São João do Paraíso (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com São João do Paraíso (Maranhão).
São João do Paraíso
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de São João do Paraíso
Bandeira
Brasão de armas de São João do Paraíso
Brasão de armas
Hino
Gentílico paraisense
Localização
Localização de São João do Paraíso em Minas Gerais
Localização de São João do Paraíso em Minas Gerais
São João do Paraíso está localizado em: Brasil
São João do Paraíso
Localização de São João do Paraíso no Brasil
Mapa de São João do Paraíso
Coordenadas 15° 18' 50" S 42° 0' 50" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Taiobeiras, Ninheira, Montezuma, Vargem Grande do Rio Pardo, Indaiabira, Berizal, Rio Pardo de Minas, Águas Vermelhas e Cordeiros (BA)
Distância até a capital 785 km[1]
História
Fundação 1 de janeiro de 1944
Aniversário 1 de janeiro
Administração
Prefeito(a) Mônica Mendes (PMN, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [4] 1 921,172 km²
População total (Censo IBGE/2010[5]) 23 309 hab.
Densidade 12,13 hab./km²
Clima semiárido[2] (Bsh)
Altitude 1073[6] m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 39540-000 a 39546-999[3]
Indicadores
IDH (PNUD/2000[7]) 0,644 médio
PIB (IBGE/2011[8]) R$ 126,836 mil
PIB per capita (IBGE/2011[8]) R$ 5 657,26
Outras informações
Padroeiro(a) São João Batista[9]
www.sjparaiso.mg.gov.br (Prefeitura)
www.saojoaodoparaiso.mg.leg.br (Câmara)

São João do Paraíso é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2013 era de 23.309 habitantes, segundo o IBGE. Está localizado no norte de Minas Gerais, na microrregião de Salinas, próximo à divisa com o estado da Bahia. Compõe com outros municípios o Alto Rio Pardo. O município possui 3 distritos: Boa Sorte, Mandacarú e Barrinha.

Características[editar | editar código-fonte]

A Cidade é considerada a terra do doce de marmelo e capital nacional do óleo de eucalipto, matéria prima utilizada na produção de diversos produtos industrializados. A sua economia destaca-se pela atividade agropecuária, o município possui uma forte produção de carvão vegetal obtida a partir de florestas plantadas de eucalipto, produção essa que destina-se as usinas siderúrgicas localizadas na região de Sete Lagoas e Belo Horizonte

O município preserva suas tradições culturais, como o seu rico artesanato, folia de reis e sua culinária típica. Em junho, ocorre a tradicional festa junina onde acontece shows com bandas, levantamento de bandeira em homenagens a santos e apresentações de danças tradicionais. A festa de aniversário da cidade é comemorada no dia 1º de janeiro e é sempre bastante aguardada por moradores e visitantes.

A cidade de São João do Paraíso é ligado por rodovia ao município de Taiobeiras (70 km), Ninheira(30 Km) e por rodovia em leito natural ao município de Cordeiros no estado da Bahia (45km). São João do Paraíso está localizada a 746 km da capital do estado Belo Horizonte, a 328 km de Montes Claros e a 220 km de Vitória da Conquista-BA.

No município está instalado o 4º Pelotão da Polícia Militar subordinado a 11° Região da Polícia Militar - 2° Companhia Independente da Polícia Militar. A Delegacia da Policia Civil é subordinada à 22ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Janaúba.

História[editar | editar código-fonte]

A região onde hoje está localizado o município era habitada pelos índios tapuias, até que o Conde da Ponte recebeu da Coroa as terras que iam até a fronteira da Bahia, abrangendo boa parte da bacia do rio Pardo. Suas terras continham todo o território do atual município.

No começo do séc. XVIII, a propriedade do Conde da Ponte estava arrendada na forma de fazendas. Em 1833, é criado o distrito de São João da Raposa, assim chamado devido à abundância de raposas na região, ligado ao município de Rio Pardo.

Em 1888, por iniciativa de Raimundo Meireles, descendente de um dos primeiros povoadores, foi doado um terreno para a construção da capela de Nossa Senhora da Saúde, às margens do rio São João. Com a seca de 1890, as terras férteis da região atraíram muitos retirantes, e o arraial ganhou forte impulso, tornando-se importante centro comercial e passando a ser conhecido como São João do Paraíso. Torna-se município em 1943, sendo seu primeiro prefeito, o médico Dr. Osório Adrião da Rocha, indicado pelo Governador do Estado, na época o Dr. Benedito Valadares, exercendo o mandato de prefeito por doze anos consecutivos.[10]

Dr. Osório Adrião da Rocha, nasceu em 15 de Fevereiro de 1904 na Fazenda Lagoa Bonita, que posteriormente tornou-se parte do município de São João do Paraíso. Era filho de Paulo Adrião da Rocha e de Maria Pia de Almeida, fazendeiros da região, devido as dificuladades locais, parte para estudar na cidade de Rio de Contas no estado da Bahia, no Colégio do Prof. José Francisco Santana, lá fez as quatro primeiras séries. Em 1922 foi estudar em Salvador no Colégio Nossa Senhora da Vitoria, dos Irmãos Maristas de 1922 a 1928, lá cursou o Antigo Curso Ginasial e o Clássico (hoje ensino médio). Movido pelo sonho de se tornar médico, prestou vestibular para o curso de Medicina na Universidade Federal da Bahia-UFBA, lá fez o primeiro ano na faculdade de medicina. Em 1930 transferiu-se para Faculdade de Medicina Universidade Federal de Minas Gerais UFMG, devido a morte do seu pai Paulo Adrião da Rocha. Colou grau no curso de Medicina, em 08 de dezembro de 1934 na UFMG em Belo Horizonte. Movido pelo sentimento de amor a sua terra natal, retorna as suas origens, onde torna-se o primeiro prefeito e médico de São João do Paraíso.


Referências

  1. «distancias-bhmunicipios». Distâncias BH/Municípios. Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG). Consultado em 19 de agosto de 2009. Arquivado do original em 21 de agosto de 2009 
  2. «World Map of the Köppen-Geiger climate classification». World Map of the Köppen-Geiger climate classification. Institute for Veterinary Public Health. Consultado em 24 de fevereiro de 2010 
  3. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  4. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  5. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «O Estado: Municípios Mineiros». O Estado: Municípios Mineiros. Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Consultado em 01 de março de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  8. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  9. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 8. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  10. «A ORIGEM DO NOME SÃO JOÃO DO PARAÍSO». Consultado em 23 de fevereiro de 1013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.