Rubén Aguirre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rúben Aguirre
Ruben Aguirre como Professor Girafales, seu personagem de maior sucesso.
Nome completo Rubén Aguirre Fuentes
Apelido(s) Shory
Nascimento 15 de junho de 1934
Saltillo, Coahuila, México
Nacionalidade mexicano
Morte 17 de junho de 2016 (82 anos)
Puerto Vallarta, Jalisco, México
Ocupação Ator
Produtor
Comediante
Roteirista
Diretor
Atividade 19672013
Cônjuge Consuelo de los Reyes (1959-2016)
IMDb: (inglês)

Rubén Aguirre Fuentes (Saltillo, 15 de junho de 1934Puerto Vallarta, 17 de junho de 2016) foi um ator cômico mexicano, que se fez famoso mundialmente por ter interpretado os personagens Professor Girafales no programa humorístico mexicano Chaves, Lucas Pirado, amigo do Pancada Bonaparte, e o Sargento Refúgio, namorado da Marujinha, no Clube do Chaves. Era casado com Consuelo de los Reyes.

História[editar | editar código-fonte]

O intérprete do romântico Professor Girafales nasceu no dia 15 de junho de 1934, em Saltillo, Coahuila, México. Era o mais velho e o mais alto dos 6 filhos de Rubén Aguirre Flores, com 1,96 m.

Estudou em Saltillo até o segundo ano do primeiro grau. Foi viver junto com sua família em Torreón, Coahuila. Lá, ele completou o ensino fundamental na escola Centenário e o ensino médio no colégio Venustiano Carranza. Sempre foi considerado um aluno de ótimas notas, porém muito inquieto. Na faculdade, Aguirre estudou na Escola Superior de Agricultura Hermanos Escobar, em Ciudad Juárez, Chihuahua, formando-se engenheiro agrônomo.

Rubén começou a trabalhar muito cedo. Com pouca idade já havia trabalhado de tudo um pouco: já foi locutor de rádio e televisão, ventríloquo, ator, narrador de touradas, lida de campo, toureiro, diretor de televisão. [1]

Na cidade de Monterrey, Aguirre trabalhou no Canal 6, como chefe de locutores e mão direita do gerente do canal. Nessa época, o canal tinha sido recém inaugurado e pouco a pouco começava a competir com o Tele Sistema Mexicano (canal mexicano mais importante nessa época).

Depois, os mesmos donos do Canal 6 abriram um outro canal, o Canal 8, e contrataram Rubén, não como locutor nem como ator, e sim como subgerente de produção.

Quando o canal entrou no ar, passou a trabalhar como executivo da empresa e, aos fins de semana, como ator, em um programa de sábado, criado por Roberto Gómez Bolaños "Chespirito", que se chamava "Chespiritotadas". O diretor do canal logo o impediu de desempenhar os dois trabalhos, alegando que, para a imagem da empresa, não ficava bem ter um executivo negociando durante a semana e um ator aos sábados. Para surpresa do próprio diretor do canal, Rubén escolheu ficar como ator e abrir mão do alto salário que recebia até então, como executivo da empresa. [2]

A partir daí, começou a trabalhar com Roberto Gómez Bolaños em várias séries, como: "El Cidadano Gómez", "Los Super Genios de la Mesa Cuadrada", "El Chapulín Colorado" (Chapolin Colorado) e "El Chavo del Ocho" (Chaves).

No seriado Chaves, Aguirre conheceu o sucesso internacional, interpretando o altíssimo Professor Girafales, eterno pretendente da Dona Florinda.

Rubén ainda atuou em quatro filmes de Chespirito: "El Chanfle", "El Chanfle 2", "Charrito", "Don Ratón y Ratero".

Com o fim definitivo das gravações do Chaves, em 1992, Aguirre produziu em 1994 o programa "Aqui esta la Chilindrina". O programa teve como personagem central a esperta Chiquinha, interpretada por María Antonieta de las Nieves.

