Ruy Gonçalo do Valle Peixoto de Villas Boas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ruy Gonçalo do Valle Peixoto de Villas Boas
Ruy Gonçalo José Eduardo de Sousa do Valle Peixoto de Villas Boas
Tenente interino da Ordem dos Hospitalários
Período 7 de junho de 2022 –
13 de junho de 2022
Antecessor(a) Marco Luzzago
Sucessor(a) John T. Dunlap
Grão Comandante da Ordem Soberana e Militar de Malta
Período desde 2019
Antecessor(a) Carlo d'Ippolito di Sant'Ippolito
Dados pessoais
Nascimento 27 de novembro de 1939 (82 anos)
Ramalde, Porto
Nacionalidade português

D. Frei Ruy Gonçalo [José Eduardo de Sousa] do Valle Peixoto de Villas Boas (Porto, Ramalde, 27 de novembro de 1939) é um religioso português, foi tenente ad interim da Ordem Soberana e Militar Hospitalária de São João de Jerusalém, de Rodes e de Malta até a eleição do Frei Marco Luzzago como tenente do Grão Mestre e ainda é o seu Grão-comandante.

Tornou-se o chefe da Ordem de Malta após a morte do Grão-Mestre Giacomo dalla Torre del Tempio di Sanguinetto, onde aguardava até a eleição do próximo Grão-Mestre,[1] ocorrida em 8 de novembro de 2020.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Villas Boas nasceu no Porto, em Portugal,[3] filho de Gonçalo Manuel Coelho Vieira Pinto do Vale Peixoto de Sousa de Vilas Boas, filho segundo do 1.º Visconde de Guilhomil, sobrinho paterno do 2.º Barão de Paçô Vieira e 1.º Conde de Paçô Vieira e neto paterno do 1.º Barão de Paçô Vieira, e de sua mulher Margaret Neville Kendall. É tio paterno de João Villas-Boas e de André Villas-Boas.

Ele se formou em engenharia química industrial.[3] Depois de cumprir seu requisito de serviço militar, ele trabalhou como engenheiro na Companhia Portuguesa de Tabaco, onde se tornou Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento.[3] Ele foi membro de pleno direito do Centro de Cooperação para Estudos Científicos em Tabaco (CORESTA) e da Organização Internacional de Normalização (ISO).[3] Em 1986, ele foi vice-presidente da Comissão Científica da CORESTA.[4]

Em 1984, Villas Boas tornou-se membro da Associação Portuguesa da Ordem de Malta.[3] Em 1996, ele se tornou um cavaleiro em obediência.[3] Em 2008, após a morte de sua esposa, ele se tornou um Cavaleiro da Justiça, fazendo seus votos solenes em 2015.[3] Ele ocupou muitos cargos na Ordem, incluindo o de Delegado do Grão-Mestre no Brasil, Conselheiro, Chanceler, Vice-Presidente da Associação Portuguesa e Vice-Delegado das Associações Nacionais. Durante muitos anos, ele fez do bem-estar material e espiritual dos presos de uma prisão portuguesa sua missão pessoal. Ele participa das peregrinações da Ordem a Fátima e Lourdes.

Villas Boas serviu no Conselho do Governo de maio de 2014 a abril de 2019.[3] Ele foi eleito Grande Comandante pelo Capítulo Geral em 1 de maio de 2019.[5]

Após a eleição ocorrida no Conselho Completo de Estado da Ordem, restou eleito o Frei Marco Luzzago, que assume como tenente do Grão-mestre.[2]

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Asociación de los Caballeros de la Soberana Orden Militar de Malta de Paraguay. Fonteireira, 2006.
  • Associação Brasileira do Rio de Janeiro da Ordem Soberana Militar e Hospitalária de S. João de Jerusalém, de Rodes e de Malta. Fonteireira, 2006.
  • Rol dos cavaleiros de Língua portuguesa dos sécs. XII a XIX e registo das comendas, governadores do hospital e das Maltesas. Fonteireira, 2002.
  • "Igreja de São Brás e Santa Luzia". Filermo 7-8 (1998): 163-183.
  • "Os Grão-Mestres portugueses da Ordem de Malta". Filermo 5-6 (1996/97): 93-107.
  • Rol dos cavaleiros de Língua portuguesa nos sécs. XVIII e XIX e registo de alguns Cavaleiros anteriores a esse período. Fonteireira, 1995.

Referências

  1. «Grand Magistry Announces Death of H.M.E.H. Grand Master Fra' Giacomo Dalla Torre del Tempio di Sanguinetto» (em inglês). Ordem de Malta. 29 de abril de 2020. Consultado em 29 de abril de 2020 
  2. a b «Fra' Marco Luzzago elected Lieutenant of Grand Master of Sovereign Order of Malta». Ordem de Malta (em inglês). 8 de novembro de 2020. Consultado em 9 de novembro de 2020 
  3. a b c d e f g h «Grand Commander». Ordem de Malta. 29 de abril de 2020 
  4. «CORRESTA 1956-2006» (PDF). Consultado em 29 de abril de 2020 
  5. Gagliarducci, Andrea (29 de abril de 2020). «Ordine di Malta, la riforma continua con un nuovo Sovrano Consiglio» (em italiano). ACI Stampa. Consultado em 29 de abril de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Giacomo dalla Torre del Tempio di Sanguinetto
Coat of arms of the Sovereign Military Order of Malta (variant).svg
Tenente interino da Ordem dos Hospitalários

2020
Sucedido por
Marco Luzzago