Ruby Rose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ruby Rose
Ruby em junho de 2012.
Nome completo Ruby Rose Langenheim
Nascimento 20 de março de 1986 (34 anos)
Melbourne, Victoria;  Austrália
Nacionalidade australiana
Estatura 1,70 m
Progenitores Mãe: Katia Langenheim
Ocupação
Período de atividade 2002–presente
Prêmios lista completa
Assinatura
Ruby Rose autograph.jpg

Ruby Rose Langenheim (Melbourne, 20 de março de 1986) é uma atriz, modelo, apresentadora e DJ australiana, que ganhou reconhecimento internacional por sua atuação como Stella Carlin, na terceira temporada da série Orange Is the New Black, da Netflix,[1][2] além de ter apresentado o MTV Austrália entre os anos de 2007 a 2011. Em agosto de 2018 foi escalada para protagonizar a série Batwoman da The CW, dando vida a personagem Kate Kane/Batwoman, a primeira super-heroína abertamente lésbica na televisão.[3] Em maio de 2020 ela deixou o papel.[4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ruby Rose nasceu em Melbourne, capital costeira do estado de Victoria, Austrália.[5] Filha da artista Katia Langenheim, mãe solteira que na época possuía apenas 20 anos de idade, a quem Ruby descreve como um de seus maiores modelos de vida. Quando criança, ela viajava frequentemente; viveu na zona rural de Victoria, Tasmânia e Surfers Paradise antes de finalmente se estabelecer em Melbourne. Na adolescência, estudou na University High School e na Footscray City College.[6] Rose é a neta do boxeador aborígene australiano Lionel Rose e bisneta de Alec Campbell, o último soldado sobrevivente australiano da Batalha de Gallipoli.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Rose se assumiu lésbica aos 12 anos de idade, e por causa de sua sexualidade, ela sofreu insultos verbais e abusos físicos de seus colegas de escola, o que levou a uma tentativa de suicídio. Ela também foi abusada sexualmente quando era criança por um parente.[7][8] Comentando sobre ter tentado suicídio várias vezes ao longo de sua vida e diagnosticada com diferentes doenças, incluindo depressão clínica (inicialmente diagnosticada como transtorno bipolar) e transtorno de estresse pós-traumático complexo (TEPT-C), ela afirmou que lutou contra problemas de saúde mental a vida toda. "O que aprendi com as lutas da saúde mental é o quão forte eu sou", revelou em entrevista.[9][10][11]

Em 2008, ela estava em um relacionamento com Jessica Origliasso de The Veronicas, quando as duas foram vistas se comportando intimamente. Ela declarou em um blog ao vivo que elas são simplesmente "boas companheiras". Rose estava em um relacionamento com a competidora australiana do Next Top Model, Lola Van Vorst e também se envolveu brevemente com a modelo Lyndsey Anne McMillan. Elas haviam planejado se casar, mas terminaram seu relacionamento no final de 2009. Também no final de 2009, depois de romper com McMillan, sites de notícias informaram sobre Rose ter sido vista beijando a modelo australiana Catherine McNeil durante uma festa na piscina em Los Angeles. Em 2010, ela ficou noiva de McNeil, mas o casal cancelou o noivado em 2 de Julho de 2010. Em março de 2014, ela relatou que estava noiva de Phoebe Dahl, neta do autor Roald Dahl e prima da modelo Sophie Dahl. Em dezembro de 2015, Rose e Dahl já não estavam mais juntas. Em outubro de 2016, Ruby e Jessica Origliasso reataram o namoro, desta vez o relacionamento das duas durou cerca de dois anos, chegando ao fim em abril de 2018.[12]

Em 2019, Ruby revelou em seu Instagram que passou por uma cirurgia de emergência na coluna para evitar que uma fratura, conseguida durante as filmagens de uma cena de ação em um projeto, a deixasse paraplégica.[13][14]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Modelagem e moda[editar | editar código-fonte]

Rose se juntou à pesquisa de modelos da revista Girlfriend em 2002, da qual ficou em segundo lugar com Catherine McNeil. Em 2010, ela colaborou com a marca de moda australiana Milk and Honey para criar uma linha de cápsulas. A coleção, chamada "Milk and Honey Designed by Ruby Rose", inclui jeans lavados, jaquetas de couro e camisetas. A linha de roupas estava disponível em revendedores selecionados na Austrália. Ruby também lançou uma coleção em colaboração com a marca de calçados de rua Gallaz.