Quando Roberto Gómez Bolaños e Maria Antonieta de las Nieves brigaram na justiça pelos direitos autorais da personagem Chiquinha, Rubén defendeu Roberto, o que não agradou Maria. Por isso, ela se afastou totalmente de Rubén. Ele, porém, chegou a declarar que gostaria de uma reconciliação e lamentou as brigas envolvendo o elenco de Chaves. [3]

Desde 1976, Rubén era proprietário de um circo: "El Circo del Professor Girafales". Mas, nos últimos tempos, tinha se afastado do seu público e deixado de fazer shows, pois sentia muita vergonha do seu corpo. Ultimamente, o ator que ficou conhecido interpretando o Professor Girafales estava pesando mais do que pesava antes o próprio Seu Barriga. Aguirre engordou mais de 25 quilos devido ao uso de um medicamento para curar um problema que tinha na perna há alguns anos. [4]

No dia 12 de março de 2011, Rubén criou sua conta no twitter, onde passou a interagir com seus fãs. Ele também criou uma conta no facebook.

Rubén Aguirre vivia com sua esposa, Consuelo Aguirre, com quem teve sete filhos. Moravam em Puerto Vallarta, cidade litorânea do México.

Em 2014, Rubén sofreu muito com a morte de Roberto Gómez Bolaños. A última vez que Rubén falou com Roberto foi por telefone. Sabendo que Roberto estava doente, Rubén lhe disse: "Roberto, se tem alguma coisa que eu possa fazer por você, por favor, diga-me". A resposta de Roberto foi: "Já está fazendo ao me ligar". Em uma entrevista, Rubén falou emocionado sobre Roberto: "Ele era meu irmão. Não éramos amigos, éramos irmãos". [5] [6]

Em 2015 lançou sua biografia intitulada Después de usted. [7]

Foi o último da turma do Chaves a ser entrevistado no Programa do Ratinho, a entrevista foi exibida no dia 25 de novembro de 2015. [8] Antes disso, o apresentador do programa, Ratinho, em uma entrevista com Édgar Vivar, havia lançado um desafio: falou que se Rubén Aguirre não pudesse vir até o Brasil, ele iria ao México entrevistá-lo.

No dia 12 de fevereiro de 2016, se reencontrou com Florinda Meza, a Dona Florinda, em Puerto Vallarta. Os dois relembraram momentos do seriado e cantaram a música "Los Cursis", de um episódio da série. O reencontro emocionou os fãs. [9] [10]

Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, Rubén Aguirre foi dublado, inicialmente, pelo dublador Potiguara Lopes. Mas Potiguara parou de dublar o ator e logo foi substituído por Osmiro Campos, que se tornou o dublador principal do Professor Girafales e dos outros personagens de Rubén. Em 6 de julho de 2015, Osmiro Campos morreu vítima de parada cardíaca, aos 82 anos. [11]

Em 1988, Rubén foi entrevistado por Gugu Liberato para o programa Viva a Noite. Além dele, Roberto Gómez Bolaños, Florinda Meza e Edgar Vivar também foram entrevistados por Gugu. A entrevista foi exibida em janeiro de 1989. Em 2015, Rubén concedeu mais uma entrevista, desta vez no Programa do Ratinho e que foi feita pela jornalista Nadja Haddad, com a ajuda de Murilo Bordoni, produtor do programa.

Em 1996, Rubén Aguirre esteve no Brasil. Veio com seu circo, que fez apresentações em cidades do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Rubén fez os shows em português, auxiliado por uma professora que lhe ensinava o idioma.

Em março de 2012, Rubén iria vir novamente ao Brasil para participar da "Escolinha do Ratinho", quadro do Programa do Ratinho. [12] Mas a viagem acabou sendo cancelada dias antes dele embarcar. [13]

Problemas de saúde e financeiros[editar | editar código-fonte]

Rubén Aguirre se aposentou dos palcos desde o fim de 2007, depois que ele e sua esposa sofreram um acidente de carro. Consuelo perdeu as pernas após a batida. Ela e o marido passaram a usar cadeira de rodas.

