STS-123

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
STS-123
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Ônibus espacial Endeavour
Lançamento 11 de março de 2008 às 6h28 (UTC)
Plataforma 39A do Centro Espacial Kennedy
Aterrissagem 27 de Março de 2008 às 0h39 (UTC)
Centro Espacial Kennedy
Órbitas 250
Duração 15 dias 18 h 12 m 27 s
Altitude orbital 341 km
Inclinação orbital 51.6 graus
Distância percorrida 10 585 900 km
Imagem da tripulação
Johnson, Gorie, Linnehan, Behnken, Reisman, Foreman and Doi
Johnson, Gorie, Linnehan, Behnken, Reisman, Foreman and Doi
Navegação
STS-122 STS-122
STS-124 STS-124

STS-123 foi uma missão da NASA com o ônibus espacial Endeavour dando continuidade a construção da Estação Espacial Internacional , sendo a 25ª missão para a ISS (Estação Espacial Internacional, na sigla em inglês), e o 122.º voo de um Ônibus Espacial, também denominada como missão 1J/A para montagem da ISS.

A data originalmente prevista para o lançamento era 14 de Fevereiro de 2008, contudo devido aos sucessivos adiamentos da missão STS-122, o lançamento somente ocorreu em 11 de Março de 2008.

Os principais objetivos da STS-123 foram acoplar o primeiro dos módulos do Laboratório Japonês Kibo e instalar o robô canadense Dextre (Special Purpose Dexterous Manipulator) no braço mecãnico da ISS.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Levado para a ISS Expedição 17

Trazido da ISS Expedição 16

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Objetivos[editar | editar código-fonte]

Continuar a construção da Estação Espacial Internacional (ISS). Acoplar o Módulo de Experiências e Logística, primeira parte do Laboratório Japonês Kibo, e ampliar o braço mecãnico da ISS com a instalação do Dextre (Special Purpose Dexterous Manipulator) construído no Canadá.

Com a chegada do laboratório japonês, todos os 15 países parceiros no projeto da estação espacial - Estados Unidos, Rússia, Canadá, Japão e 11 integrantes da Agência Espacial Européia - estão representados em órbita.

Trocar parte da tripulação da ISS. O engenheiro de voo Garrett E. Reisman substitui o francês Léopold Eyharts que retorna à Terra.

Módulo de Experiências e Logística japonês sendo preparado para o embarque no Endeavour
JEM Kibo ELM-PS e DEXTRE instalados na ISS após a STS-123
Reisman na 1ª caminha espacial
O Dextre armazenado no "Spacelab pallet" provisoriamente acoplado na ISS.
A 2ª caminha espacial
Linnehan na 3ª caminha espacial
Behnken na 4ª caminha espacial
Foreman na 5ª caminha espacial
A ISS após a partida do Endeavour

Dia a dia[editar | editar código-fonte]

11 de Março - Terça-feira

O ônibus espacial Endeavour foi lançado em direção à Estação Espacial Internacional (ISS) às 3h28min14s (hora de Brasília), 06h28 UTC, da Plataforma 39A no Centro Espacial Kennedy em Cabo Canaveral (Flórida). A previsão é que a viagem dure um dia e meio.

"Gostaríamos de dizer konnichiwa e domo arigato (olá e obrigado)", disse o comandante Dominic Gorie pouco depois da decolagem, falando algumas palavras em japonês em homenagem ao país que desempenha grande papel nessa missão. Durante a ascensão, um sistema de refrigeração e instrumentos que monitoram os três motores principais falharam, mas o coordenador da missão, disse que isso não trará problemas.

12 de Março - Quarta-feira

Mesmo depois da Nasa ter dito que destroços ou uma ave podem ter atingido o nariz do Endeavour quando este decolava, a verificação do escudo antitérmico da espaçonave, feita com o braço robótico da nave, equipado com laser e câmeras, não descobriu nenhum dano aparente provocado no lançamento. Especialistas ainda analisarão o vídeo da inspeção a fim de garantir que nenhum dano tenha sido provocado no escudo antitérmico do ônibus espacial.

