Roteiro (Alagoas)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Roteiro
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico roteirense
Localização
Localização de Roteiro em Alagoas
Localização de Roteiro em Alagoas
Roteiro está localizado em: Brasil
Roteiro
Localização de Roteiro no Brasil
Mapa de Roteiro
Coordenadas 9° 49' 58" S 35° 58' 40" O
País Brasil
Unidade federativa Alagoas
Municípios limítrofes Jequiá da Praia, Barra de São Miguel e São Miguel dos Campos
Distância até a capital 58 km
História
Fundação 1963
Aniversário 18 de Dezembro
Administração
Prefeito(a) Wladimir Chaves de Brito (PDT, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 129,288 km²
População total (IBGE/2010[2]) 6 656 hab.
Densidade 51,48 hab./km²
Clima Tropical úmido
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,522 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 37 106,007 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 5 392,53

Roteiro é um município brasileiro do estado de Alagoas. Sua população estimada em 2004 era de 6.749 habitantes. Situado a 82 quilômetros de Maceió, possui um território de, aproximadamente, 129,289 km². Roteiro esta situado a uma altitude de 32 metros acima do nível do mar.

História[editar | editar código-fonte]

Os índios Caetés foram os primeiros habitantes da região, por volta de 1853. A primeira moradora, Francisca de Albuquerque, instalou-se no sítio Livramento, construindo também, em 1900, a primeira capela em homenagem à Nossa Senhora do Livramento. O primeiro recenseamento do local foi realizado em 1912 por João Gomes, José Balbino e Mandu Araújo.

O povoado teve o nome mudado para Roteiro pelos próprios moradores, pois eles acreditavam que os jesuítas descobriram no local o "roteiro" de Dom Pero Fernandes Sardinha, devorado pelos índios na região. Depois de ver o povoado sendo transformado em vila, o padre Júlio de Albuquerque, da então freguesia de São Miguel dos Campos, decidiu vender o patrimônio de Nossa Senhora do Livramento - doado por Francisca de Albuquerque à santa antes de sua morte para Antonio Martins Moreira, que o revendeu, fazendo-o passar por muitos donos.

A emancipação política chegou por meio da Lei 2.648, em 18 de dezembro de 1963, oficializado definitivamente em 1966. Os principais líderes do movimento foram: Nemésio Gomes da Silva, Abelardo Lopes e Diney Torres.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O município possui atualmente uma das maiores atrações turísticas de Alagoas: a praia do Gunga, uma enorme costa de areia branca, cheia de coqueiros, que une as águas do Oceano Atlântico com da Lagoa de Roteiro. A cidade é conhecida também pela fartura de sua Lagoa que é rica em sururu, massunim, peixes e ostras, sem falar da prática de esportes náuticos nas suas águas

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Alagoas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.