Sem poder trabalhar na TV, no teatro ou no circo desde este acidente, ele passou a enfrentar também problemas financeiros. Em junho de 2015, ele divulgou uma carta em que dizia ter "sérios problemas de saúde" e pedia apoio para pagar seus gastos. O texto, intitulado "E agora, quem poderá me defender?" (referência ao personagem Chapolin), foi divulgado em redes sociais no dia 15 de junho de 2015, e reivindicava assistência médica da Associação Nacional de Atores do México (Anda).[14]

No dia 23 de agosto de 2014, ele foi internado no Instituto Mexicano de Segurança Social com quadro de desidratação e anemia. Segundo informações da Associated Press, o filho do comediante, Arturo Aguirre, disse à rede Televisa que "o estado de saúde do pai é um pouco delicado". [15] Após duas semanas, Rubén deixou o hospital, mas logo depois o ator demonstrou sofrer depressão. [16]

Com idade avançada e problemas de saúde, Aguirre tinha sido recomendado por médicos para viver ao nível do mar. Por causa disso, não ia à capital, Cidade do México, a 2.250 m de altitude, e nem viajava longas distâncias, o que o impedia de vir ao Brasil com frequência.[17]

Em 2015, foi hospitalizado por causa de cálculos na vesícula e problemas na coluna. Mas os cálculos não puderam ser removidos na época justamente por causa de uma dívida hospitalar.[18] Em entrevista ao canal Telemundo, emissora mexicana nos Estados Unidos, Aguirre disse que um dos filhos de Roberto Gómez Bolaños ofereceu-lhe ajuda. Os outros colegas de elenco de Chaves, no entanto, não teriam feito o mesmo.[18]

Numa declaração à imprensa sobre seu estado de saúde, Rubén disse que estava apenas razoavelmente bem e finalizou dizendo: "Não temo a morte. Temo estar morrendo".

Em maio de 2016, ele foi internado, devido a uma pneumonia, e passou 11 dias no hospital.[18]

No dia 1º de junho de 2016, durante a internação, Aguirre usou o Twitter para agradecer aos fãs e chegou a brincar com boatos de sua morte. "Já começaram os rumores. Digo-lhes que estou vivinho e tuitando. Taaaa, taaa, ta,,, ta!".[18]

Morte[editar | editar código-fonte]

Rubén Aguirre morreu em 17 de junho de 2016, dois dias depois de completar 82 anos. Sua morte foi confirmada por Édgar Vivar, intérprete do Senhor Barriga, através de rede social, onde divulgou sua última foto ao lado do amigo.[18] Horas depois, sua filha, Verónica Aguirre Reyes, confirmou a notícia. "É verdade que ele não está mais conosco. Lamentavelmente, morreu às 4h10 (horário do México) desta manhã por complicações de uma pneumonia", disse ela para o canal BBC.[17]

Aguirre sofria com problemas renais e tomava vários medicamentos para controlar sua diabetes[19], além de cálculos na vesícula e problemas de coluna.[17] Poucos dias antes da morte, o intérprete do Professor Girafales havia passado 11 dias internado no México por causa de uma pneumonia.[18]

Antes de morrer, Rubén tinha planos para fazer uma peça de teatro com Edgar Vivar. Com a morte de Rubén, Edgar descartou a possibilidade de realizar a peça. "Isso ficará no papel, se não foi com ele não será com ninguém", disse o intérprete do Senhor Barriga. [20]

Foi o sétimo dos doze integrantes do elenco principal da série "Chaves" a morrer. Antes dele morreram, nesta ordem: Ramón Valdés (1923-1988), o Seu Madruga; Raúl "Chato" Padilla (1918-1994), intérprete do Jaiminho, o Carteiro; Angelines Fernández (1922-1994), a Dona Clotilde/Bruxa do 71; Horacio Gómez Bolaños (1930-1999), o Godinez; Roberto Gómez Bolaños (1929-2014), o criador e protagonista de "Chaves"; e María Luisa Alcalá (1943-2016), a Malicha.[21]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Pouco depois que a notícia do falecimento de Rubén Aguirre começou a correr, o SBT emitiu uma nota em seu site, lamentando a morte e destacando curiosidades da carreira do ator. [22] [23] [24] A emissora interrompeu a programação e a jornalista Joyce Ribeiro anunciou que Rubén tinha falecido. Na manhã do mesmo dia, a Rede Globo também anunciou a morte de Rubén, durante a exibição do Encontro com Fátima Bernardes. A apresentadora Fátima Bernardes lembrou que Rubén faleceu no mesmo dia que Bussunda, outro comediante; e disse que essa era "Uma triste coincidência".[25] Horas depois, o SBT Brasil exibiu a notícia da morte e mostrou fãs emocionados com o falecimento de Rubén na réplica da vila do Chaves, em São Paulo; e homenagens ao ator pela internet. [26] Na noite do mesmo dia, o Programa do Ratinho homenageou Rubén Aguirre e reprisou a entrevista feita com ele em 2015. [27] Os atores Juliano Cazarré e Tatá Werneck e a apresentadora Sônia Abrão lamentaram a morte do ator nas redes sociais. [28] A dubladora da Dona Florinda, Marta Volpiani, gravou uma mensagem de despedida para Rubén, que foi divulgada em um vídeo na internet. [29] Neste dia, a morte de Rubén Aguirre foi um dos assuntos mais comentados do mundo todo no twitter. [30] [31] O Ministério da Educação também usou a rede para prestar uma homenagem ao ator. [32]