13 de Março - Quinta-feira

O Endeavour atracou na Estação Espacial Internacional na madrugada de quinta-feira, a manobra de atracação feita pelo comandante Dominic Gorie e o co-piloto Gregory Johnson terminou às 3h49 UTC. Imediatamente após o acoplamento, os sete tripulantes e os três ocupantes da ISS realizaram uma exaustiva revisão das comportas para iniciar as operações conjuntas. Em preparação para a primeira caminhada espacial, Johnson e Behnken acionaram o Canadarm2 com o objetivo de possicionar o Dextre para a futura instalação no braço rotobíco da ISS.

14 de Março - Sexta-feira

Os astronautas Richard Linnehan e Garrett Reisman terminaram hoje com sucesso a primeira caminhada espacial, durante a qual instalaram o primeiro segmento do módulo científico japonês Kibo, que foi acoplado provisoriamente no módulo Harmony até a chegada da missão STS-124, a conclusão acontece às 8h19 UTC depois de 7 horas de trabalho.

Alguns problemas surgiram com o fornecimento de energia elétrica no compartimento que está armazendo o robô Dextre (Spacelab pallet), que causa, principalmente, interrupções no computador, porém nada que possa prejudicar as próximas caminhadas. Os astronautas ativaram também o sistema de câmeras instalado no módulo Harmony, que permite aos astronautas ter uma melhor visão das operações de acoplamento dos módulos ao complexo espacial.

15 de Março - Sábado

Os astronautas Rick Linnehan e Mike Foreman iniciam a segunda caminhada espacial, 23h49 UTC com o objetivo de continuar a montagem do Dextre.

16 de Março - Domingo

Os astronautas Rick Linnehan e Mike Foreman concluiram com sucesso a segunda caminhada espacial, durante a qual continuaram com a montagem do sistema robótico canadense Dextre, incluindo a instalação de seus braços. No total os trabalhos duraram 7 horas e 8 minutos, "Fizeram um trabalho magnífico. Vocês fizeram tudo certo, muito bem, devem estar orgulhosos", disse Steve Robinson, responsável no Centro Espacial em Houston, aos astronautas em seu retorno.

17 de Março - Segunda-feira

Iniciada a terceira caminhada espacial, os astronautas Richard Linnehan e Robert Behnken, pretendem concluir a instalação do Dextre, bem como a calibração dos instrumentos.

18 de Março - Terça-feira

Os astronautas Rick Linnehan e Bob Behnken concluíram hoje com sucesso a terceira caminhada espacial, a principal missão foi deixar pronto para funcionamento o sistema robótico canadense Dextre, último elemento do denominado Sistema de Serviço Móvel da ISS. No total a caminhada durou 6 horas e 53 minutos.

19 de Março - Quarta-feira

Os astronautas fizeram alguns preparativos para mais uma caminhada espacial, na noite de terça e também na manhã desta quarta. O dia foi praticamente de folga e todos aproveitaram para descansar.

20 de Março - Quinta-feira

Os astronautas preparam uma nova saída ao espaço, destinada a testar uma técnica de reparo da proteção térmica do ônibus Endeavour e para substituir um disjuntor queimado. Será a quarta de cinco saídas programadas.

21 de Março - Sexta-feira

Robert Behnken e Michael Foreman concluíram com sucesso a quarta caminhada no espaço, eles retornaram à cabina de descompressão a 1h28 de Brasília, cumpriram todas as tarefas programadas. Houve certas dificuldades para retirar um conector elétrico, o objetivo principal foi testar um método de reparação do escudo térmico da nave no qual usaram uma espécie de pistola para aplicar uma solda especial sobre lâminas isolantes danificadas intencionalmente para essa tarefa.

22 de Março - Sábado

O dia foi de preparativos para a 5ª e última caminhada espacial, o inicio ocorreu às 20h34 UTC.

23 de Março - Domingo

Os astronautas Robert Behnken e Michael Foreman concluíram com sucesso a quinta e última caminhada espacial. Eles trabalharam no espaço durante 6 horas e 2 minutos, a missão começou uma hora antes do programado, foram cumpridas todas as tarefas, em particular, a complexa mudança de uma viga de inspeção do Endeavour até a viga boreste da ISS. A viga do ônibus espacial foi deixada na ISS, em virtude de que a próxima missão, a STS-124, irá transportar o módulo janopês Kibo, que em razão de seu tamanho ocupará todo compartimento de carga do orbitador.