Em 2014, Rose começou a colaborar com Phoebe Dahl para sua linha de roupas Faircloth Lane. Ela atuou predominantemente nos principais títulos da moda, incluindo Vogue Austrália, InStyle Magazine, Marie Claire, Cleo, Cosmopolitan, Maxim, Nylon e Inked Magazine de Nova York. Ela foi a embaixadora australiana da JVC, a empresa australiana de roupas JAG e a luxuosa marca dinamarquesa Georg Jensen. Rose é o rosto da Maybelline New York na Austrália.

Desde março de 2016, Ruby é a cara da Urban Decay Cosmetics.[15] Em março de 2017, ela estrelou a mais recente campanha da Nike, "Kiss My Airs", comemorando seu dia Air Max; e em maio do mesmo ano, Rose foi o rosto do lançamento da Swarovski 'Urban Fantasy' FW17 Collection.[16][17]

Carreira VJ e personalidade televisiva[editar | editar código-fonte]

Para conseguir seu emprego como VJ da MTV Austrália, Rose competiu contra 2000 outros candidatos em uma busca nacional de três semanas, quando a ex-VJ Lyndsey Rodrigues se mudou para os Estados Unidos para co-sediar o TRL. Como parte da competição, ela bebeu 100 tiros de cerveja em 100 minutos contra Jackass' s Bam Margera, e beijou estranhos em uma rua de Sydney. Ela declarou: "Sendo modelo, sempre há algo que eles querem mudar. Se eles querem alguém um pouco mais magro, um pouco mais alto, um pouco mais bonito, mas a MTV quer que você seja você mesmo... sem censurar qualquer coisa e não conforme a nada."

Em 2009, Ruby ganhou o Prêmio ASTRA de Personalidade Feminina Favorita. Ela também viajou ao Quênia para destacar incrível trabalho feito pela Global Vision International. Rose apareceu no episódio "Media Virgins", do Next Top Model Austrália, atuando como jurada convidada, e também trabalhou como correspondente do final do Next Top Model.

Em julho de 2009, Rose, juntamente com Dave Hughes, Charlie Pickering, Carrie Bickmore e James Mathison, organizou o The 7pm Project, um programa de entrevistas na televisão australiana produzido pela Roving Enterprises, que exibe noites da semana na Network Ten. Ela deixou o programa para realizar seus próprios projetos de hospedagem. Em outubro de 2009, foi anunciado que o FOX8 havia adquirido os direitos para o formato britânico de Ultimate School Musical, que mostra adolescentes comuns de uma escola tentando produzir uma produção musical em nível profissional em apenas seis semanas. A versão australiana foi produzida pela FremantleMedia Australia com Rose como apresentadora, e foi ao ar em 2010. Ruby também hospedou o Foxtel Mardi Gras por 3 anos consecutivos antes de se tornar correspondente oficial da Foxtel nos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver em 2010. Em outubro de 2015, ela organizou o MTV Europe Music Awards ao lado do Ed Sheeran em Milão.[18][19]

Carreira de atriz[editar | editar código-fonte]

Ruby em 2018.

Rose apareceu no primeiro episódio de Talkin' 'Bout Your Generation, representando a Geração M ao lado do comediante Josh Thomas. Ela foi selecionada em 2008 para atuar no filme de comédia australiano Suite for Fleur, além de ter aparecido ao lado de Christina Ricci e Jack Thompson no filme de 2013 Around the Block. Em 2014, Ruby produziu e creditou seu primeiro curta-metragem, Break Free. Em entrevista à Variety, ela descreveu como não conseguiu um gerente, agente ou audição; então ela decidiu criar curtas-metragens "como uma maneira de poder me dar algo para fazer e estudar meu ofício". O filme se tornou viral, obtendo milhões de visualizações em um curto período de tempo.[20]

Em 2015, Ruby se juntou ao elenco de Orange Is the New Black para dar vida a personagem Stella Carlin na terceira temporada da série, "cujo senso de humor sarcástico e olhar cativante chamam rapidamente a atenção de alguns dos reclusos de Litchfield".[21][22] O desempenho de Rose foi geralmente bem recebido pelo público.[23] Ela também foi escalada para o papel de convidada, como a robô de serviço Wendy, na série de ficção científica Dark Matter.[24]

