Rottweiler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rottweiler
Rottweiler adulto
Nome original Rottweiler Metzgerhund
País de origem  Alemanha
Características
Peso macho 50-60 kg
Peso fêmea 35-48 kg
Altura macho 61-69 cm na cernelha
Altura fêmea 56-63 cm na cernelha
Pelo curto
Cor preto com marcações castanho
Expectativa de vida 8-10 anos
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 2 - Cães de tipo pinscher e schnauzer, molossoides, cães montanheses e boiadeiros suíços
Seção 2 - Molossos, tipo dogue
Estalão #147 - 06 de abril de 2000
Notas Pressão de mordida: 148 kg

Rottweiler[Nota](em alemão: Rottweiler Metzgerhund) é uma raça canina desenvolvida na Alemanha. Cão criado por açougueiros da região de Rottweil para o trabalho com o gado, logo tornou-se um eficiente animal de guarda e boiadeiro, além de ser útil na tração. Devido à sua utilidade, tornou-se popular em todo o mundo. É uma raça descrita como de exemplares inteligentes, valentes e devotados. Fisicamente é um animal forte, de pelagem preta e curta, com marcações em castanho; é robusto e de estrutura compacta, que transparece força, agilidade e resistência.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Rottweiler macho adulto.

O Rottweiler provavelmente descende de cães romanos(provavelmente o Molossus) que eram criados como cães de guarda e boiadeiro. Esses cães imigraram com as legiões romanas através dos Alpes, até chegarem nos arredores da cidade de Rottweil, na Alemanha, onde tiveram contato com os cães da região. Houve, então, uma miscigenação com os cães locais, dando origem à versão primitiva do que hoje chamamos de Rottweiler. Esta versão primitiva e ancestral da raça que conhecemos hoje, possuía grande semelhança à raça Grande Boiadeiro Suíço, a qual nos primórdios pode ter sido parte da mesma raça ou vice e versa. A tarefa principal deste novo cão alemão também era a condução e a guarda de grandes rebanhos, a lida com o gado, a tração de pequenas cargas de leite e a proteção do dono e seu patrimônio. Os açougueiros tradicionalmente os mantinham e utilizavam estes cães para auxiliá-los nestas várias tarefas. No final do século XIX, com a proibição do uso de cães na lida com rebanhos, todos os chamados "Cães de açougueiro"(Cães de boiadeiro) foram quase totalmente extintos do país. Porém na cidade de Rottweil, fiéis admiradores destes cães reuniram-se buscando resgatar a raça através de uma única fêmea pura restante. O resgate deu-se através de cruzamentos bem selecionados com outros cães de tipo similar. Com o sucesso, posteriormente foi fundado um clube(ADRK) e a raça recebeu o nome de Rottweiler por causa da cidade de Rottweil: seu nome original "Rottweiler Metz-gerhund", significa "Cão de açougueiro de Rottweil". No início do século XX (1910), quando foram pesquisadas diversas raças para a função policial, o Rottweiler foi avaliado e em pouco tempo demonstrou ser extraordinariamente adequado às tarefas do serviço policial. E por suas qualidades foi ganhando popularidade, permanecendo até hoje entre os cães de guarda mais populares do mundo.[2] [3]

Temperamento[editar | editar código-fonte]

O Rottweiler é uma raça de cães de trabalho, conhecida por sua coragem. Nos principais clubes que registram a raça na Europa, os exemplares de Rottweiler precisam passar por um teste conhecido pela sigla ZTP, este teste é composto por uma avaliação morfológica e avaliação de caráter/temperamento. Apenas os cães aprovados no ZTP podem ser reproduzidos, e assim passar suas boas qualidades, tanto físicas quanto psicológicas, para que seus descendentes continuem aptos para executar a principal função da raça, a guarda e proteção.[4] O rottweiler trata-se de um cão inteligente, que necessita ser adestrado e socializado desde filhote. Devido a sua inteligência e versatilidade a raça tem sido muito aproveitada em trabalhos diversos.[5] Os exemplares machos da raça costumam apresentar temperamento bastante dominante, portanto, sendo indicados para donos experientes e firmes. Além disso, a raça também é bastante territorial e desconfiada com estranhos, tendo grande aptidão para a guarda residencial.

É considerado um cão bastante equilibrado, e possui um instinto territorial muito aguçado, ainda assim é uma raça tranquila com a família, muito apaixonada por seus proprietários e também bastante resistente. Outra grande qualidade da raça é a boa convivência com outros animais, contanto que da mesma forma como com a convivência com crianças, tenha sido socializado desde cedo. Os cães Rottweiler quando são educados de uma maneira equivocada, por pessoas que não estão acostumadas com o manuseio de cães, principalmente de porte grande, podem acabar se tornando animais agressivos. Por isso a raça não é adequada para pessoas que não saibam assumir o controle e a liderança de seu cão. Outra peculiaridade da raça é que, eles necessitam realmente do convívio com seus proprietários, como são animais muito devotados, tendem a não lidar bem com o confinamento e a solidão.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «ROTTWEILER». Saúde Animal. Consultado em 24 de maio de 2011 
  2. «Padrão oficial do Rottweiler» (PDF). CBKC. Consultado em 14 de Dezembro de 2015 
  3. História completa do Rottweiler (em inglês)
  4. Teste ZTP
  5. «ROTTWEILER». Guia de Raças. Consultado em 19 de Abril de 2014 
  6. «CAÇA ROTTWEILER». Blog do Cachorro. Consultado em 19 de Abril de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Rottweiler
Ícone de esboço Este artigo sobre cães, integrado ao Projeto Cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.