Rudi Dornbusch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rudiger "Rudi" Dornbusch (Krefeld, 8 de junho de 1942Washington, DC, 25 de julho de 2002) foi um economista alemão e americano.

Dornbusch graduou-se na Universidade de Genebra e tornou-se Ph.D. na Universidade de Chicago em 1971. Passou a maior parte de sua carreira ensinando no MIT Sloan School of Management e no departamento de economia do MIT. Anteriormente, trabalhou na Universidade de Rochester e na Universidade de Chicago.

Seu maior talento era trabalhar sobre determinados problemas e torná-los facilmente compreensíveis. Por exemplo, explicou flutuações de preços e de taxas de câmbio de forma muito clara (principalmente usando o modelo de Overshooting). Antecipou a tradição novo-keynesiana, marcada pelos artigos de Fischer e Taylor, ao desenvolver o modelo de ultrapassagem (overshooting). Segundo Dornbusch, dada uma alteração no mercado cambial, como os preços dos bens ajustavam-se mais lentamente - devido a rigidezes - que o do mercado de títulos, haveria diferenças entre ambos os mercados.[1] Escreveu um livro de macroeconomia junto com Stanley Fischer, direcionado para graduandos em economia.

Morreu aos sessenta anos de idade de câncer.

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

  • Macroeconomics, Ed. McGraw-Hill, Nova Iorque, (com Stanley Fischer)
  • Open Economy Macroeconomics.
  • Macroeconomics Populism.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Rudi Dornbusch
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. SNOWDON, Brian; VANE, Howard R. Modern Macroeconomics - Its origins, Development and Current State. Edward Elgar Publishing Limited, 2005