São Sebastião das Águas Claras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

São Sebastião das Águas Claras, popularmente conhecido como Macacos, é um distrito da cidade de Nova Lima, Minas Gerais, Brasil.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Localizado a 20 km de Belo Horizonte, São Sebastião das Águas Claras, também conhecido como Macacos, é um distrito de Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, teve sua origem vinculada ao Ciclo do Ouro. Possui, segundo o censo do IBGE (2000), 667 habitantes.

Uma de suas primeiras construções é a Igreja de São Sebastião, construída em 1718, era utilizada para as festas religiosas do lugar. A igreja foi reformada em 1801 e depois, passou por outros reparos, sendo restaurada recentemente.

O povoamento do distrito de Macacos iniciou-se logo no início do século XVIII com a descoberta do ouro na região. Diversas histórias justificam o nome Macacos.

Segundo funcionários do departamento de turismo de Nova Lima, “os bandeirantes portugueses chamavam de macacos os contrabandistas de ouro que usavam as trilhas da região para contrabandear o metal, com isso, a região ficou conhecida como região dos Macacos”.

Com o passar do tempo, Macacos foi se formando, alicerçada, nas atividades de pequena agricultura e comércio de gêneros de primeira necessidade. A extração do ouro durou até meados do século XIX, quando o metal tornou-se escasso e sua extração mais difícil, e isso fez com que a região ficasse esquecida. Entretanto, nas últimas décadas, Macacos teve esse quadro mudado pelo turismo de aventura, o turismo gastronômico e principalmente o ecoturismo.

Envolta por rios e montanhas, os turistas encontram em Macacos, condomínios, pousadas, hotéis de luxo, restaurantes que variam desde a tradicional comida mineira ao mais saboroso prato mediterrâneo.

.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.