SOAP

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2009)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Estrutura do SOAP.

SOAP (Simple Object Access Protocol, em português Protocolo Simples de Acesso a Objetos) é um protocolo para troca de informações estruturadas em uma plataforma descentralizada e distribuída. Ele se baseia na Linguagem de Marcação Extensível (XML) para seu formato de mensagem, e normalmente baseia-se em outros protocolos da camada de aplicação, mais notavelmente em chamada de procedimento remoto (RPC) e Protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), para negociação e transmissão de mensagens. SOAP pode formar a camada base de uma pilha de protocolos de serviços Web, fornecendo um arcabouço básico de mensagens sob o qual se podem construir os serviços Web. Este protocolo baseado em XML consiste de três partes: um envelope, que define o que está na mensagem e como processá-la, um conjunto de regras codificadas para expressar instâncias do tipos de dados definidos na aplicação e uma convenção para representar chamadas de procedimentos e respostas.

Sua especificação define um arcabouço que provê maneiras para se construir mensagens que podem trafegar através de diversos protocolos e que foi especificado de forma a ser independente de qualquer modelo de programação ou outra implementação específica. Por não se tratar de um protocolo de acesso a objetos, o acrônimo não é mais utilizado.

Geralmente servidores SOAP são implementados utilizando-se servidores HTTP, embora isto não seja uma restrição para funcionamento do protocolo. As mensagens SOAP são documentos XML que aderem a uma especificação W3C.

O primeiro esforço do desenvolvimento do SOAP foi implementar RPCs sobre XML.

Definição[editar | editar código-fonte]

Envelope das mensagens, regras de codificação, convenção RPC, ligação com protocolos subjacentes.

O SOAP tem:

  • mecanismo para definir a unidade de comunicação,
  • mecanismo para lidar com erros,
  • mecanismo de extensão que permite evolução,
  • mecanismo entre as mensagens SOAP e o HTTP, que permite representar tipos de dados em XML.

Concepção[editar | editar código-fonte]

Simplicidade, independente de vendedor, independente da linguagem, independente do modelo de objetos, independente do transporte.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]