São João da Ponte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São João da Ponte
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 31 de dezembro
Fundação 31 de dezembro de 1943 (74 anos)
Gentílico pontense
Prefeito(a) Danilo Veloso (PT)
(2017–2020)
Localização
Localização de São João da Ponte
Localização de São João da Ponte em Minas Gerais
São João da Ponte está localizado em: Brasil
São João da Ponte
Localização de São João da Ponte no Brasil
15° 55' 44" S 44° 00' 28" O15° 55' 44" S 44° 00' 28" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Norte de Minas IBGE/2008 [1]
Microrregião Montes Claros IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ibiracatu,Varzelândia, Verdelândia, Lontra, Japonvar, Janaúba, Patis, Montes Claros e Capitão Enéas
Distância até a capital 574 km
Características geográficas
Área 1 849,188 km² [2]
População 30 362 hab. Censo IBGE/2013[3]
Densidade 16,42 hab./km²
Altitude 761 m
Clima Semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,626 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 99 602,709 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 700,64 IBGE/2008[5]
Página oficial

São João da Ponte é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2013 era de 30.362 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

São João da Ponte, antigo distrito criado em 1884/1891 e subordinado à vila de Vila de Santana de Contendas (hoje Brasília de Minas), foi elevado à categoria de município pelo decreto-lei estadual nº 1058, de 31 de dezembro de 1943.[6]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Municípios limítrofes[editar | editar código-fonte]

Norte: Ibiracatu, Varzelândia e Verdelândia Oeste: Lontra e Japonvar Leste: Janaúba e Capitão Enéas Sul: Patis e Montes Claros

Política[editar | editar código-fonte]

O atual prefeito é Danilo Veloso, do PT, eleito para o mandato de 2017 a 2020.

Operação Sertão Veredas[editar | editar código-fonte]

A Operação Sertão Veredas, da Polícia Federal, executou mandato de prisão, em maio de 2014, para o ex-prefeito Fábio Luiz Fernandes Cordeiro, do PTB, por fazer parte de uma organização criminosa que teria desviado recursos públicos do município mediante fraudes em processos licitatórios.[7][7] O ex-prefeito comandou o município de 2005 a 2012, estando envolvido em outros processos, foi condenado a doze anos de prisão.[7]

Economia[editar | editar código-fonte]

Esta cidade tem sua economia fundamentada quase toda na agricultura e pecuária, principalmente o plantio de milho, feijão, cana-de-açúcar e a produção de carvão-vegetal.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2013». Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2013 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «São João da Ponte - Histórico» (PDF). biblioteca.ibge.gov.br. 2009. Consultado em 21 de junho de 2012 
  7. a b c Ribeiro, Luiz (14 de maio de 2014). «Ex-prefeito de São João da Ponte é preso pela Polícia Federal». em.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.