No dia seguinte, o SBT homenageou Rubén Aguirre com uma exibição especial de Chaves, onde foram exibidos episódios em que o ator se destacou na série. No domingo, dia 19 de junho de 2016, Celso Portiolli homenageou Rubén Aguirre no Domingo Legal. [33]

Em 24 de junho de 2016, uma semana após o falecimento de Rubén, o ator recebeu uma homenagem do Fã Clube Chaves e sua Turma, que gravou um vídeo onde vários artistas, como Paulinho Gogó, Eros Prado, Marlei Cevada, entre outros, homenagearam Aguirre dizendo o bordão do Professor Girafales: "Taaaa, taaa, ta, ta!". No mesmo dia, fãs prestaram mais uma homenagem à Rubén Aguirre na réplica da vila do Chaves, em São Paulo. Os fãs cantaram juntos a música "Boa Noite Vizinhança", do episódio onde toda a turma do Chaves vai para Acapulco, por ser uma música de despedida. A dubladora da Chiquinha, Cecília Lemes, também participou da homenagem. [34]

A morte de Rubén Aguirre teve repercussão em toda a América Latina. A internet foi o principal meio que os fãs utilizaram para lamentar a morte do ator e prestar homenagens. Em países como México, Colômbia, Argentina, Brasil e Chile, o falecimento de Rubén ficou entre os assuntos mais comentados da internet durante quatro dias.[35]

Apesar das homenagens e da comoção entre os fãs, o falecimento de Rubén Aguirre teve muito menos repercussão no Brasil do que o de Roberto Gómez Bolaños, ocorrido cerca de um ano e meio antes.

Funeral[editar | editar código-fonte]

Seu corpo foi velado em 18 de junho, um dia depois de sua morte, na Funerária Celis, em Puerto Vallarta, onde também aconteceu a cremação.[17] A despedida reuniu amigos, familiares e fãs, que foram ao local vestidos como personagens do seriado Chaves. Segundo o jornal "El universal", a cerimônia teve uma missa de corpo presente. Além de flores, maçãs foram colocadas no caixão do ator, em referência às cenas em que o professor recebia frutas dos alunos no seriado.[36]

As ausências sentidas na cerimônia foram de Florinda Meza, a Dona Florinda, e de María Antonieta de las Nieves, a Chiquinha. A primeira afirmou à France Presse que não iria porque ainda sofria com a morte de seu marido, Roberto Gómez Bolaños, falecido em 28 de novembro de 2014. Mas que depois visitaria seu túmulo e sua família.[37]María Antonieta de las Nieves, em entrevista publicada pelo jornal "El Universal", contou que estava "muito triste", mas que não poderia ir à cerimônia porque estava em turnê.[38]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem / Nota
1970-1971 Los Supergenios de la Mesa Cuadrada Professor Girafales, vários
1970-1971 El Ciudadano Gómez Vários
1970-1971 Chespirito Professor Girafales, Lucas Pirado, vários
1972-1980 El Chavo del Ocho Professor Girafales
1973-1979 El Chapulín Colorado Poucas Trancas, Neném, varios
1975 El Gran Circo de Capulina Vários (1 episodio)
1979 La Chicharra Don Lino Tapia
1980-1995 Chespirito Professor Girafales, Lucas Pirado, Sargento Refugio, Don Lino Tapia, varios
1998-1999 Soñadoras Don Albertano Dueñas
2005 Solteros sin compromiso O próprio (participação especial)

