Roth Racing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Canadá Roth Racing
Carro da Roth Racing durante treino das
500 Milhas de Indianápolis de 2007.
Informações gerais
Nome completo Roth Racing
Chefe de equipe Canadá Marty Roth
Categorias IndyCar Series
Pilotos Canadá Marty Roth
Estados Unidos P. J. Chesson
Estados Unidos John Andretti
Inglaterra Jay Howard
Motor Toyota, Honda
Chassis Dallara
IndyCar Series
Estreia 500 Milhas de Indianápolis, 2004
Corridas concluídas 27 (25 largadas)
Última corrida GP de Chicago, 2008
Outras categorias
Indy Pro Series

A Roth Racing foi uma equipe canadense de corridas automobilísticas que competiu pela Indy Racing League entre 2004 e 2008. A equipe foi fundada em 2004 pelo empresário e piloto Marty Roth, para disputar a Indy Pro Series (atual Indy Lights).

Trajetória na IndyCar[editar | editar código-fonte]

A estreia da Roth na IndyCar foi em 2004, nas 500 Milhas de Indianápolis, com um carro pintado em várias cores.

Em 2005, disputou novamente a Indy 500, onde o patrão e piloto Marty Roth não completou a corrida por problemas mecânicos. No ano seguinte, disputou quatro provas (incluindo as 500 Milhas, onde não se classificou), onde o melhor resultado foi um décimo-segundo lugar conquistado pelo norte-americano P. J. Chesson, no GP de Homestead.

A equipe disputaria novamente quatro corridas em 2007, novamente com Roth e Chesson. O melhor resultado foi um décimo-quarto lugar, em Chicago. Em 2008, disputou sua única temporada completa na já reunificada IndyCar. Marty Roth permaneceria como manager e piloto, correndo 16 provas. O inglês Jay Howard e o norte-americano John Andretti (irmão de Michael Andretti) disputaram, respectivamente, seis e cinco etapas. O melhor resultado da Roth foi um décimo-primeiro lugar obtido por John Andretti, no GP de Iowa.

A Roth tentou se inscrever para a Indy 500 de 2009, com os carros #25 e #52. Marty Roth seria um dos pilotos, mas, desgostoso por ter sido impedido de correr pela organização da categoria, que o colocou para disputar "algumas provas em ovais" e do GP de Toronto (cidade natal do piloto-chefe de equipe), anunciou sua aposentadoria como piloto e vendeu o time para Alex Tagliani, Andre Azzi e Joe Freudenberg, que o transformaram em FAZZT Race Team. Porém, especulava-se que Nelson Philippe (ex-piloto da Champ Car) seu irmão Richard e familiares da dupla comprariam o espólio da Roth, transformando-a no Team France[1][2]. Porém, o projeto foi arquivado.

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cavin, Curt. Jan. 7: On Detroit, Montreal and Houston, Indianapolis Star, 7 de janeiro de 2009
  2. Miller, Robin. Helio Out; Penske Naming Successor this Week, says Miller, SpeedTV.com, 11 de janeiro de 2009
Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.