Rui Biriva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rui Biriva
Informação geral
Nome completo Rui da Silva Leonhardt
Nascimento 28 de outubro de 1958
Origem Horizontina, RS
País  Brasil
Data de morte 25 de abril de 2011 (52 anos)
Gênero(s) Música nativista
Ocupação(ões) Cantor
Página oficial www.ruibiriva.com.br

Rui da Silva Leonhardt, conhecido pelo nome artístico de Rui Biriva (Horizontina, 28 de outubro de 1958 - Porto Alegre, 25 de abril de 2011) foi um cantor e compositor brasileiro de música regional gaúcha.

Faleceu em Porto Alegre em 25 de abril de 2011 por complicações de um câncer do intestino grosso. Rui Biriva tinha 53 anos e era o caçula dos três filhos de Adalíbio e Malvina Leonhart, um casal de pequenos agricultores do distrito de Esquina Eldorado, em Horizontina. Depois de cursar Direito no Paraná, sem concluir o curso, o cantor deu início a uma carreira bem-sucedida como intérprete em festivais nativistas.

[1][2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Rui Biriva viveu até os 10 anos de idade no Distrito da Esquina Eldorado, em Horizontina. Aos 14 anos, venceu o Festival Estadual Estudantil da Canção. Mudou-se ainda jovem para o Paraná, onde fez o curso de Direito na Universidade Estadual de Ponta Grossa, em 1978. Não chegou a concluir o curso e, após morar em São Paulo, retornou ao Rio Grande do Sul.

O nome artístico foi adotado após a gravação da canção "Birivas", de Airton Pimentel, com a qual venceu o festival Seara da Canção Gaúcha, em 1982. Biriva é como é chamado o tropeiro de gado no Rio Grande do Sul.

Em 1984, venceu a Seara da Canção Nativa de Carazinho, com a música "Santa Helena da Serra", composta em parceria com José Luiz Vilela.

Em maio de 1987, gravou o seu primeiro álbum: Cantar, produzido por Ayrton dos Anjos, pela Continental Discos.

Rui Biriva gravou 14 discos. Entre seus maiores sucessos estão Tchê Loco, Quebrando Tudo, Canção do Amigo e Castelhana, esta composta em parceria com o cantor Elton Saldanha. Em 2003, passou a apresentar o programa "Paralelo Sul" na TVE-RS.

Sid Biriva, seu sobrinho também de Horizontina, é o único músico da família que continuou na carreira musical.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • 1986 - Cantar - Continental
  • 1988 - Pé na Estrada - Discoteca
  • 1990 - Rui Biriva - Discoteca
  • 1992 - Festança - RGE/RBS Discos
  • 1993 - Vamo Pegá - RGE/RBS Discos
  • 1994 - Sucessos de Ouro - Usadiscos
  • 1995 - De Bem com a Vida - RGE/RBS Discos
  • 1997 - Quebrando Tudo - Acit
  • 1998 - Acervo - Usadiscos
  • 1999 - Rui Biriva - Acit
  • 2001 - Das Bandas de Horizontina - Som Livre/RBS Discos
  • 2005 - É Bom Barbaridade - Orbeat Music
  • 2007 - Na Estrada do Sul (independente)
  • 2009 - Pedindo Cancha (independente)

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • 2003 - Rui Biriva ao Vivo (CD duplo) - Usadiscos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.