Série de televisão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Série [1] [2] de televisão ou telessérie é um tipo de programa televisivo com um número pré-definido de emissões por temporada, chamadas episódios.[3] [4]

Formato[editar | editar código-fonte]

Uma série de televisão pode ser ficcional ou documental, possui um número preestabelecido de episódios por temporada. O modelo padrão norte-americano é de cerca de 13 capítulos por temporada, [5] [6] que iniciam num mesmo período todo ano: o outono (primavera, no hemisfério Sul) para grandes estreias, e o midseason, para estreias menores. Se a temporada agrada o espectador e traz retorno de audiência para a emissora, é contratada uma nova temporada e são feitas pequenas alterações na trama a fim de melhorar a aceitação e manter o espectador interessado. Essas mudanças, contudo, nunca são profundas. Se uma temporada não agrada o espectador ou os donos da emissora, assim como a novela, a série é cancelada, muitas vezes sob o protesto dos fãs.

Diferente do formato adotado pelas novelas brasileiras ou portuguesas em que terminada a exibição, não há renovação de temporada independente de seu sucesso, uma série pode durar muitos anos, com casos como o de ER (também conhecida como Plantão Médico), finalizada em abril de 2009 que esteve por quinze anos no ar com um total de 331 capítulos, Law & Order (Lei & Ordem), no ar desde 1990, que de tanto sucesso gerou três outras séries: Law & Order: Special Victims Unit, Law & Order: Criminal Intent e Law & Order: Trial by Jury.

E como define David França Mendes, roteirista e professor de roteiro : "Pois o que faz de uma série uma série, entre outras coisas, é ser um organismo, uma máquina geradora de histórias.". [7]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, as séries foram amplamente produzidas desde a criação da TV, até 1963, quando as telenovelas passaram a ser diárias. Exemplos dessa fase são: Alô, Doçura, com Eva Wilma e John Herbert, maior êxito desta fase, inspirado no americano I Love Lucy. Outros sucessos da época são Vigilante Rodoviário na Tupi e Capitão 7 na Record.

Apesar de a Rede Globo produzir seriados como A Grande Família, Ciranda, cirandinha e o Caso Especial, uma espécie de teleteatro, as séries só ganhariam força com a extinção da "novela das 22h", onde, depois da reexibição de Gabriela, o horário foi ocupado por séries como Malu Mulher, Carga Pesada e Plantão de Polícia. Depois desta fase, mais e mais seriados foram produzidos, e outras emissoras também aderiram.

Outras séries brasileiras de sucesso foram Armação Ilimitada,TV Pirata, Sai de Baixo, Os Normais, Sob Nova Direção, Toma Lá Dá Cá. A Diarista, e a nova versão de A Grande Família. A Rede Record, todavia, costuma se dar melhor com este formato, desde a criação do novo núcleo de teledramaturgia em 2004, séries policiais como A Lei e o Crime, Fora de Controle, e também de outras temáticas como a política Plano Alto, e a dramática Conselho Tutelar garantem ótima audiência para a emissora. Destacam-se os grandes investimentos em superproduções, como A História de Ester, Rei Davi, José do Egito, e Milagres de Jesus. Atualmente a Rede Record figura as 6 primeiras posições na lista das obras mais caras da dramaturgia brasileira.

Outros canais, como SBT, Band, RedeTV!, TV Cultura e Canal Futura, já produziram algumas séries esporadicamente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Subgêneros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sertan Sanderson. «Como as séries estão mudando a TV e o cinema». Arquivado desde o original em 31/01/2016. Consultado em 24 de maio de 2016. 
  2. "Blastoise Stefens" ( "Supremacia Geek" ). «Vamos falar de série: Você sabe a diferença entre Série e Seriado?». Arquivado desde o original em 22/11/2015. Consultado em 24 de maio de 2016. 
  3. David França Mendes. «Série não é novela». Arquivado desde o original em 21/03/2016. Consultado em 25 de maio de 2016. 
  4. "Palco Iluminado". «O QUE É SÉRIE, MINISSÉRIE E MICROSSÉRIE?». Arquivado desde o original em 19/05/2011. Consultado em 24 de maio de 2016. 
  5. "Sir Monkey". «Séries». Arquivado desde o original em 25/05/2016. Consultado em 25 de maio de 2016. 
  6. (Equipe) "About Jovem". «I LOVE SERIADOS». Arquivado desde o original em 29/06/2012. Consultado em 25 de maio de 2016. 
  7. David França Mendes. «O Que Faz de Uma Série, Uma Série?». Arquivado desde o original em 26/07/2015. Consultado em 25 de maio de 2016.