Série 281 a 286 da CP

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Série 281 a 286
BSicon exlDAMPF.svg
Locomotiva n.º 286 na Estação de Régua, em Agosto de 1970
Descrição
Propulsão Vapor
Fabricante Henschel & Sohn
Tipo de serviço Via
Características
Bitola Bitola ibérica
Operação
Ano da entrada em serviço 1910

A Série 281 a 286, igualmente identificada como Série 280, foi um tipo de locomotiva a tracção a vapor, utilizada pela Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Esta Série foi fornecida pela casa Henschel & Sohn à divisão do Sul e Sueste da operadora Caminhos de Ferro do Estado, em 1910.[1] Foram as primeiras locomotivas em Portugal equipadas de origem com vapor sobreaquecido.[1]

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Esta Série era formada por 6 locomotivas a vapor com tender, numeradas de 281 a 286; possuíam dois cilindros mistos de expansão simples, com o motor interior, o que lhes dava uma aparência britânica, apesar de terem uma origem alemã.[1]

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Características gerais[editar | editar código-fonte]

  • Número de unidades construídas: 6 (281 a 286)[1]
  • Ano de entrada ao serviço: 1910[1]
  • Tipo de serviço: Via[1]
  • Tipo de tracção: Vapor[1]
  • Fabricante: Henschel & Sohn[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i Martins et al, p. 89

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • MARTINS, João Paulo, BRION, Madalena, SOUSA, Miguel de, LEVY, Maurício, AMORIM, Óscar (1996). O Caminho de Ferro Revisitado. O Caminho de Ferro em Portugal de 1856 a 1996. [S.l.]: Caminhos de Ferro Portugueses. 446 páginas 


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Série 281 a 286