Ruja Ignatova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ruja Ignatova
Nome Ruja Ignatova
Pseudônimo Rainha da criptomoeda
Assassina da Bitcoin[1]
Rainha do golpe[2]
Data de nascimento 30 de maio de 1980 (40 anos)
Local de nascimento Sófia, Bulgária
Nacionalidade(s) búlgara
Crime(s) Fraude, esquema Ponzi, pirâmide financeira, lavagem de dinheiro.

Ruja Ignatova (búlgaro: Ружа Игнатова) (Sófia, 30 de maio de 1980) é uma fraudadora búlgara condenado. Ela é mais conhecida como a fundadora de um esquema Ponzi conhecido como OneCoin, que o Times descreveu como "um dos maiores golpes da história".[1][3][4] Ela foi o tema da série de podcasts da BBC de 2019, The Missing Cryptoqueen.[5] O Times também se referiu a ela como uma "rainha do golpe".[2]

Desde 2017, ela foge da aplicação da lei, incluindo o FBI. Ela foi acusada à revelia pelas autoridades americanas de fraude eletrônica, fraude de valores mobiliários e lavagem de dinheiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em Sofia, Bulgária, emigrou para a Alemanha com a família aos dez anos de idade e passou parte de sua infância em Schramberg, no estado de Baden-Württemberg.[1] Em 2005, obteve o título de PhD em direito privado europeu pela Universidade de Constança com a dissertação Art. 5 Nr. 1 EuGVO - Chancen und Perspektiven der Reform des Gerichtsstands am Erfüllungsort ; que discute lex causae em conflito de leis . Seu orientador de doutorado era Astrid Stadler.[6] Ela diz que também estudou na Universidade de Oxford.[7] Em 2012, ela foi condenada por fraude na Alemanha em conexão com a aquisição de uma empresa por ela e seu pai, Plamen Ignatov, que logo depois foi declarada falida em circunstâncias duvidosas; ela recebeu uma sentença suspensa de 14 meses de prisão.[8][9]

Em 2014, ela fundou um esquema de Ponzi chamado OneCoin. Em 2017, ela desapareceu.[1] Em 2019, seu irmão Konstantin Ignatov se declarou culpado de fraude e lavagem de dinheiro em conexão com o esquema.[10]

O ex-marido alemão de Ruja trabalha como advogado em Frankfurt na empresa Linklaters ; eles tiveram uma filha em 2016.[1]

Referências

  1. a b c d e f Jamie Bartlett (26 de novembro de 2019). «'Rainha da criptomoeda': a mulher que enganou milhares de investidores e depois desapareceu». BBC NEWS. Consultado em 22 de maio de 2020 
  2. a b Jonathan Ames (25 de novembro de 2019). «Top law firm advised 'scam queen' Ruja Ignatova» (em inglês). The Times. Consultado em 22 de maio de 2020 
  3. Rory Cellan-Jones (26 de setembro de 2019). «Mystery of the disappearing 'Cryptoqueen' Ruja Ignatova» (em inglês). BBC NEWS. Consultado em 22 de maio de 2020 
  4. Jamie Bartlett (15 de dezembro de 2019). «The £4bn OneCoin scam: how crypto-queen Dr Ruja Ignatova duped ordinary people out of billions — then went missing» (em inglês). The Times. Consultado em 22 de maio de 2020 
  5. David Z. Morris (6 de novembro de 2019). «Is OneCoin the Biggest Financial Fraud in History?» (em inglês). Fortune.com. Consultado em 22 de maio de 2020 
  6. «Abgeschlossene Promotionen» (em alemão). www.jura.uni-konstanz.de. Consultado em 22 de maio de 2020 
  7. William Suberg (27 de maio de 2015). «One Coin, Much Scam: OneCoin Exposed as Global MLM Ponzi Scheme» (em inglês). cointelegraph.com. Consultado em 22 de maio de 2020 
  8. Frank Stier (6 de dezembro de 2017). «Das Verstummen der Cryptoqueen» (em alemão). Heise Medien. Consultado em 22 de maio de 2020 
  9. «"So etwas Dubioses nie erlebt"» (em alemão). kreisbote.de. Consultado em 22 de maio de 2020 
  10. «'Cryptoqueen' brother admits role in OneCoin fraud» (em inglês). BBC NEWS. 14 de novembro de 2019. Consultado em 22 de maio de 2020