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem / Nota(s)
1974 Santo y Blue Demon contra el Doctor Frankenstein Dr. Genaro Molina
1977 El Moro de Cumpas
Lo Veo y No Lo Creo
Capulina Chisme Caliente
1978 La Hora del Jaguar
El Chanfle Sr. Matute
1979 Mi Caballo el Cantador
1980 Sabor a Sangre Sacerdote
1982 El Chanfle 2 Sr. Matute
1983 Viva el Chubasco [39] [40]
Don Ratón y Don Ratero Rufino Rufião
1984 Charrito Diretor
1984 Escuadrón Sida
1988 Música de Viento
1991 Este Vampiro es un Tiro
1992 El Chivo Padre Correa
1994 Fray Valentino II
Las Aventuras de Fray Valentino
2004 El Show del Vampiro O Produtor (Versão em Espanhol)

Novelas[editar | editar código-fonte]

  • Mundo de Juguete (Mundo de Brinquedo);
  • Rutas de Pasión (Rotas de Paixão);
  • Agonía de Amar (Agonia de amar);
  • Las Aventuras de Hoc (As aventuras de Hoc).

Indicações[editar | editar código-fonte]

  • Viva el Chubasco : filme pelo qual Rubén Aguirre ganhou [39] [40] o prêmio Diosa de Plata, pela academia cinematográfica.

