São Mateus (distrito de São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de São Mateus, veja São Mateus (desambiguação).
São Mateus
Avenida ragueb chohfi . São Mateus, São Paulo, Brasil . 154 - panoramio.jpg
Área 13 km²
População (22°) 158.533 hab. (2010)
Densidade 121,95 hab/ha
Renda média R$ 3.200,00
IDH 0,804 - elevado (69°)
Subprefeitura São Mateus
Região Administrativa Leste
Área Geográfica 4 Leste e 5 Sudeste
Distritos de São Paulo São Paulo City flag.svg

São Mateus é um distrito localizado na zona leste do município brasileiro de São Paulo, a aproximadamente 20 km da região central do município. Foi criado pela Lei Estadual nº 4.954, de 27/12/1985,[1] após pedido apresentado a Assembleia Legislativa de São Paulo no ano de 1984.[2]

Tem uma população de aproximadamente 220 mil habitantes.

Loteado a partir de 1948, somente a partir de 1956 teve seu desenvolvimento mais acelerado, devido ao grande desenvolvimento econômico do ABC Paulista e a forte migração para São Paulo (principalmente de mineiros, portugueses, japoneses, pessoas oriundas do interior de São Paulo e nordestinos).

Seu comércio concentra-se sobretudo em uma das principais vias da região, a Avenida Matteo Bei.

Bairros de São Mateus: Jardim São Cristóvão; Jardim São José; Cidade IV Centenário; Conj. INOCOP Barreira Grande; Jardim Itamarati; Jardim Nove de Julho; Jardim Imperador; Jardim Egle; Jardim Itápolis; Vila Santo Antônio; Jardim Cinco de Julho; Jardim Tietê; Cidade São Mateus; Parque do Jardim Sapopemba; Jardim Colonial; Jardim Santa Adélia; Jardim Vera Cruz; Jardim Três Marias; Cidade Satélite Santa Bárbara; Jardim Vila Carrão; Parque São Lourenço; Jardim Ricardo Jardim da Conquista.

Pedido de emancipação[editar | editar código-fonte]

O distrito tentou emancipar-se da Capital e ser transformado em município no ano de 1990[3], mas não obteve êxito.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências