Rudraksha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2018). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
semente de rudraksha

Rudraksha é o nome dado às sementes oriundas da árvore da espécie Elaeocarpus ganitrus, encontrada na Índia, no Nepal, no Tibete, na Indonésia e na Malásia, cujas sementes, tiradas do fruto - semelhante a uma noz da planta de mesmo nome, são consideradas como verdadeiras joias nos Vedas, Puranas e nos Upanishads, muito utilizadas nos japamalas para meditação, tanto pelas suas propriedades medicinais, bem como por estar associada à figura mitológica do Senhor Shiva, um dos avatares da filosofia hindu.

A tradição hindu conta que após um longo período de meditação, Shiva ficou em meditação por 1000 anos com os olhos semi serrados até que seus olhos finalmente cederam e a primeira lagrima que caiu de seus olhos no terreno tornou-se uma Rudraksha. Por isso é muito comum Shiva ser representado utilizando um japamala de rudraksha.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Japamala hindu tradicional com 108 contas de sementes de rudraksha

O nome rudraksha ou rudrākṣa, em sânscrito, é um termo composto (rudra (रुद्रः) = deus dos trovões + ākṣa = olho) que é dado tanto a esta árvore como também a seus pequenos frutos e sementes, sendo estas muito prezadas por suas supostas propriedades sagradas (Sri) e curativas de acordo com o sistema tradicional de medicina da Índia (ver ayurveda)

Propriedades medicinais[editar | editar código-fonte]

Cada Rudraksha age como um gerador de bioenergia, cobrindo o campo energético do portador, chakras, energia kundalini e os 108 centros nervosos sensíveis no cérebro humano.[1]

Medicinalmente elas são conhecidas por curar muitas das doenças da mente e do corpo, ser resfriamento quando usado contra a pele, reduzir a doença cardíaca e baixar a pressão arterial, aumentar a clareza mental, memória e consciência geral, acalmar o sistema nervoso central, Livre de pensamentos negativos, aumentar a imunidade, energia e resistência, e rejuvenescer toda a mente e corpo. [1]

Cada Rudraksha age como um gerador de bioenergia, cobrindo o campo energético do portador, chakras, energia kundalini e os 108 centros nervosos sensíveis no cérebro humano.[1]

Pesquisas científicas extensas foram conduzidas ao longo dos anos por cientistas principais em universidades em Índia, e também no oeste, onde suas descobertas provaram que as contas de Rudraksha têm certas propriedades elétricas e magnéticas, e quando usadas contra a pele, e especialmente sobre o coração, agem em nossa rede neural humana de várias maneiras benéficas, podendo equilibrar o campo magnético do coração, controlar a taxa de pulso, melhorar a circulação sanguínea e purificar o sangue. Quando usamos Rudrakshas estamos literalmente carregando oxigênio, carbono e hidrogênio contra nossos corpos enquanto absorvemos a vibração desses organismos vivos puros. [1]

As Rudrakshas também aumentam os níveis de íons negativos e agem diretamente em nosso sistema nervoso central, liberando certos produtos químicos em nossos corpos que são responsáveis ​​por emoções positivas e uma mente calma.

Por muito tempo tem sido observado e relatado que as pessoas que sofrem de hipertensão, diabetes, problemas cardíacos, problemas de estômago, estresse, artrite e fobias obtêm resultados benéficos utilizando Rudraksha como coadjuvante. Provou-se que o uso de Rudraksha tem efeitos positivos em pessoas com pressão alta e controle do estresse, ansiedade, depressão e palpitações. Mentalmente, ela fornece uma tremenda quantidade de tranquilidade, poder de concentração e ajuda a atingir serenidade da mente com facilidade.[2][3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fontes bibliográficas[editar | editar código-fonte]

BOSE, Sandra - Rudraksha Terapia - A Terapia Iogue das Sementes Sagradas.

1. O Poder dos Japamalas de Rudraksha

2. Rudraksha, a semente da energia

3.  O poder da semente de rudraksha (em inglês)

4. Tempo de duração dos efeitos da Rudraksha

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.