Sítio do Capitão José Manoel, Porto Feliz, 1839

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sítio do Capitão José Manoel, Porto Feliz, 1839
Autor Sylvio Alves
Data 1943
Técnica tinta a óleo
Dimensões 63 centímetros, 49,2 centímetros x 73 centímetros, 60 centímetros
Localização Museu Paulista

Sítio do Capitão José Manoel, Porto Feliz, 1839 é uma pintura de Sylvio Alves. A data de criação é 1943. Está localizada na Sala das Monções, no Museu Paulista. Trata-se de uma representação do Rio Tietê.[1]

O quadro baseia-se em uma aquarela de Miguelzinho Dutra, intitulada Sítio do capitão José Manoel abaixo de Porto Feliz. Supõe-se que a produção da pintura por Alves tenha se dado a partir de orientações de Afonso d'Escragnolle Taunay.[1]

Alves adotou um estilo pouco delicado em Sítio do Capitão José Manoel, Porto Feliz, 1839, em comparação com o estilo poético de Dutra. Foi dito que há acentuada marcação geométrica numa casa, às margens do rio -- este ocupa praticamente todo o primeiro plano. Uma mudança entre a aquarela e a pintura de Alves é que neste não aparece um pequeno barco, colocado com destaque na representação daquela.[1]

A obra foi produzida com tinta a óleo. Suas medidas são: 49,2 centímetros de altura e 60 centímetros de largura.[1]
A tela faz parte da Coleção Fundo Museu Paulista. O número de inventário é 1-19429-0000-0000. É uma das várias obras de Alves nessa coleção.

Referências

  1. a b c d Pardim, Sonia Leni Chamon (8 agosto 2019). «Imagens de um Rio : um olhar sobre a iconografia do Rio Tiete». bdtd.ibict.br