Royal Sport Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Royal
Royal SC.jpg
Nome Royal Sport Club
Mascote Leão da colina
Fundação 15 de maio de 1925 (92 anos)
Estádio Paulo Fernandes (Estádio da Colina)
Capacidade 6.000
Presidente Moacir José de Macedo Ribeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Royal Sport Club é uma agremiação esportiva da cidade de Barra do Piraí, no estado do Rio de Janeiro, fundada a 15 de maio de 1925.

História[editar | editar código-fonte]

Tradicional agremiação do interior fluminense, o Royal possui em seu pavilhão o histórico título de Campeão Estadual Fluminense em 1942, quando venceu eliminou na semi-final o Petropolitano Foot Ball Club, e na final, o Esporte Clube Metalúrgico, de São Gonçalo, batendo-o por 3 a 1 no campo adversário. Foi vice-campeão estadual em 1953, perdendo o título para o Barra Mansa Futebol Clube. No ano seguinte é novamente segundo, ao capitular na decisão diante do Clube dos Coroados. Finalmente em 1966, o Tricolor de Barra do Piraí foi vice-campeão diante do Goytacaz Futebol Clube.

Com o advento da fusão dos estados do Rio de Janeiro e Guanabara, passou a disputar os campeonatos promovidos pela FFERJ. Estréia em 1984 no Campeonato Estadual da Terceira Divisão de Profissionais. Na primeira fase se classifica em segundo, atrás somente do Tomazinho Futebol Clube. Na fase final faz ótima campanha, sagrando-se vice-campeão daquela competição, atrás somente do campeão Clube Esportivo Rio Branco, sendo ambos promovidos à Segunda Divisão do ano seguinte.

Em 1985, já na Segunda Divisão, termina em sétimo lugar, atrás dos promovidos Campo Grande Atlético Clube e Mesquita Futebol Clube, e dos eliminados Associação Atlética Cabofriense, Friburguense Atlético Clube e Serrano Foot Ball Club.

Em 1986, se licencia das competições de âmbito profissional. Advém um longo período de inatividade que perdura até 1996 quando a agremiação retorna na mesma Segunda Divisão, à época chamada de Divisão Especial. Fica em sétimo no primeiro turno e em oitavo no returno. Após essa experiência, o clube se retirou das competições profissionais.

Seu grande rival na cidade é o Central Sport Club, com o qual protagonizou grandes decisões. Manda seus jogos no estádio Paulo Fernandes, que possui capacidade para 6.000 pessoas.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais

Outras Conquistas

  • Copa Vale do Paraíba: (1964 e 1966);
  • Campeonato Municipal de Barra do Piraí: (1940, 1941 e 1944);

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, s/d.