São Pedro (Vila do Porto)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal São Pedro 
  Freguesia  
São Pedro: vista panorâmica
São Pedro: vista panorâmica
Localização no concelho de Vila do Porto
Localização no concelho de Vila do Porto
São Pedro está localizado em: Açores
São Pedro
Localização de São Pedro nos Açores
Coordenadas 41° 16' 41" N 8° 37' 15" O
País Portugal Portugal
Região Flag of the Azores.svg Açores
Concelho VPT1.png Vila do Porto
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Jorge Alberto Monteiro Santos (PPD/PSD)
Área
 - Total 18,49 km²
População (2011)
 - Total 841
    • Densidade 45,5 hab./km²

São Pedro é uma freguesia portuguesa do concelho da Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, nos Açores. Tem 18,49 km² de área e 841 habitantes (2011). A sua densidade populacional é 45,5 hab/km². Localiza-se a uma latitude 36 Norte e a uma longitude 25 Oeste, estando a uma altitude de 23 metros.

Localiza-se no Nordeste da ilha, e tem como limites o oceano Atlântico, e as freguesias de Santa Bárbara, Almagreira e Vila do Porto. É integrada pelos lugares de Outeiro, Flor da Rosa, Alta, Paul de Cima, Paul de Baixo, Faneca, Chã de João Tomé, Termo da Igreja, Feteiras de Cima, Feteiras de Baixo, Alto Nascente, Alto Poente, Covões, Banda d'Além, Jogo, Canaviais, Graça e Courelas.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira pessoa a nascer na ilha, uma menina de nome Margarida Afonso, aqui nasceu, no lugar do Paul.

Em termos cronológicos, esta foi a quarta das freguesias da ilha, criada cerca de 1603, à época da visita pastoral do bispo de Angra, D. Jerónimo Teixeira Cabral. Esta criação foi confirmada por Filipe II de Portugal a 5 de março de 1611.[1]

A primeira sede da paróquia foi a primitiva ermida de São Pedro, no lugar das Pedras de São Pedro, que Frutuoso refere ser uma das quatro ermidas existentes "acima da vila", situada "mais adiante pelo caminho" da Igreja de Santo Antão.[2]

Filipe III de Portugal, por Carta régia de 4 de abril de 1623, atendeu ao pedido do vigário e dos habitantes de São Pedro, autorizando o lançamento de uma finta para as obras da ermida nas Pedras de São Pedro, declaradas necessárias, por ocasião da visita pastoral do então bispo de Angra, D. Pedro da Costa.

Esta ermida serviu como sede da paróquia até 1698, ano em que, por força do crescimento da população, foi erguido um novo templo, de raiz, com maiores dimensões e em local mais central, no lugar da Rosa Alta.

Devido à riqueza de seu solo foi, São Pedro teve na agricultura a sua principal fonte de rendimento. Ao longo dos séculos, nela prosperaram os morgadios, caracterizados por grandes solares e respectivas ermidas, de que temos testemunho até aos nossos dias.

Cabendo ao clero a instrução da população nos princípios da moral e doutrina cristã, São Pedro foi umas das primeiras localidades na ilha a ter acesso ao ensino de instrução primária.

No lugar da Saúde foi inaugurado o Posto Agrícola de Santa Maria, em 18 de Junho de 1950. A freguesia foi beneficiada com água canalizada em 12 de Julho de 1964 e com energia elétrica em 21 de Outubro de 1973.

Atualmente, a agro-pecuária ainda detém ainda alguma expressão, mas a maioria da população está ligada ao setor dos serviços e da construção civil. O turismo começa a ganhar importância e a freguesia já dispõe de uma unidade de turismo de habitação.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de São Pedro [3]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
789 963 817 799 837 848 868 1 085 1 287 1 455 1 098 788 811 841 841
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 185 150 393 113 22,0% 17,8% 46,7% 13,4%
2011 174 122 449 96 20,7% 14,5% 53,4% 11,4%

Património edificado[editar | editar código-fonte]

Igreja de São Pedro.
Ilhéu das Lagoinhas.

De acordo com a tradição, as habitações da freguesia são pintadas na cor branca com barras amarelas, alegadamente a recordar a cor dourada dos laranjais e o ouro dos morgados que nela outrora residiam. Entre o património edificado destacam-se:

Património Natural[editar | editar código-fonte]

Em termos de património natural, na freguesia destacam-se:

Referências

  1. PUIM, Arsénio Chaves. "Paróquia de São Pedro foi criada há 400 anos. O Baluarte de Santa Maria, ano XXXVIII, 2ª série, nº 407, 19 mai 2011. p. 28.
  2. FRUTUOSO, Gaspar. Saudades da Terra, Livro III. capítulo VI.
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]