Série 261 a 272 da CP

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Série 261 a 272
BSicon exlDAMPF.svg
Locomotiva 62 em 1900.
Descrição
Propulsão Vapor
Fabricante Fives-Lille
Tipo de serviço Via
Características
Bitola Bitola ibérica
Operação
Ano da entrada em serviço 1899-1904

A Série 261 a 272, também identificada como Série 260, foi um tipo de locomotivas a tracção a vapor, utilizada pela Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Esta série foi construída pela casa francesa Fives-Lille, e entregue à Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses em duas fases, entre 1899 e 1904.[1] Derivavam de locomotivas já utilizadas pela Compagnie des Chemin de Fer du Nord, em França, sendo consideradas entre as mais modernas daquela época.[1] Foram as primeiras máquinas compound de 4 cilindros, do sistema Du Bousquet-De Glehn, em Portugal.[1]

Vieram possibilitar a circulação bissemanal do comboio Rápido da Galiza[1], assim denominado por conduzir uma carruagem-salão e outra restaurante directas a Vigo[2], e que demorava cerca de 7 horas entre Lisboa e o Porto, ou seja, atingia uma velocidade comercial de 48 km/h.[1] Também realizaram comboios omnibus, tendo sido afastadas deste serviço pela Série 181 a 186.[1] A locomotiva 262 foi exposta num pedestal, na cidade do Entroncamento.[3]

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Esta Série era composta por 12 locomotivas a vapor com tender, numeradas de 261 a 272.[1] Apresentavam uma configuração de rodados em 2-3-0, na classificação francesa.[3]

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Características gerais[editar | editar código-fonte]

  • Número de unidades construídas: 12 (261-272)[1]
  • Ano de entrada ao serviço: 1899-1904[1]
  • Tipo de serviço: Via[1]
  • Tipo de tracção: Vapor[1]
  • Fabricante: Fives-Lille[1]
  • Configuração dos rodados: 2-3-0 (anotação francesa)[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m MARTINS et al, 1996:89
  2. MARTINS et al, 1996:98
  3. a b c PORTAS, António G. (1994). «15º Salon Internacional de la Maqueta y el Modelo a Escala Paris». Maquetren (em espanhol). 3 (26). Madrid: A. G. B., S. L. p. 33-37. ISSN 1132-2063 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre as locomotivas da série 261 a 272

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • MARTINS, João; BRION, Madalena; SOUSA, Miguel; et al. (1996). O Caminho de Ferro Revisitado: O Caminho de Ferro em Portugal de 1856 a 1996. [S.l.]: Caminhos de Ferro Portugueses. 446 páginas