Em 2016, Ruby e Tom Felton emprestaram suas vozes ao título animado Sheep & Wolves, com Rose como noiva Bianca. Em 2016 e 2017, a australiana apareceu em três sequências de filmes de ação: XXX: Return of Xander Cage, ao lado de Vin Diesel, Nina Dobrev e Samuel L. Jackson; Resident Evil: O Capítulo Final como Abigail, e John Wick: Capítulo 2, ao lado de Keanu Reeves; além de ter interpretado uma rival musical na comédia Pitch Perfect 3, lançado em dezembro de 2017. Ruby também co-estrelou o filme The Meg, da Warner Bros. Um épico de tubarões baseado no romance de mesmo nome, ao lado de Jason Statham; o filme foi lançado em 10 de agosto de 2018.[25]

Em 7 de agosto de 2018, foi relatado que Rose havia sido escalada como Batwoman em um crossover do Arrowverse.[26][27] Seu papel foi apontado como o primeiro super-herói abertamente lésbico na televisão. "A série está contando a história que eu queria ver na TV quando era mais nova. Acho que isso vai mudar a vida de algumas pessoas". Disse a atriz em entrevista para à revista The Hollywood Reporter. Batwoman foi ao ar na The CW em 6 de outubro de 2019. A série foi recebida por uma reação nas mídias sociais e gerou críticas intensas.[28][29] A DC Comics, que detém os direitos da super-heroína de quadrinhos Batwoman, reintroduziu o personagem em 2006 como lésbica de ascendência judaica. Alguns comentaristas online criticaram Rose por não ser judia, enquanto o foco principal do escrutínio era a afirmação de que o fato de ela se identificar como gênero-fluido a fazia "não ser gay o suficiente" para o papel. Rose saiu do Twitter e desativou os comentários públicos em sua conta do Instagram após a reação. Antes de deixar o Twitter, ela lançou um tweet, respondendo à reação negativa, afirmando: "De onde diabos 'Ruby não é lésbica, portanto, ela não pode ser a batwoman' veio — tem que ser a coisa mais engraçada e ridícula que eu já li."[30] Rose pediu a união entre mulheres e minorias, implorando que as mulheres e a comunidade LGBT sejam mais amáveis e mais solidárias entre si.[31][32][33]

No entanto, em 19 de maio de 2020, Rose anunciou que estaria deixando a série após a primeira temporada. "Tomei a decisão muito difícil de não voltar à 'Batwoman' na próxima temporada. Não foi uma decisão que tomei tranquilamente, pois tenho o maior respeito pelo elenco, equipe e todos os envolvidos com o show em Vancouver e em Los Angeles. Sou grata a Greg Berlanti, Sarah Schechter e Caroline Dries por não apenas me darem essa oportunidade incrível, mas também por me receberem no universo da DC que eles criaram tão bem. Obrigado Peter Roth e Mark Pedowitz e as equipes da Warner Bros. e da CW, que colocaram tanto no programa e sempre acreditaram em mim. Obrigado a todos que fizeram da primeira temporada um sucesso - estou realmente agradecida", disse a atriz em comunicado, de acordo com o Deadline.[34]

Música e obras de caridade[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2012, Rose lançou seu primeiro single "Guilty Pleasure" com Gary Go. Em novembro de 2016, ela lançou e dirigiu o single "The Your Side" do The Veronicas. Ela é partidária de muitas instituições de caridade, venceu uma luta de boxe de caridade e viajou ao Laos e à África para se voluntariar todos os anos. Questões que a preocupam incluem bem-estar animal, campanhas contra o bullying e saúde mental dos jovens, onde trabalha como embaixadora do Headspace. Conhecida por ter sido amplamente tatuada, ela mostrou suas tatuagens em uma foto para Maxim Australia e PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), como parte da campanha "Prefiro ficar nu do que usar peles".[35]

Na mídia[editar | editar código-fonte]

Vários meios de comunicação comentaram o fascínio público pela identidade de gênero, expressão de gênero e aparência física de Rose, incluindo suas tatuagens e semelhanças visuais ou comportamentais com Angelina Jolie, Justin Bieber e um jovem Leonardo DiCaprio.[36] Em 2008 e 2009, ela foi escolhida como uma das "25 australianas mais influentes de gays e lésbicas" pela SameSame, uma comunidade online de gays e lésbicas australiana. A atenção do público e da mídia aumentou após a estréia de Rose em Orange Is the New Black, significativamente em relação às mulheres heterossexuais comentando sua aparência física; além de ela ter sido a quinta pessoa mais pesquisada no Google em 2015. A PETA a nomeou uma das três "veganas mais sexy" de 2017.[37][38]

Ruby na The CW Upfront 2019.

