Rui Costa Pimenta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rui Costa Pimenta
1° Presidente Nacional do PCO
Período 7 de dezembro de 1995 até a atualidade
Dados pessoais
Nome completo Rui Costa Pimenta
Nascimento 25 de junho de 1957 (62 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade Brasileiro
Alma mater Faculdade Cásper Líbero
Cônjuge Anaí Caproni
Partido PT (1980-1995)
PCO (1995-presente)
Profissão Jornalista e político
Partido da Causa Operária, partido de Rui Costa Pimenta

Rui Costa Pimenta (São Paulo, 25 de junho de 1957) é um jornalista e político brasileiro, filiado ao Partido da Causa Operária (PCO). É neto de João da Costa Pimenta.

Rui é formado pela Faculdade Cásper Líbero, tendo já atuado nos movimentos estudantil e sindical. Rui foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) em 1980 e integrou a tendência petista Causa Operária. Após divergências políticas, a Causa foi expulsa do PT em 1995 – ano em que ocorreu a fundação do PCO. Edita o periódico Causa Operária.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Rui foi candidato à Presidência da República em 2002, tendo obtido 38.000 votos (0,045%). O PCO lançou Rui novamente à corrida presidencial em 2006, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu o pedido de registro da candidatura alegando erro na prestação de contas relativa à campanha presidencial das eleições de 2002.[1] Em protesto, o partido começou a usar sua parcela do horário político para protestar contra o TSE e incentivar a população a fazer o mesmo. O partido alegava que a ação do TSE foi uma "aberração jurídica", pois o TSE se utilizou de uma deliberação de 2004, com efeito retroativo sobre o atraso da prestação de contas de 2002. O protesto do PCO foi tirado do ar pois, segundo o TSE, houve um "desvirtuamento do programa veiculado pela agremiação, veiculando-se conteúdo aparentemente ofensivo e dissociado dos fins da propaganda eleitoral gratuita".[2][3][4]

Foi candidato pela segunda vez em 2010, tendo obtido 12.206 votos (0,01%). [5] Em 2014, concorreu novamente, tendo obtido 12.324 votos. [6]

Posições políticas[editar | editar código-fonte]

São posições políticas de Rui Costa Pimenta: [7]

Posições políticas de Rui Costa Pimenta
Assunto Posição
Desarmamento Não
Democracia Sim
Descriminalização das drogas Sim
Neoliberalismo Não
Revolução do proletariado Sim
Aborto Sim
Reforma agrária Sim
Privatização Não

Referências

  1. stf.jus.br: 1ª Turma nega recurso sobre impugnação de candidatura de Rui Pimenta Publicado 24 de outubro de 2006
  2. pco.org.br: Rui Pimenta promove protesto contra impugnação Publicado dia 8 de setembro de 2006.
  3. conjur.estadao.com.br: Justiça proíbe propaganda de protesto do candidato Rui Pimenta Publicado dia 16 de setembro de 2006.
  4. pco.org.br: TSE censura programa do PCO Publicado dia 17 de setembro de 2006.
  5. «Apuração de votos e candidatos eleitos (1º turno) - UOL Eleições 2010». placar.eleicoes.uol.com.br. Consultado em 29 de julho de 2019 
  6. G1, Do; Brasília, em (5 de outubro de 2014). «Dilma e Aécio decidirão eleição para presidente no segundo turno». Eleições 2014. Consultado em 29 de julho de 2019 
  7. «Batemos um papo com Rui Costa Pimenta, candidato à presidência pelo Partido da Causa Operária». Spotniks. 29 de setembro de 2014. Consultado em 29 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Rui Costa Pimenta