Síndrome do segundo sistema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A síndrome do segundo sistema (do inglês "second-system syndrome" ou "second-system effect") é a tendência de sistemas pequenos, elegantes, e bem-sucedidos serem sucedidos por sistemas sobre-engenhados e inchados, devido a expectativas infladas e excesso de confiança.[1]

A frase foi usada pela primeira vez por Fred Brooks em seu livro The Mythical Man-Month. Ele descreveu o pulo de um simples conjunto de sistemas operacionais na série IBM 700/7000 para a série OS/360.[2]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Raymond, Eric. «Second-system effect». The Jargon File. Consultado em 24 de junho de 2013 
  2. Brooks, Jr., Frederick P. (1975). «The Second-System Effect». The Mythical Man-Month: essays on software engineering (PDF). [S.l.]: Addison Wesley Longman. pp. 53–58. ISBN 0-201-00650-2 

Links externos[editar | editar código-fonte]