Rose reconheceu o discurso público sobre sua aparência física e o subsequente debate sobre fluidez sexual, comentando que, embora ela achasse brilhante e não estivesse esperando por isso, alguns de seus amigos acharam o afeto público por ela inapropriado: "Você não pode simplesmente escolher ser gay. Você deveria dizer algo sobre todas essas mulheres que estão dizendo que estão se tornando gays". Rose afirmou que ela é mais neutra sobre o tema, e acredita que as pessoas estão sendo elogiosas ao fazer tais comentários em vez de tentar ser depreciativa ou diminuir o processo de saída. Ela comparou a sociedade de hoje com a forma como a sociedade era no passado, dizendo que as pessoas provavelmente assistiriam a alguém na tv por quem eram atraídas, mas não poderiam brincar sobre isso "porque isso seria tão desaprovado". Ela disse que as pessoas não devem escolher quem pode ou não se identificar como mais neutro em gênero, bissexual ou trans, ou dizer-lhes como viver suas vidas, acrescentando que as pessoas devem permitir que outras pessoas digam o que querem sobre sua sexualidade, e que isso é uma mensagem que a comunidade LGBT deve apoiar.[39]

Na edição especial LGBTQ de 2019 da Entertainment Weekly, Rose discutiu novamente sua identidade de gênero e a reação de seu elenco como personagem-título da série de televisão Batwoman. Ela afirmou que a oportunidade de fazer o teste para Orange Is the New Black surgiu porque o programa queria ter um personagem neutro em termos de gênero, mas que também recebeu críticas por causa de sua identidade de gênero, acrescentando: "Quando fui escalado como lésbica em Batwoman, eu não sabia que ser uma mulher com gênero fluido significava que eu não poderia ser lésbica porque não sou uma mulher - não considerada lésbica o suficiente". Ela disse que, embora sua resposta inicial fosse desdenhosa, mais tarde considerou se havia uma maneira de remediar a situação, para que outros não se ofendessem com sua identidade, afirmando: "Foi quando eu disse que sou uma mulher que se identifica como mulher. Não sou trans. Mas se ser fluido em termos de gênero significa que não posso me identificar como mulher a qualquer momento, acho que não posso ser isso". Ela pensou em criar um termo que não ofenda as pessoas e indicaria que ela é "fluida em seu gênero, mas também lésbica".[40][41]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2013 Around the Block Hanna Protagonista
2014 Break Free Ela mesma Curta-metragem
2016 Um Lobo em Pele de Cordeiro Bianca Voz (dublagem em inglês)
Resident Evil: The Final Chapter Abigail Coadjuvante
2017 xXx: Return of Xander Cage Adele Wolff Papel principal
John Wick: Chapter Two Ares Coadjuvante
A Escolha Perfeita 3 Calamity Coadjuvante
2018 Megatubarão Jaxx Herd Papel principal
2020 Cranston Academy: Monster Zone Liz Voz (pós-produção)
The Doorman Ali Protagonista
TBA SAS: Red Notice Grace Pós-produção
The Longest Night Victoria Pré-produção

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2007–2011 MTV Austrália Ela mesma/Apresentadora MTV VJ
2009–2010 20 to One Ela mesma 2 episódios
2009 Talkin' 'Bout Your Generation Convidada
Australia's Next Top Model Convidada/Co-anfitriã
MTV Australia Awards Anfitriã
2009–2011 The Project Ela mesma
2010 Ultimate School Musical
52 Annual TV Week Logie Awards
Jogos Olímpicos de Inverno Vancouver 2010
2013 Mr & Mrs Murder Episódio: "Early Checkout"
2015–2016 Orange Is The New Black Stella Carlin 3ª temporada, 8 episódios (2015)

4ª temporada, episódio 6: "Piece of Sh*t" (2016)

2015 Dark Matter Wendy Episódio: "Episode Seven"
MTV Europe Music Awards Ela mesma/Co-anfitriã
2017 Lip Sync Battle Ela mesma Episódio: "Milla Jovovich vs. Ruby Rose"
2018–2020 The Flash Kate Kane/Batwoman 5ª temporada, episódio 9: "Elseworlds, Part 1" (2018)

