São Paulo do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A proposta de criação do estado de São Paulo do Sul é uma reivindicação de setores da população desta região que é considerada a mais pobre do estado, geralmente argumentando que é uma região esquecida ou abandonada pelo governo estadual. Apesar de não ser consenso, já foram apresentadas duas propostas em favor da realização de um plebiscito a respeito desta questão, ambas arquivadas na Câmara dos Deputados.[carece de fontes?]

Em 2002, o deputado federal Kincas Mattos (PSB-SP) apresentou à Mesa o Projeto de Decreto Legislativo 1571/01,[1] propondo novamente a realização de um plebiscito em favor da criação do estado de São Paulo do Sul.[2]

Este projeto também foi arquivado, em 31 de janeiro de 2003. Conforme o parecer do Relator da Comissão, a criação deste novo estado não se justifica, devido ao custo elevado de criação de um novo estado, nem se mostra pertinente quando comparado aos demais projetos de criação de novos estados, atualmente em tramitação. Principalmente quando consideradas as condições sociais e econômicas médias da população da região e do estado de São Paulo, o mais rico da federação e com disparidades internas relativamente menores.[3]

Referências

  1. Câmara dos Deputados, PDC-1571/2001 http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=42370
  2. OLIVEIRA, Rejane de. " Projeto prevê criação do Estado de São Paulo do Sul", Agência Câmara de notícias, 16/01/2002 15:07
  3. «Consulta Tramitação das Proposições». Consultado em 14 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 24 de abril de 2008 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.