SS Catalonia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
SS Catalonia
Carreira  Reino Unido
Proprietário Cunard Line
Fabricante John Brown & Company, Clydebank
Lançamento 14 de maio de 1881
Estado Desmontado
Características gerais
Tonelagem 4.841 t
Comprimento 130.9 m
Velocidade 13 nós (24 km/h)
Passageiros 1700

O SS Catalonia foi um navio de passageiros construído em 1881 e pertencente à Cunard Line.

História[editar | editar código-fonte]

O SS Catalonia foi construído em 1881 pela John Brown & Company, em Glasgow. A Cunard Line vendeu o SS Abyssinia após sua última viagem em 1880, usando o navio como pagamento para a construção do SS Catalonia e SS Servia. O Catalonia foi lançado em 14 de maio de 1881 e fez sua viagem inaugural em 6 de agosto, partindo de Liverpool para Nova Iorque via Queenstown. Até 1899, o navio operava entre Liverpool e Boston, com exceção de outras duas viagens a Nova Iorque (além da viagem inaugural). O navio media 429,6 pés por 43 pés, com uma tonelagem bruta de 4.881 e poderia transportar 200 passageiros de primeira classe e 1.500 passageiros de terceira classe.[1]

Incidentes[editar | editar código-fonte]

Em 7 de maio de 1888, o navio atingiu uma rocha em Mizen Head, ao largo da costa da Irlanda, ficando danificado. O Catalonia sofreu danos à popa, sendo reparado durante oito dias após o incidente.[2]

Em 20 de outubro de 1897, Catalonia salvou a tripulação do navio de pesca Vague, que estava afundando nos Grandes Bancos de Terra Nova.[3]

Serviço durante a Segunda Guerra dos Bôeres[editar | editar código-fonte]

O Catalonia foi requisitado para uso na Segunda Guerra dos Bôeres, de 1899 a 1900, e foi capitaneado por James Clayton Barr e William Thomas Turner durante o curso da guerra. O navio foi posteriormente desmantelado em 24 de maio de 1901, em Génova.

Referências

  1. Bonsor, N.R.P. (1975). North Atlantic Seaway. [S.l.]: Arco Publishing Company; Revised edition. p. 152. ISBN 0668036796 
  2. (em inglês) Wreck Report for 'Catalonia', 1888 (Relatório). Printed on behalf of Her Queen's Majesty by Eyre and Spottiswoode (republished by the Port Cities of Southampton). 1888 
  3. «The Fleets of the Mail Lines: The Cunard Line». The Marine Engineer. XIX. pp. 363–364