São Desidério

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
São Desidério
  Município do Brasil  
Sao Desiderio (4464969092).jpg
Símbolos
Brasão de armas de São Desidério
Brasão de armas
Hino
Gentílico são-desideriano
Localização
Localização de São Desidério na Bahia
Localização de São Desidério na Bahia
Mapa de São Desidério
Coordenadas 12° 21' 46" S 44° 58' 22" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Luís Eduardo Magalhães, Correntina, Barreiras, Catolândia, Baianópolis, Santa Maria da Vitória e estado do Tocantins.
Distância até a capital 705 (em linha reta) e 878 (por condução) km[1]
História
Fundação 22 de fevereiro de 1962 (59 anos)
Aniversário 22 de fevereiro
Administração
Prefeito(a) José Carlos (PP, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [2] 15 157,005 km²
População total (IBGE/2020[3]) 34 266 hab.
Densidade 2,3 hab./km²
Clima Tropical (Aw)
Altitude 492 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[4]) 0,579 baixo
PIB (IBGE/2018[5]) R$ 3 645 980,96 mil
PIB per capita (IBGE/2018[5]) R$ 109 841,86
Sítio saodesiderio.ba.gov.br (Prefeitura)

São Desidério é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população segundo dados do IBGE no censo 2010 era de 27.659, com um aumento de 8.653 habitantes em relação ao censo 2000 quando a população era de 19.006 habitantes, enquanto que pela estimativa de 2020 a população já era de 34 266.[3] A cidade está localizada a cerca de 900 quilômetros da capital Salvador, por acesso rodoviário e a 27 km de Barreiras, a principal cidade do oeste baiano.[6][7][8] Sua área, de 15 157 005 quilômetros quadrados, o faz ser o segundo maior município da Bahia em extensão, depois de Formosa do Rio Preto.

O destaque deste município é a comunidade de Ilha do Vítor, na qual reuniu-se um grupo de artesãos e artesãs para produzir peças de artesanato com matérias primas nativas da região, especialmente o buriti. Os artesãos criaram a Associação dos Trançadores da Palha do Buriti e com o apoio do SEBRAE, passaram a confeccionar com mais qualidade os produtos que tradicionalmente confeccionavam em casa apenas para uso próprio.[9]

A palha do buriti é usada na construção de portas e coberturas, na fabricação de móveis e de utensílios diversos, tais como redes, esteiras, vassouras, peneiras, balaios, rolhas e chapéus. Outro grande destaque no município é a produção agrícola,[10] entre as mais competitivas do Brasil, tendo alcançado o maior valor de produção do país, segundo dados do IBGE, em 2012, superando Sorriso (MT).[11] Já em 2018, foi apontado pelo IBGE como o maior PIB agrícola do país, com um faturamento de R$ 3,645 bilhões.[5]

Formações rochosas na localidade de Sítio do Rio Grande

História[editar | editar código-fonte]

Originalmente toda a região do Oeste Baiano, denominada Comarca do Rio de São Francisco, pertencia ao Estado de Pernambuco até o ano de 1824, onde está localizada a cidade de São Desidério, pertenceu ao município de Cotegipe (Campo Largo) até 1890. Em 1891, deste território emancipou o município de Angical e mais tarde emancipou o de Barreiras, e, em 22 de fevereiro de 1962, foi criado o município de São Desidério.

A região do oeste Baiano na margem esquerda do Rio São Francisco pertenceu ao estado de Pernambuco até meados de 1824. D. Pedro I a desligou do território pernambucano como punição pelo movimento separatista conhecido como Confederação do  Equador.  A então Comarca do Rio São Francisco foi o último território desmembrado do estado de Pernambuco, impondo àquele estado uma grande redução da extensão territorial, de 250 mil km² para os 98.311 km² atuais. Após três anos foi cedida ao Estado de Minas Gerais e, três anos depois, a região foi anexada ao Estado da Bahia em 1827.

Emancipação política[editar | editar código-fonte]

Em 1962, São Desidério conquistou a sua emancipação política e deixou de ser um distrito da cidade de Barreiras para ser um município independente. Naquele ano, representantes de três partidos, o Partido Social Democrático – PSD, o Partido da União Democrática Nacional - UDN, e o Partido da República – PR, se reuniram para a composição do diretório político do município. Cada um dos partidos lançou um nome como candidato a prefeito da recém-criada cidade. Concorreram na ocasião: Abelardo Alencar, pelo PSD; Antonio Pereira da Rocha, pela UDN; e Celso Barbosa dos Santos, pelo PR. Com 526 votos, Abelardo Alencar foi eleito e tomou posse em 7 de abril de 1963.

No mesmo dia, tomaram posse os primeiros oito vereadores do município. Quatro deles do PSD, mesmo partido do prefeito Abelardo Alencar, dois da UDN e dois do PR. A primeira Câmara de Vereadores de São Desidério foi composta por: Olavo Pereira dos Santos (PSD) – 1º presidente da Câmara; José Ribeiro Sobrinho (PSD), Bento Alves das Neves (PSD), Cirino Alves Teixeira (PSD), Francisco José Pereira (UDN), Sebastião Camilo (UDN), José Alves de Souza Almeida (PR) e Edson José de Souza (PR).[12]

Turismo[editar | editar código-fonte]

O município tem lugares atrativos na natureza, uma boa opção de turismo. A exemplo tem o Sítio do Rio Grande (localizado no povoado de mesmo nome), com rio de águas cristalinas (sendo o rio do Rio Grande um dos principais afluentes do Rio São Francisco), paredão de pedras, rapel e muito mais beleza natural.[13]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Distância entre São Desidério e Salvador». DistanciaCidades.com. Consultado em 25 de outubro de 2013 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. a b «estimativa_dou_2019.xls». ibge.gov.br. Consultado em 21 de dezembro de 2019 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 23 de agosto de 2013 
  5. a b c «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2018». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 24 de dezembro de 2020 
  6. Plano Diretor Urbano de Barreiras, programa de desenvolvimento municipal e infra-estrutura urbana, [1]
  7. «Barreiras, capital do oeste baiano». Clube do Vemdedor. Clube do Vendedor. Consultado em 15 de junho de 2017 
  8. entrecidadesdistancia. Entre Cidades entre Barreiras e São Desidério http://www.entrecidadesdistancia.com.br/distancia-mapa-entre/barreiras-e-sao-desiderio/10158950/título=Distancia entre Barreiras e São Desidério Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 15 de junho de 2017  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  9. Janete Melo (2 de fevereiro de 2006). «Artesanato em palha de buriti eleva renda de comunidade baiana». ETUR. Consultado em 25 de outubro de 2013 
  10. «São Desidério (BA) é destaque no PIB agropecuário do Brasil». Sociedade Rural Brasileira. Consultado em 25 de outubro de 2013 
  11. «PAM 2012: milho supera soja em volume de produção». Produção Agrícola Municipal (PAM) 2012. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 25 de outubro de 2013. Consultado em 25 de outubro de 2013 
  12. [2]
  13. «Sítio do Rio Grande, no oeste da Bahia, oferece paredão de pedras de 40 metros, rapel e tirolesa». G1. Consultado em 6 de agosto de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.