Rumiko Takahashi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Rumiko Takahashi
高橋 留美子
Comic image missing-pt.png

Nascimento 10 de outubro de 1957 (57 anos)
Local Niigata, Japão
Nacionalidade Japão Japonesa
Área(s) de atuação
Trabalhos de destaque

Rumiko Takahashi (高橋 留美子, Takahashi Rumiko?, Niigata, 10 de outubro de 1957) é uma mangaká japonesa. Ela é uma das artistas de mangá mais ricas do Japão.[1] [2] Seus trabalhos são populares no mundo todo, sendo traduzidos em diversas línguas. Takahashi também é a artista que mais vendeu mangás; até fevereiro de 2013, mais de 170 milhões de cópias de seus trabalhos foram vendidas.[3] Ela ganhou duas vezes o Prêmio Shogakukan de Mangá: em 1980 com Urusei Yatsura e em 2002 com InuYasha.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ela é criadora de muitos mangás, incluindo Turma do Barulho (título que Urusei Yatsura ganhou no Brasil), Ranma ½, InuYasha e Maison Ikkoku. Todos os trabalhos alcançaram tamanho sucesso nas terras nipônicas e ficaram internacionais. O primeiro trabalho profissional de Rumiko foi Those Selfish Aliens, que a fez ganhar o prêmio de "New Artist Award".

Rumiko-sensei, como é chamada pelos fãs mais íntimos com seus trabalhos, apesar de ser a dona de uma fortuna de alguns milhões, é uma pessoa simples que nunca deixa de exibir um sorriso. Sua especialidade em tramas é fazer a boa e velha comédia romântica, também por satirizar o cotidiano da vida japonesa. Ingredientes que fazem fãs até hoje, nas telas do mundo todo.

Ranma ½, um dos maiores sucessos da autora, foi lançado em 1987, e apesar da "idade", é um anime que ainda conquista público, sem "envelhecer" no gosto dos fãs. Nove meses depois de finalizar este, veio InuYasha, que não fica de fora desse balaio: só ele já falou mais de 9 línguas em diversos países.

Rumiko foi chamada pela Sunrise, a produtora de InuYasha e Gundam Wing, para supervisionar o projeto do anime para a televisão, para ter a segurança de que o trabalho sairia em perfeito estado para os fãs. Abaixo, alguns de seus trabalhos mais famosos:

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Nº de volumes Vendas no Japão Editora
1978–87 Urusei Yatsura (うる星やつら?) 34 28 milhões[5] Shōgakukan
1980–87 Maison Ikkoku (めぞん一刻?) 15 25 milhões[5]
1984–94 Mermaid Saga (人魚シリーズ?) 3
1987–96 Ranma ½ (らんま1/2?) 38 53 milhões[5]
1987–2007 One-Pound Gospel (1ポンドの福音?) 4
1987–presente Rumic Theater (高橋留美子劇場?) 4
1996–2008 InuYasha (犬夜叉?) 56 45 milhões[5]
2009–presente Rin-ne (境界のRINNE?) 18 6 milhões

Referências

  1. Japanese Top Tax Payers Anime News Network. Visitado em 26 de fevereiro de 2008.
  2. 2005年高額納税者ランキング (em japonês) D-web Portal. Visitado em 26 de fevereiro de 2008.
  3. "New Episodes of Ranma ½ and Inuyasha!". 2 de agosto de 2008. Otaku International. http://otakuinternational.com/2008/08/new-episodes-ranma-inuyasha/ (acessado em 30 de janeiro de 2010).
  4. 小学館漫画賞: 歴代受賞者 (em japonês) Shogakukan. Visitado em 19 de agosto de 2008.
  5. a b c d ShoPro (The license business site of Shogakukan-Shueisha Productions). Visitado em 22-03-2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]