Sílvio Lancellotti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Silvio Lancellotti (São Vicente[1], 1944) é um jornalista, arquiteto, ex-apresentador de televisão, gastrônomo, escritor e comentarista esportivo brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado em arquitetura pela Mackenzie, chegou a trabalhar para a Prefeitura de São Paulo na função.[1] Atua em jornalismo desde 1968. Foi um dos que criaram a revista Veja. Em 1972, Silvio estudou na Universidade de Stanford[2]. Lá cobriu a reeleição de Richard Nixon à presidência dos Estados Unidos.

Voltou ao Brasil em 1973 ainda na Veja e também na Rede Bandeirantes. Também trabalhou nas revista IstoÉ, Vogue e Gourmet e colaborou para a Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo. Na televisão trabalhou na Rede Manchete, Rede Record e ESPN Brasil. Atualmente mantém um blog que mistura culinária e esportes no portal R7.

Como escritor escreveu 23 livros entre culinária, romances e esportes. O livro Honra ou Vendetta, sobre a máfia siciliana foi adaptada pela Rede Record com o nome de Poder Paralelo[3].

Bibliografia parcial[editar | editar código-fonte]

  • Livro dos Molhos - 1984
  • O livro do Macarrão - 1996
  • Olimpíada - 100 Anos - 1996
  • França 1998: Brasil - O (quase) Campeão do Século - 1998
  • Livro da Cozinha Clássica - 1999
  • 100 Receitas de Macarrão - 1999
  • 160 Receitas de Molhos - 1999
  • 500 anos de gastronomia em Terra Brazilis - 2000
  • Honra ou Vendetta - 2001
  • Livro de Dietas do Menino Maluquinho (Com Ziraldo) - 2004
  • 100 Receitas de Carnes - 2005
  • 100 Receitas de Patisseria: Pães, Doces, Tortas & salgados - 2006
  • 100 Receitas de Pescados - 2008
  • Tony Castellamare Jamais Perdoa - 2009

Referências