Sílica-gel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sílica-gel
Alerta sobre risco à saúde
Silicagel.jpg
Identificadores
Número CAS 63231-67-4,[1][2][3][4]
Compostos relacionados
Compostos relacionados Dióxido de silício
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Sílica-gel ou gel de sílica é um material usado para absorver umidade. É um produto sintético, produzido pela reação de silicato de sódio e ácido sulfúrico. Assim que misturados, formam um hidrosol, que lentamente se contrai para formar uma estrutura sólida de sílica-gel, chamada hidrogel. O gel sólido é quebrado e lavado para remover o subproduto da reação, o sulfato de sódio, e criar sua estrutura porosa.

A seguir, o gel é processado para chegar a diferentes produtos, como:

  • Sílica-gel dessecante
  • Sílica telefônica
  • Sílica-gel micronizada
  • Sílica precipitada
  • Sílica cosmética (esfoliante)

A sílica-gel retém a umidade do ar por adsorção física, não por absorção. É um processo físico, pelo qual as moléculas de água ficam retidas na superfície dos poros do dessecante, no caso, da sílica-gel.

A capacidade de adsorção de água da sílica-gel é de, no máximo, 30% do seu próprio peso, aproximadamente.

A sílica-gel pode ser regenerada quando submetida a temperaturas superiores a 100°C e inferiores a 200°C, por um período mínimo de 40 minutos. Este procedimento deve ser realizado sempre com a sílica-gel não embalada em saquetas e nunca com o produto dentro das saquetas, pois os materiais utilizados nos sachês são normalmente fibras termoplásticas que derreteriam antes que a sílica-gel fosse totalmente regenerada, podendo até causar acidentes ou queimaduras.

Em geral, nos processos de regeneração, verifica-se uma perda de 10 a 20% em função da fragmentação dos grânulos, o que diminui sua capacidade de adsorção.

Referências

  1. Silica gel, site www.jtbaker.com Arquivado em 16 de agosto de 2010, no Wayback Machine.
  2. Silica gel, site www.lookchem.com
  3. Silica gel, site www.chemcas.org
  4. Silica gel, site www.guidechem.com
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.