6ª temporada, episódio 9: "Crisis on Infinite Earths, Part 3" (2019)

Arrow 7ª temporada, episódio 9: "Elseworlds, Part 2" (2018)

8ª temporada, episódio 8: "Crisis on Infinite Earths, Part 4" (2019)

Supergirl 4ª temporada, episódio 9: "Elseworlds, Part 3" (2018)

5ª temporada, episódio 9: "Crisis on Infinite Earths, Part 1" (2019)

Legends of Tomorrow 5ª temporada, episódio 1: "Crisis on Infinite Earths, Part 5" (2020)
2019–2020 Batwoman Protagonista (1ª temporada)

Vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Título Artista Papel Notas
2011 "Boys like You" 360 Interesse amoroso
2012 "Guilty Pleasure" Ruby Rose e Gary Go Ela mesma
2016 "On Your Side" The Veronicas Interesse amoroso Também como diretora e escritora
"My Baby" Russ Ela mesma

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Trabalho indicado Resultado Ref.
2009 ASTRA Awards Personalidade feminina favorita Ela mesma Vencedora
2015 British LGBT Awards Estrela em ascensão da celebridade Indicada
QG Austrália Mulher do ano Vencedora [42]
2016 British LGBT Awards Celebridade do Ano Indicada [43]
GLAAD Media Awards Stephen F. Kolzark Award (Homenageada) Vencedora [44]
Screen Actors Guild Melhor Elenco em série de comédia Orange Is The New Black Vencedora
Glamour Awards Atriz de TV Internacional Ela mesma Indicada
2017 Teen Choice Awards Choice Action Movie Actress xXx: Return of Xander Cage Indicada [45]
Choice Movie Ship (com Deepika Padukone) Indicada
Australian LGBTI Awards Celebridade do Ano Ela mesma Vencedora [46]
2019 AiF Awards Gala & Benefit Dinner Create NSW Annette Kellerman Award Vencedora [47]
2020 Queerty Awards TV Performance Batwoman Indicada [48]

