanish Artists Lead 20th Annual Latin Grammy Nominations». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons