Royal Marines

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Royal Marines
Cap badge of the Royal Marines.png
País  Reino Unido
Corporação Marinha do Reino Unido
Sigla RM
Criação 1664
Aniversários 28 de outubro
Marcha A Life on the Ocean Wave
Lema Per Mare, Per Terram (Por Mar, por Terra)
Logística
Efetivo 7 760 fuzileiros navais
Insígnias
Comando
Capitão general Príncipe Henrique de Gales
Comandante Major-general Charles Stickland
Sede
Guarnição Whitehall, Londres
Inglaterra
Internet Sítio oficial
Fuzileiros navais ingleses em ação no Afeganistão.

Os Royal Marines (fuzileiros reais) são a força de infantaria anfíbia da Marinha do Reino Unido (Royal Navy). São especialistas em operações anfíbias, de montanha e no ártico. Possuem um dos maiores cursos de treinamento básico de infantaria no mundo.[1]

Efetivo[editar | editar código-fonte]

Possuem um efetivo regular de[2] 7 760 militares, além de uma força de reserva voluntária em tempo parcial de 530, dando um total de 8 290 fuzileiros navais. Isso faz com que os Royal Marines sejam a maior força de seu tipo na União Europeia, e a única força européia capaz de realizar operações anfíbias, a nível de brigada. Os fuzileiros navais são a segunda força do seu tipo na OTAN.

História[editar | editar código-fonte]

Os fuzileiros navais foram formados como parte do Serviço Naval em 1755. No entanto, suas origens remontam a 28 de outubro de 1664, quando soldados ingleses foram enviados pela primeira vez ao mar para lutar contra os holandeses. Notadamente foram a primeira unidade militar a realizar uma inserção de assalto aéreo por helicóptero, durante a Crise de Suez em 1956. [3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Royal Marines