Referências

  1. Willian S. Cruz (17 de junho de 2016). «Morre Rubén Aguirre o Professor Girafales, morre aos 82 anos». CineJá News. Consultado em 18 de junho de 2016. Cópia arquivada em 18 de junho de 2016 
  2. Luis Rodrigo Corrêa. «(Chaves Especial >) TUDO SOBRE OS INTÉRPRETES DA TURMA DO CHAVES». Esmas / Angelfire. Consultado em 18 de junho de 2016. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2014 
  3. «Girafales diz que atores de Chaves 'jogam esterco' uns nos outros». Notícias da TV. 12 de fevereiro de 2015. Consultado em 29 de maio de 2017. Cópia arquivada em 12 de fevereiro de 2015 
  4. Leonardo Assem (17 de junho de 2016). «Homenageamos hoje: Rubén Aguirre». Best Homenagens. Consultado em 18 de junho de 2016. Cópia arquivada em 18 de junho de 2016 
  5. «Rubén Aguirre, o professor Girafales, revela última conversa com Bolaños». EGO. 16 de janeiro de 2015. Consultado em 29 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2015 
  6. «Professor Girafales chora ao falar de Roberto Bolaños: "ele era meu irmão"». Caras. 26 de novembro de 2015. Consultado em 29 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 26 de novembro de 2015 
  7. «Professor Girafales publica biografia e agradece apoio de Bolaños». (EFE +) G1 Pop & Arte. 11 de fevereiro de 2015. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 12 de fevereiro de 2015 
  8. «Ratinho reexibe entrevista com Rúben Aguirre nesta sexta». SBT (Programa do Ratinho). 17 de junho de 2016. Consultado em 20 de junho de 2016. Cópia arquivada em 20 de junho de 2016 
  9. «Girafales e Florinda se reencontram após 4 anos». Diário de São Paulo. 15 de fevereiro de 2016. Consultado em 29 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 15 de fevereiro de 2016 
  10. «Florinda Meza e Rubén Aguirre cantam música do seriado Chaves em reencontro». Caras. 15 de fevereiro de 2016. Consultado em 29 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 15 de fevereiro de 2016 
  11. «Morre Osmiro Campos, dublador brasileiro do Professor Girafales». Globo. 6 de julho de 2015. Consultado em 6 de julho de 2015. Cópia arquivada em 6 de julho de 2015 
  12. «Rubén Aguirre, o Professor Girafales, virá ao Brasil para participar da Escolinha do Ratinho». Caras UOL. 10 de fevereiro de 2012. Consultado em 4 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 10 de fevereiro de 2012 
  13. «Ratinho não desistiu de ter 'Professor Girafales' em seu programa». Caras UOL. 13 de dezembro de 2012. Consultado em 4 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2012 
  14. «'Professor Girafales' se diz 'sem força' e doente: 'Quem poderá me defender?'». G1 Pop & Arte. 16 de junho de 2015. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 18 de junho de 2015 
  15. «Ator Rubén Aguirre, o 'Professor Girafales', é internado no México». G1 Pop & Arte. 26 de agosto de 2014. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 29 de agosto de 2014 
  16. «Professor Girafales, de Chaves, está com depressão e vive isolado». Notícias da TV. 15 de setembro de 2014. Consultado em 7 de abril de 2017. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2014 
  17. a b c d tvefamosos.uol.com.br/ Morre Rubén Aguirre, intérprete do Professor Girafales, aos 82 anos
  18. a b c d e f «Rubén Aguirre, o Professor Girafales de 'Chaves', morre aos 82 anos». G1 Pop & Arte. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  19. «Morre Rubén Aguirre, o Professor Girafales de 'Chaves'». Equipe Portal Terra. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  20. «Edgar Vivar (Seu Barriga) deseja reencontro de seus companheiros da Vizinhança». Portal Rio Choro. Junho de 2016. Consultado em 21 de março de 2017. Cópia arquivada em junho de 2016 
  21. «Rubén Aguirre é o 4º ator do elenco principal de 'Chaves' a morrer; veja». G1 Pop & Arte. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  22. «Rubén Aguirre, o Professor Girafales, morre aos 82 anos». SBT. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  23. «Morte de Rubén Aguirre: Confira curiosidades sobre o ator». SBT. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  24. «SBT divulga nota oficial lamentando morte de Rubén Aguirre, o Professor Girafales; veja a íntegra». TV Cidade. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  25. «Globo noticia morte de Rubén Aguirre; Fátima lembra triste coincidência». UOL. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  26. «Rubén Aguirre, o Professor Girafales, morre aos 82 anos». SBT. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  27. «Ratinho reexibe entrevista com Rúben Aguirre nesta sexta». SBT. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  28. «Famosos lamentam morte de Rubén Aguirre, o Professor Girafales». EGO. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  29. «Emocionada, dubladora de Dona Florinda grava despedida para Girafales; ouça». NE 10. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  30. «Internautas lamentam morte do "Professor Girafales" no Twitter». JC UOL. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  31. «Artistas lamentam a morte de Rubén Aguirre, o Professor Girafales de 'Chaves'». Estadão. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  32. «Professor Girafales é homenageado pelo Ministério da Educação». G1 Pop & Arte. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  33. «Celso Portiolli homenageia Rubén Aguirre: 'Bom encontro com Chaves'». EGO. 19 de junho de 2016. Consultado em 19 de junho de 2016. Cópia arquivada em 17 de junho de 2016 
  34. «Uma semana após falecimento, fãs e artistas prestam homenagem a Rubén Aguirre». SBT. 24 de junho de 2016. Consultado em 24 de junho de 2016. Cópia arquivada em 24 de junho de 2016 
  35. «'A última xicrinha de café': os latino-americanos se despedem do professor Girafales». EL País. 20 de junho de 2016. Cópia arquivada em 20 de junho de 2016 
  36. g1.globo.com/ Caixão de Rubén Aguirre, o Professor Girafales, é coberto por maçãs e flores
  37. zh.clicrbs.com.br/ Atriz que vivia Dona Florinda afirma que não irá ao enterro de Rubén Aguirre, o Professor Girafales
  38. odia.ig.com.br/ "Chiquinha" diz que não irá ao funeral de Rubén Aguirre, o "Professor Girafales"
  39. a b «Muere Rubén Aguirre "El Profesor Jirafales"» (em espanhol). Voz de América. 17 de junho de 2016. Consultado em 19 de junho de 2016. Cópia arquivada em 18 de junho de 2016 
  40. a b Berenice Bautista, Associated Press (e Maria Candelaria Lagos, AFP) (17 de junho de 2016). «Adiós a Rubén Aguirre,el "Profesor Jirafales" la voz de la razón en "El Chavo"» (em espanhol). SunSentinel. Consultado em 19 de junho de 2016. Cópia arquivada em 19 de junho de 2016 


Ligações externas[editar | editar código-fonte]