O especialista de missão Rick Linneham coordenou todas as atividades desde o interior do complexo que formam a nave Endeavour e a ISS, com esta saída foi estabelecido um novo recorde de cinco caminhadas para uma nave norte-americana acoplada à ISS. Além disso, a missão do Endeavour, favorecida pelo sistema de transmissão de energia da ISS para o ônibus, pôde ampliar a missão para quase 16 dias, quando o usual são 11 ou 12 dias, com no máximo 3 ou 4 caminhadas.

Os astronautas também verificaram o problema no sistema rotatório dos painéis solares da ISS que estão impedindo que a estação espacial consiga ter o máximo de suprimento de energia possível, fundamental para as futuras ampliações do complexo espacial.

24 de Março - Segunda-feira

o astronauta japonês Takao Doi realizou uma experiência usando um bumerangue, dentro da ISS. O astronauta verificou que apesar do complexo espacial estar em órbita da Terra o bumerangue retornou para a mão de Takao Doi. São finalizados os preparativos para a desacoplagem da Endeavour, prevista para às 0h00 UTC.

25 de Março - Terça-feira

O ônibus espacial Endeavour desatracou da Estação Espacial Internacional iniciando o retorno à Terra. O afastamento da ISS se iniciou exatamente às 0h25 UTC, depois de um atraso de meia hora, provocado por um pequeno problema técnico com o mecanismo de rotação de uma antena solar da Estação, a manobra ocorreu a 340 km na vertical do Oceano Índico, sobre a costa noroeste da Austrália.

O Endeavour deve se afastar da ISS a uma distância de aproximadamente 74 km, onde permanecerá por 24 horas, tempo necessário para que sua tripulação inspecione a proteção térmica do bordo de ataque das asas e do nariz, com a ajuda de uma câmera de alta definição e um laser presos à extremidade do braço mecânico da nave. Quando estava a uma distância de 130 metros da ISS, o ônibus espacial a sobrevoou durante cerca de quarenta minutos para filmá-la.

26 de Março - Quarta-feira

São finalizados os preparativos para a conclusão da missão com o Endeavour. A primeira tentativa de pouso é abortada devido ao mau tempo no Centro Espacial Kennedy.

27 de Março - Quinta-feira

O ônibus espacial Endeavour pousou no Centro Espacial Kennedy às 0h39 UTC, foi o décimo sexto pouso noturno no KSC e o vigésimo segundo pouso noturno no total. Esta missão teve início e final no período noturno.

Caminhadas espaciais[editar | editar código-fonte]

Missão Astronautas Começo (UTC) Fim (UTC) Duração Tarefa
EVA1 Richard Linnehan
Garrett Reisman
14 de Março
01:18
14 de Março
08:19
7 horas, 1 minuto Instalar o Módulo de Experiências e Logística ELM-PS e o Dextre
EVA2 Linnehan
Michael Foreman
15 de Março
23:49
16 de Março
06:57
7 horas, 8 minutos Continuar a instalação do Dextre
EVA3 Linnehan
Robert Behnken
17 de Março
22:51
18 de Março
05:44
6 horas, 53 minutos Finalizar a instalação do Dextre
EVA4 Behnken
Foreman
20 de Março
22:04
21 de Março
04:28
6 horas, 24 minutos Substituir Módulo Remote Power Control e testar material para reparos da proteção térmica
EVA5 Behnken
Foreman
22 de Março
20:34
23 de Março
02:36
6 horas, 2 minutos Armazenamento do Shuttle Orbiter Boom Sensor System

Hora de acordar[editar | editar código-fonte]

No que se tornou uma tradição nas missões espaciais, é tocada uma música no começo de cada dia, escolhida especialmente por terem uma ligação com algum tripulante ou mesmo com a situação de momento.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre STS-123
Precedido por
STS-122
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-124