Marco Horácio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Rouxinol Faduncho)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde julho de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marco Horácio
Nome completo Marco Horácio da Silva Faustino
Nascimento 6 de janeiro de 1974 (42 anos)
Wolfach, Alemanha
Nacionalidade Portugal portuguesa
Atividade Apresentador, humorista, cantor, actor

Marco Horácio da Silva Faustino (Wolfach, Alemanha Ocidental, 6 de Janeiro de 1974) é um humorista, apresentador de televisão e actor português[1] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aos 10 anos, mudou-se para Vieira de Leiria. Desde cedo manifestou grande entusiasmo pela arte do espectáculo, tendo participado em diversos eventos de cariz social e humanitário.

Destacou-se aquando do programa Levanta-te e Ri da SIC.

Marco Horácio tem várias personagens conhecidas, sendo alguns o Rouxinol Faduncho, Agente Simões e o Mágico Bóris.

Em 2014 empenha-se na produção do filme "Mau Mau Maria".

Televisão[editar | editar código-fonte]

Apresentador
Actor

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • Arte de Roubar (The Art of Stealing) (2008)[2]
  • Mau Mau Maria (2014) - ator, argumentista e produtor

Filme

Marco Horácio fez várias dobragens para filmes e séries de animação. Uma das que se destacou mais foi "O Panda do Kung Fu", cabendo-lhe dar voz ao Panda Po, outra foi "O Gang dos Tubarões" cabendo-lhe dar voz ao Tubarão Lenny.

Música[editar | editar código-fonte]

  • Rouxinol Faduncho é uma personagem, criado pelo actor e humorista Marco Horácio, que nasce de um trabalho de análise e observação, a algumas figuras características da nossa sociedade, ligadas ao mundo do fado bairrista. Esta observação resulta na criação do Rouxinol Faduncho, um personagem com vida própria, com personalidade com «tiques», gestos, gosto e uma abordagem social completamente distinta e reconhecida como tendo todos os requisitos de um Homem Real.

O personagem Rouxinol Faduncho é um fadista, ex-emigrante que foi expulso da Alemanha, país onde se encontrava emigrado, por vezes contrabando de alguns produtos nacionais para venda aos portugueses emigrados, nomeadamente morcelas. Já na Alemanha cantava fado em algumas tascas e o sucesso era estrondoso.

Chegado a Portugal, decide gravar o seu primeiro CD intitulado «Grandes Êxitos de Rouxinol Faduncho». Lançado a 5 de Dezembro de 2005 foi disco de ouro (entregue ao próprio pelas mãos de Júlio Isidro) e o disco com mais downloads feitos em Portugal até Maio de 2006, foi também o CD mais pirateado até ao verão de 2006. Tenta convencer as pessoas de que têm de comprar o seu CD, como forma de contribuírem para uma grande CA'U'SA, uma casa que está a construir em Barcarena para si e para os seus Cães de Loiça.

Tendo conseguido enganar as pessoas com o primeiro CD, decide lançar o segundo CD intitulado «Best On», On porque está ligado. A saga continua e como qualquer cidadão que constrói em Portugal, Rouxinol Faduncho também teve problemas com a licença de habitação e tem a obra embargada. Assim apela agora à compra do seu novo trabalho «Best On» para que os seus «Cães de Loiça», sendo assumida como a sua personagem de Marco neste segundo CD.

Rouxinol faz-se acompanhar ao longo deste musical humorístico, por três grandes músicos do fado:Paulo Valentim (guitarist) (guitarra portuguesa), João Mário Veiga (viola) e Rodrigo Serrão (baixo).

Discografia

Livros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sofia Piçarra (13 de Janeiro). «“É um alívio ‘Casa dos Segredos’ acabar, porque não traz nada de bom às pessoas”». Correio da Manhã. Consultado em 3 de julho de 2013. 
  2. «Marco Horácio». FNAC.pt. Consultado em 3 de julho de 2013. 
  3. «Marco Horácio». A Esfera dos Livros. Consultado em 3 de julho de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]