SRWare Iron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
SRWare Iron
Iron logo.png
Wikipédia anglófona no SRWare Iron
Wikipédia em inglês no SRWare Iron
Desenvolvedor SRWare
Plataforma Mac, GNU/Linux e Windows
Lançamento 18 de setembro de 2008[1]
Versão estável 73.0.3800.0 (3 de abril de 2019; há 6 meses)
Gênero(s) Navegador WWW
Licença Software proprietário[2]
Estado do desenvolvimento Ativo
Página oficial SRWare Iron

SRWare Iron - ou simplesmente Iron - é um navegador de código fechado[2] feito com base no Chromium, projeto de software livre criado pela Google, com o objetivo básico de eliminar o rastreamento e certas características que comprometem a privacidade devido a espionagem presente no navegador da Google.

O Iron também implementa certas características adicionais que o distinguem do Google Chrome, assim como da última versão do motor de renderização WebKit e um bloqueador de anúncios integrado.[1]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O lançamento inicial do SRWare Iron foi em 18 de setembro de 2008, 16 dias após o lançamento da versão inicial do Google Chrome. De acordo com os desenvolvedores do Iron, o código do Chromium foi extensivamente modificado de forma a remover qualquer funcionalidade e dispositivo relacionado a rastreamento.[3]

Mais versões do Iron foram lançadas desde então, recebendo as características subjacentes do código-base do Chromium, incluindo suporte a temas, um agente de usuário, um sistema de extensões e um suporte melhorado para o Linux.[1]

Em 7 de janeiro de 2010, uma versão inicial para o sistema operacional Mac OS X foi lançada.[4]

Diferenças em relação ao Google Chrome[editar | editar código-fonte]

As seguintes características do Google Chrome foram removidas ou desabilitadas no Iron[3][5]:

  • Identificador RLZ, uma sequência codificada enviada juntamente com todas as consultas do Google [6] ou uma vez a cada 24 horas;
  • Não acessa o Google search no início para usuários tendo o Google como padrão;[7][8]
  • Uma identificação única ("clientID") para o usuário nos registros;
  • Uma marca temporal de quando o navegador foi instalado;
  • Páginas de erro ou de servidor não encontrado não estão baseadas no Google;
  • Instalação automática do Google Updater;
  • Obtenção prévia de DNS (em função da possibilidade de isso talvez ser usado por spammers[9]);
  • Barra de endereços automática, com sugestões de busca;
  • Sistema de rastreamento de bugs, envia informações sobre falhas ou erros.

O Iron também oferece uma versão portátil.[10]

Críticas[editar | editar código-fonte]

De acordo com o website lifehacker, o SRWare Iron não oferece muito mais do que você pode obter configurando as preferências de privacidade do Google Chrome.[2] O website não o recomenda. De acordo com outros, o navegador é scamware ou scareware,[11] uma vez que os desenvolvedores citam problemas não existentes no Chrome para afirmar que o Iron os resolve.

Ainda, a página oficial afirma que o software é de código aberto, mas o código fonte não é disponibilizado há anos.[2] De acordo com desenvolvedores, "o SRWare Iron é inteiramente código fechado e tem sido assim pelo menos desde a versão 6[12]".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Iron news page
  2. a b c d The Best Privacy and Security-Focused Web Browsers
  3. a b Whats the difference between Iron and Chrome?
  4. Iron for MacOS X
  5. «Privacy, unique IDs, and RLZ - Google Chrome» 
  6. «Google Chrome, Chromium, and Google». Consultado em 28 de janeiro de 2010 
  7. «View of /trunk/src/chrome/browser/google_url_tracker.cc». Consultado em 12 de julho de 2009 [ligação inativa] Source code comment on line 31
  8. «Google Chrome, Chromium, and Google». Consultado em 28 de janeiro de 2010 
  9. Ver discussão em http://blog.chromium.org/2008/09/dns-prefetching-or-pre-resolving.html
  10. «SRWare Iron Download» (em inglês). SRWare. Consultado em 30 de agosto de 2011 
  11. [SRWare Iron Browser – A Private Alternative To Chrome? http://www.insanitybit.com/2012/06/23/srware-iron-browser-a-real-private-alternative-to-chrome-21/]
  12. «The Private Life of Chromium Browsers». Consultado em 25 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2015