Referências

  1. Moraes, Juliana (7 de janeiro de 2015). «Ruby Rose entra para a terceira temporada de Orange Is the New Black». eonline. Consultado em 10 de maio de 2020 
  2. «Ruby Rose é a nova integrante do elenco de 'Orange is The New Black' - 07/01/2015 - Ilustrada». Folha de S. Paulo. 7 de janeiro de 2015. Consultado em 10 de maio de 2020 
  3. «Ruby Rose será a Batwoman em nova série da DC - Emais» 
  4. «Ruby Rose deixa série 'Batwoman' após final de primeira temporada». G1. Consultado em 19 de maio de 2020 
  5. «Ruby Rose | Relationships | Wear It With Pride». archive.is. 31 de dezembro de 2012 
  6. «Ruby Rose Bashed, Hospitalised After Bullying on SameSame.com.au». 11 de junho de 2009 
  7. «Ruby Rose is back on TV and she's 'fired up and excited about everything again'». NewsComAu. Consultado em 15 de março de 2016 
  8. «Ruby Rose confronts her demons» (em inglês). 21 de maio de 2013 
  9. «Atriz Ruby Rose fala sobre suas batalhas contra a depressão» 
  10. «'Batwoman' star Ruby Rose opens up about depression, 'suicide attempts as young as 12' for World Mental Health Day». www.yahoo.com (em inglês) 
  11. «WATCH: Australian Model Ruby Rose Comes Out as Gender Fluid». www.advocate.com (em inglês). 31 de julho de 2014 
  12. «No, it wasn't an April Fools joke, Ruby Rose and Veronicas' Jess split». 2 de abril de 2018 
  13. «Ruby Rose passou por cirurgia para não ficar paraplégica após acidente em set». UOL. 29 de setembro de 2019 
  14. Internet (amdb.com.br), AMDB. «Rolling Stone · Após machucar a coluna em acidente, Ruby Rose passa a usar dublês em filmagens de Batwoman» 
  15. Cardellino, Carly (2 de março de 2016). «ALERT: Your Fave Ruby Rose Is Now the Face of Urban Decay» (em inglês) 
  16. «Ruby Rose Debuts Pink and Blue Shaved Haircut: 'What Can I Say!?'» (em inglês) 
  17. «Estrela de 'Batwoman' surpreende com novo visual na quarentena: cabelo raspado e trancinha» 
  18. «Ruby Rose Looks Just Like a 90 Day Fiancé Castmate With Her Latest Dye Job» (em inglês) 
  19. Johnson, Carly (4 de maio de 2020). «Ruby Rose and Bella Thorne attend a drive-by birthday parade» 
  20. «'Orange Is the New Black' Star Ruby Rose on the Film That Landed Her Breakout Role» (em inglês). 15 de julho de 2015 
  21. Zuckerman, Esther (6 de janeiro de 2015). «Ruby Rose to play new inmate on 'Orange Is the New Black'» (em inglês). Entertainment Weekly 
  22. Derschowitz, Jessica (6 de janeiro de 2015). «Ruby Rose to play new inmate on "Orange is the New Black"» (em inglês). CBS News 
  23. «Ruby Rose Has Something To Say To Women 'Going Gay' For Her». INQUISITR. 20 de junho de 2015. Consultado em 19 de maio de 2020 
  24. Mallozzi, Joseph (3 de abril de 2015). «April 2, 2015: Dark Matter casting announcements! David Hewlett! Ruby Rose!» (em inglês) 
  25. Kroll, Justin (4 de agosto de 2016). «Jason Statham's Shark Epic 'Meg' Adds 'Orange Is the New Black' Actress Ruby Rose» (em inglês) 
  26. Otterson, Joe; Otterson, Joe (7 de agosto de 2018). «Ruby Rose Cast as Batwoman for CW» (em inglês) 
  27. «Ruby Rose 'emotional' to play lesbian Batwoman». BBC News (em inglês). 8 de agosto de 2018 
  28. Petski, Denise (17 de junho de 2019). «The CW Sets Fall Premiere Dates: 'Batwoman', 'Supergirl', 'The Flash', 'Nancy Drew', More» (em inglês) 
  29. Cavna, Michael. «Ruby Rose leaves Twitter after criticism that she isn't 'gay enough' for Batwoman» (em inglês). The Washington Post 
  30. «Ruby Rose Leaves Twitter In Wake Of 'Batwoman' Backlash» (em inglês). 13 de agosto de 2018 
  31. Dias, Surenã (19 de setembro de 2019). «Batwoman! Ruby Rose fala sobre heroína lésbica e estereótipos na carreira» 
  32. Redação. «Exitoína · Ruby Rose chorou ao ler cena em que Batwoman assume ser lésbica, revela criadora» 
  33. Harp, Justin (16 de maio de 2019). «Batwoman trailer reveals origin of Ruby Rose's LGBTQ+ superhero» (em inglês) 
  34. «Ruby Rose, protagonista de 'Batwoman', deixa a série após uma temporada». entretenimento.uol.com.br. Consultado em 19 de maio de 2020 
  35. «Ruby Rose wins charity bout» (em inglês). 20 de outubro de 2012 
  36. «Orange Is The New Black: Meet Ruby Rose, the inmate everyone is going crazy for» (em inglês). 16 de junho de 2015 
  37. Rees, Alex (22 de junho de 2015). «Ruby Rose Is Cool With Your Girl Crush, Not Even Blushing a Little Bit» (em inglês) 
  38. «Ruby Rose says she doesn't identify as female or male, after releasing a gender-bending short film» (em inglês). News.com.au. 21 de julho de 2014 
  39. «Go ahead. 'Go gay' for Ruby Rose. - Macleans.ca» 
  40. «Gender-fluid 'Batwoman' star Ruby Rose on backlash she's received for identifying as a lesbian» (em inglês) 
  41. Jarvis, Erika (25 de julho de 2014). «Ruby Rose: 'I used to pray to God that I wouldn't get breasts'». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  42. «OITNB - Ruby Rose é nomeada Mulher do Ano na Austrália». 15 de novembro de 2015 
  43. «LGBT CELEBRITY 2016 - British LGBT Awards». 15 de março de 2016 
  44. «Ruby Rose to be Honored at GLAAD Media Awards» (em inglês). 9 de março de 2016 
  45. «A lista de indicados ao Teen Choice Awards 2017». 20 de junho de 2017 
  46. «Winners 2017 - AUSTRALIAN LGBT AWARDS». 11 de março de 2017 
  47. Nurick, Jen (25 de outubro de 2019). «All the red carpet arrivals from the 2019 Australians in Film Gala and Benefit Dinner in Los Angeles». Vogue Australia (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  48. «The QUEERTIES 2020 / TV Performance Winners» (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]