Russalka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ivan Kramskoi, The Mermaids, 1871
Rusalka por Ivan Bilibin, 1934

Russalka é uma ninfa da água[1] na mitologia Eslava porém, para os russos, ucranianos e bielo-russos ela é muitas vezes tratada como uma sereia.

Origens e aparência[editar | editar código-fonte]

De acordo com Vladimir Propp, um folclorista e escritor russo, o nome "Rusalka" era usado por tribos Pagãs eslavas, seu nome é ligado a fertilidade. Ela vem da água na primavera para trazer umidade aos campos e ajudar as plantações.

Na versão do século XIX, a Russalka é pertubada e perigosa sendo que já não está mais viva, é associada também a um espírito maligno. É uma jovem mulher que cometeu suicidio por afogamento por causa de um casamento infeliz(em algumas versões elas foram abandonadas por seus maridos ou abusadas/assediadas por seu marido muito mais velho), ou também, foi afogada pelo próprio marido após o mesmo saber de uma gravidez indesejada, depois de morrer ela vive o resto do tempo na Terra como uma Rusalka.

Em muitas histórias ela é representada como um espírito de uma mulher jovem, que foi morta afogada em um rio ou lago e voltou para assombar esse rio ou lago aonde foi morta. Essa "morta-viva" só poderá descansar em paz quando sua morte for vingada. Ela assombra os rios e lagos atraindo homens jovens com seu canto e sua beleza, e seu corpo é muito escorregadio e quando os homens hipnotizados pela sua beleza e seu canto vão pega-las acarrabam escorregando e caindo no mar e ajuda-o a se afogar, em algumas ocasiões ela ri enquanto o rapaz se afoga.

Acredita-se também que a Rusalka pode mudar sua aparência para agradar o gosto da vitima, geralmente Rusalka também é considerada a representação da beleza universal, é altamente respeitada na cultura eslava.

Referências

  1. Vladimir E. Alexandrov (22 May 2014). The Garland Companion to Vladimir Nabokov Routledge [S.l.] p. 597. ISBN 978-1-136-60157-6. Consultado em 12 July 2015. 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Russalka
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.