Rugby sevens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma partida de rugby sevens em Melbourne, Austrália nos Jogos da Comunidade de 2006.

Rúgbi de sete (português brasileiro) ou râguebi de sete (português europeu) (em inglês: rugby sevens) é uma variante do rúgbi sancionada pela Conselho Internacional de Rúgbi (IRB) jogado com apenas sete jogadores em cada time e em dois tempos de sete minutos cada.

Essa variação do esporte é bem popular na Europa, na Oceania e em alguns países da Ásia. Em geral, a variação exige mais destreza dos jogadores, por essa razão eles geralmente são mais leves e rápidos comparados aos do rugby XV.

A grande vantagem que o râguebi de sete possui é o fato do jogo e das competições serem disputadas em um curto período de tempo, uma competição de rúgbi de sete dura geralmente 1 ou 2 dias. Em países em que o rúgbi tem pouca popularidade geralmente usa-se o râguebi de sete em jogos de exibição para promover o esporte.

História[editar | editar código-fonte]

Campo do Melrose Rugby Football Club na Escócia, onde nasceu o rugby sevens.

O rugby sevens foi criado em 1883 por Ned Haig na cidade Melrose na Escócia como um evento de arrecadação de fundos para o seu clube o Melrose Rugby Football Club que também incluía outras competições associadas ao rugby como corridas com a bola, campeonato de drop kicks, campeonato de dribles, além da Melrose Cup de rugby sevens como campeonato principal onde participaram 8 clubes. O grande sucesso do campeonato fez com que a modalidade se espalhasse por outras cidades.

Até hoje a Melrose Cup ainda é disputada anualmente na Escócia como parte do circuito Borders Sevens contando inclusive com a participação de equipes do Japão, do Uruguai e da África do Sul.

Leis[editar | editar código-fonte]

Scrum no rugby sevens é feito com 3 jogadores (ao invés de 8 no rugby XV).

Diferenças em relação ao rugby[editar | editar código-fonte]

Entre as principais diferenças nas leis do jogo em relação ao rugby tradicional (ou Rugby XV) estão:

  • 7 jogadores titulares (em vez de 15)
  • 5 jogadores reservas (em vez de 7)
  • 3 substituições por jogo (em vez de 7)
  • Dois tempos de 7 minutos (em vez de 40)
  • Prorrogação de 5 minutos (em vez de 20)
  • 1 minuto de intervalo (em vez de 10 minutos)
  • Conversões devem ser feitas 40 segundos após o try (em vez de 60 segundos)
  • Conversões feitas via drop kick (em vez do place kick)
  • 3 jogadores no scrum (em vez de 8)
  • Cartões amarelos dão 2 minutos de suspensão (em vez de 10)

Posições[editar | editar código-fonte]

Formação da equipe de rugby sevens
1 (pilar) 2 (pilar)
4 (talonador)
 
3 (meio scrum)
 
5 (abertura)
 
6 (centro)
 
7 (ponta/zagueiro)
  • Azul: Avançados (forwards)
    • 1 - Pilar (prop)
    • 2 - Pilar (prop)
    • 4 - Talonador (hooker)
  • Vermelho: Recuados (backwards)
    • 3 - Meio scrum (scrum half)
    • 5 - Abertura (fly-half)
    • 6 - Centro (centre)
    • 7 - Ponta/zagueiro (winger/fullback)


Principais competições[editar | editar código-fonte]

A principal competição é a Copa do Mundo de Rugby Sevens disputada a cada 4 anos. Também é disputado anualmente o circuito Sevens World Series com várias etapas disputadas em vários países dos cinco continentes.

O esporte também é representado no Jogos da Comunidade, nos Jogos Asiáticos e nos Jogos Pan-americanos. A categoria foi incluida nos Jogos Olímpicos de 2016.1

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Rugby é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.