São Paulo, Sociedade Anônima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de São Paulo S/A)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
São Paulo, Sociedade Anônima
Poster do filme
 Brasil
1965 •  p&b •  107 min 
Direção Luís Sérgio Person
Produção Renato Magalhães Gouveia
Coprodução Mário Pimenta Camargo
Produção executiva Nelson Mattos Penteado
Roteiro Luís Sérgio Person
Elenco Walmor Chagas
Eva Wilma
Darlene Glória
Otello Zeloni
Etty Fraser
Gênero drama
Música Cláudio Petráglia
Direção de arte Jean Lafront
Direção de fotografia Ricardo Aronovich
Figurino Confecções Tomaso
Cinematografia Ricardo Aronovich
Edição Glauco Mirko Laurelli
Companhia(s) produtora(s) Socine Produções Cinematográficas
Distribuição Columbia Pictures of Brasil (cinema)
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)
Walmor Chagas (2006), o protagonista de São Paulo, Sociedade Anônima

São Paulo, Sociedade Anônima é um filme brasileiro de 1965, um drama dirigido por Luís Sérgio Person. Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história acontece no momento da euforia desenvolvimentista provocada pela instalação de indústrias automobilísticas estrangeiras no Brasil, no final dos anos 50. Conta a história de Carlos, um jovem da classe média paulistana, que ingressa numa grande empresa. Logo depois, ele aceita um cargo numa fábrica de auto-peças, da qual torna-se gerente, e cujo patrão é sonegador de impostos e tem várias amantes. A certa altura, ele é um chefe de família que trabalha muito, ganha bem, mas vive insatisfeito. Sem um projeto de vida ou perspectivas para mudar a condição que rejeita, só lhe resta fugir.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios[editar | editar código-fonte]

1965 - I Mostra internazionale del Nuovo Cinema di Pesaro (Pesaro, Itália)
Prêmio de Público
VIII Festival Internacional de Cine de Acapulco (Acapulco, México)
Prêmio Cabeza de Palenque
1965 - Prêmio Governador do Estado (São Paulo)
Melhor argumento para Luis Sérgio Person
Melhor edição para Glauko Mirko Laurelli
1965 - Prêmio Cidade de São Paulo, Júri Municipal de Cinema (São Paulo)
Melhor direção para Luis Sérgio Person
Melhor edição para Luis Sérgio Person
Melhor atriz para Eva Wilma
Melhor ator secundário para Otello Zelloni
Melhor fotografia para Ricardo Aronovich
1965 - I Semana do Cinema Brasileiro (Brasília, DF)
Menção Honrosa para Luis Sérgio Person
1966 - Prêmio Saci de Cinema e Teatro do jornal O Estado de S.Paulo[2]
Melhor direção para Luis Sérgio Person
Melhor fotografia para Ricardo Aronovich (por Os Fuziz, São Paulo, Sociedade Anônima e Vereda da Salvação)
Melhor montagem para Glauco Mirko Laurelli
Melhor filme
1966 - Festival de Santa Rita do Passa Quatro (Santa Rita do Passa Quatro, SP)
Melhor direção para Luis Sérgio Person
1968 - II Festival de Cinema de Marília (Marília, SP)
Melhor filme
Melhor direção para Luis Sérgio Person
Melhor ator para Otelo Zelloni
Melhor atriz para Eva Wilma
1968 - Clube de Cinema de Marília (Marília, SP)
Prêmio Curumim

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Dib, André (27 de novembro de 2015). «Abraccine organiza ranking dos 100 melhores filmes brasileiros». Abraccine. Consultado em 26 de outubro de 2016 
  2. «"São Paulo S.A." foi melhor filme». O Estado de S.Paulo. 8 de Dezembro de 1966. p. 25 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o